Publicado por José Geraldo Magalhães em Administração, Geral | 13/09/2013 às 23:42:52


3ª Ênfase Missionária da Igreja Metodista



3ª Ênfase:

Promover o discipulado

na perspectiva

da salvação, santificação

e serviço.


Nos últimos anos, a Igreja Metodista tem dado atenção ao Programa de Discipulado. "O Discipulado, à luz do próprio Cristo, fundamenta a comunhão, a convivência, a comunicação e a formação do caráter das pessoas relacionadas com o Senhor e com sua comunidade".O discipulado precisa ser compreendido como um modo de ser igreja. Assim sendo, não é um programa para atender o "modismo eclesiástico".
Ao contrário, mergulhando nos estudos do Evangelho, vamos perceber que o discipulado é uma condição para que as pessoas possam seguir o caminho aberto por Jesus Cristo.
Ser discípulo e discípula de Jesus é uma exigência. No início do seu ministério terreno, Ele formou um grupo de discípulos e, igualmente, preparou essas pessoas (formando uma comunidade), para viver a radicalidade do projeto do Reino de Deus, produzindo frutos de fé, misericórdia, compaixão, justiça e amor, à luz do desafio do mandamento do Senhor.
Por isso, o Evangelho de Jesus Cristo, narrado por Mateus, Marcos, Lucas e João, é a base do projeto de discipulado, ou seja, viver como Jesus viveu, perdoar como Jesus perdoou, sentir como Jesus sentiu, intervir como Jesus interveio, caminhar como Jesus caminhou, em obediência aos preceitos do Pai.
No caminho do discipulado, Ele confere identidade a cada discipulado ou discípula. Do mesmo modo, transmite as instruções acerca dos desafios e das oportunidades para segui-Lo com alegria e singeleza de coração.
Também o movimento wesleyano impõe uma prática do discipulado focada na salvação, na santificação e no serviço em nossa caminhada cristã.
"As classes, como recriação da comunidade de fé, foram o segredo da implantação do movimento metodista". As classes produziram uma Igreja inserida em sua realidade utilizando uma estrutura de testemunho, mútuo amparo e instrução. Elas tornaram possível o crescimento, não apenas em termos numéricos, mas em qualidade e estilo de vida pessoal e comunitário.
Wesley dizia não conhecer religião que não fosse social. Nessa direção, três movimentos estão sendo conduzidos no discipulado metodista: a) Estilo de vida em que Cristo é o modelo, ou seja, "caminho, verdade e vida", à luz dos valores da fé cristã e na perspectiva do Reino de Deus; b) Método de pastoreio no qual o pastor e a pastora dedicam maior atenção aos grupos pequenos e promovem dessa forma, relacionamentos mais fraternos e pastoreio mútuo; c) Estratégia para o cumprimento da missão visando a Evangelização e o Crescimento. Nos termos do ensino de Jesus, , enviando os seus discípulos (Mateus 10), o discipulado é integrado à Missão da Igreja, mantendo-se sempre a perspectiva da salvação, santificação e serviço.

Objetivos

o Compreender que o discipulado se inicia na obra redentora de Jesus Cristo, à luz da graça salvadora. Reforçar que o discipulado metodista encontra seu conteúdo na graça santificadora, pela busca de um "estilo de vida visando à perfeição cristã", tanto para a vida pessoal como comunitária. "Reformar a nação, particularmente a Igreja e espalhar a santidade bíblica sobre toda a terra".
Ressaltar que o discipulado centrado na graça redentora de Jesus e fundamentado na santificação desembocará no serviço.
Reforçar que, na visão metodista, o discipulado está focado no ministério serviçal de Jesus Cristo, nos termos do Seu seguimento, assumindo a Cruz.
Fortalecer a experiência do discipulado por meio das classes wesleyanas, objetivando o crescimento espiritual, nutrição, apoio mútuo, evangelização etc.
Incentivar projetos de revitalização da experiência do discipulado cristão, a partir de retiros, grupos de oração, visando à consagração dos membros das nossas igrejas, para a missão.
Desenvolver um estilo de vida cristã evangelizadora e produzir os frutos de uma vida santificada.
Fortalecer na prática do discipulado as marcas essenciais da nossa tradição wesleyana.
Dinamizar o testemunho do discipulado cristão como um forte enraizamento na igreja local no exercício dos dons e ministérios concedidos pelo Espírito Santo, a partir da realidade de cada comunidade.

Ações afirmativas

Criar classes para toda a igreja (grupo de discipulado, célula, equipe etc.) e ministério pastoral, sob orientações metodológicas do Colégio Episcopal, a exemplo do movimento wesleyano.
Fortalecer e promover o processo de educação, reafirmando a Escola Dominical como principal agente na vida da Igreja.

 


Tags: sem tags no momento!