PASTORAIS

"Como instituição, devemos procurar conhecer a legislação do país, do estado e do município, [...], valorizar ações governamentais que promovam o acesso a habitação, saúde e educação que são direitos sociais básicos garantidos pela Constituição Federal e pelos Direitos Humanos"

Trecho da Carta Pastoral Evangelho em Ação - Ação Social da Igreja Metodista

DIRETOS HUMANOS


Pessoa de referência: Pastor Welinton Pereira
8ª Região Eclesiástica

A Pastoral de Direitos Humanos da Igreja Metodista no Brasil, é um órgão focado em promover ações nacionais, regionais e locais que acontecem em todo país. Entre os projetos apoiados, há campanhas de luta pelo fim da violência contra a mulher (Quinta-feira uso preto), manifestos em defesa de pessoas em situação de vulnerabilidade e pedidos de esclarecimentos ao poder pública com relação a questões sociais que afetam direitos da população em geral.

Confira as últimas notícias sobre as ações da Pastora no site do Jornal Expositor Cristão.

Leia manifestos publicados em nosso site.

Ouça a entrevista exclusiva com o Pastor Welinton Pereira no site do Jornal Expositor Cristão, na série "Pastorais" do Programa Giro de Notícias.


COMBATE AO RACISMO


Pessoa de referência: Juliana Yade
3ª Região Eclesiástica

A Igreja Metodista brasileira vem se posicionando contra a discriminação racial no país, por meio da Pastoral de Combate ao Racismo. No Concílio Geral de 2011, foi aprovado o Programa Nacional Antirracismo da Igreja Metodista. Examinando o caso específico do movimento metodista, podemos avaliar que John Wesley se comportou com dignidade e de forma acertada ao tratar do tema. Ele modificou seu olhar sobre estes povos, comprometendo-se com sua evangelização, apoiando parlamentares britânicos que combatiam a escravidão e organizando uma sociedade com a finalidade de lutar pelo fim do tráfico africano.

Nesse espaço você encontra os materiais disponíveis para download e acompanha ações de combate ao racismo.

Ouça a entrevista exclusiva com Juliana Yade no site do Jornal Expositor Cristão, na série "Pastorais" do Programa Giro de Notícias.


INDIGENISTA


Pessoa de referência: Pastor João Coimbra
Região Missionária da Amazônia

Os primeiros contatos do Metodismo com os povos indígenas na América datam aproximadamen­te do ano de 1735. "João Wesley foi missionário entre os índios na Geórgia, na América do Norte. Ele não ficou lá muito tempo e não consta que ele tenha convertido nenhum índio lá" (cit. REILY, Duncan A.). Em 1787, já na Inglaterra, ele manifes­tou, através de uma carta escrita a Francis Asbury, a sua preocupação para com os índios das Améri­cas, devido ao "fato desconcertante de que talvez não tivessem sobrevivido nem 1 % desses índios com a negligência evangelística entre os mesmos" (REILY, Duncan A. Uma pequena história de conta­tos evangélicos ... ). A Missão Indigenista brasileira reconhece que cada povo é sujeito e protagonista da própria história. Por isso todas as missões e todos os espaços de solidarieda­de assumidos pela Igreja têm o propósito de forta­lecer os princípios de autodeterminação que os povos indígenas projetam e constroem historica­mente (por exemplo: organização sócio-política, leis próprias, criação e educação dos filhos, identidade cultural e espiritual, movimentos de articulação e desenvolvimento).

Acesse aqui o documentário produzido pelo Jornal Expositor Cristão sobre a Missão Indigenista Metodista.

Ouça a entrevista exclusiva com o Pastor João Coimbra no site do Jornal Expositor Cristão, na série "Pastorais" do Programa Giro de Notícias.


INCLUSÃO


Pessoa de referência: Pastor Enoque Rodrigo de Oliveira Leite
3ª Região Eclesiástica

A Pastoral surgiu com uma proposta do próprio pastor no 20º Concílio Geral realizado em Teresópolis/RJ, em julho do ano passado. A proposta para que a Igreja trabalhe voltada para pessoas com alguma deficiência física foi aprovada por unanimidade na ocasião, recebendo apoio de todas as delegações. 

O Pastor Enoque Rodrigo, pessoa de referência da pastora, é deficiente visual. Em seus argumentos na época que fez a proposta, Enoque defendeu a Ação Social da Igreja. “A Igreja Metodista está passando por um avivamento, e os/as deficientes serão inclusos/as nesse processo também”, disse. Ainda nesta edição você pode conferir, na página 12, uma reflexão escrita pelo Pastor Enoque sobre o texto de Mateus 6.22-23.

Leia as ações dos ministérios ligados à Pastoral de Inclusão no site do Jornal Expositor Cristão.


UNIVERSITÁRIAS


De acordo com as Diretrizes para a Educação na Igreja Metodista, a missão da Pastoral é atuar como consciência crítica das instituições de ensino, em todos os seus aspectos, exercendo suas funções proféticas e sacerdotais, dentro e fora delas. Aqui você encontra o contato de todas as pastorais universitária das Instituições Metodistas de Ensino Superior.

Confira aqui as nomeações para cada Pastoral Universitária