Publicado por Sara de Paula em Geral | 20/04/2016 às 08:19:24


Como podemos ajudar o Equador?


 
Na madrugada dessa quarta-feira, mais um terremoto atingiu o Equador. Os tremores de magnitude 6.1 agravaram ainda mais a situação. Segundo o Vice-ministro do Interior, Diego Fuentes, já são 500 vítimas fatais, cerca de 2.658 feridos e 1.700 desaparecidos. Em conversa com a Igreja Metodista brasileira, o Bispo Silvio Cevallos compartilhou a necessidade de ajuda humana e econômica, e informou que toda doação será bem recebida. Leia clicando aqui.
 
A Agência de Notícias Metodistas Hispanico-latinas publicou hoje uma orientação sobre como ajudar as vítimas do desastre. Confira o conteúdo original em espanhol, e leia o texto em português na íntegra logo abaixo:
 
Como podemos ajudar o Equador? 
 
O Comitê Metodista Unido para atenção de Emergências (UMCOR), tem recebido solicitações de ajuda da Igreja Evangélica Metodista Unida do Equador, para receber apoio econômico e a atender as necessidades da população equatoriana, na contingência gerada pelo terremoto do último dia 16 de abril. 
 
Acesse o link para abrir a página com o fundo estabelecido pela UMCOR, e fazer sua doação: https://goo.gl/OEW1tl
 
Leia a mensagem do Bispo Silvio Cevallos:
 
“A situação é muito crítica ao redor de toda costa equatoriana. Em todos os lados há desespero e dor por não saberem o que aconteceu com familiares. Os hospitais estão atendendo a 2.658 feridos. Temos recebido relatório de várias cidades onde se encontram nossas igrejas. As famílias têm sido afetadas com danos materiais em suas casas, e temos o caso de uma menina da Igreja de Santo Domingo dos Tsachilas que faleceu. Temos enviado solicitações de fundos de emergência a UMCOR, para ajudar quatro cidades com alimentos não perecíveis e também estamos solicitando ajuda de outras igrejas metodistas irmãs". 
 
Na página da UMCOR, se recolhem as doações para atender as emergências de nível internacional. Sua oferta será enviada ao Equador e administrada pela Igreja Metodista e organizações relacionas que estão atendendo a emergência. Seu suporte é muito importante nesse momento. 
 
Através desse fundo, a UMCOR intervém a curto prazo para aliviar o sofrimento humano gerado por uma situação de emergência, e a longo prazo se trabalha no acompanhamento com organizações e igrejas locais, para promover o desenvolvimento de capacitação e redução de riscos diante de novos acontecimentos. Inclusive, depois que o desastre inicial termina, as pessoas são muitas vezes ameaças por novos riscos. 
 
O programa de Redução do Risco de Desastres (RRD) da UMCOR ajuda as comunidades para identificar vulnerabilidades e para influencia-las antes que aconteça outra ocorrência. A formação de pessoas sobre o que fazer nessas situações, também é um passo chave na redução dos efeitos prejudiciais dos desastres futuros. 
 
Para maiores informações em inglês acesse: http://goo.gl/SjCNoY

Tags: sem tags no momento!