Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 21/08/2012

2º Encontro Nacional de Capacitação da Confederação Metodista de Mulheres do Brasil

“Conhecimento, desenvolvimento e compromisso em tempos de Missão”
2 a 5 de agosto de 2012
O versículo que serviu como inspiração para esta Capacitação foi: “Se te fadigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo?” Jeremias 12:5ª.  
O Culto de Abertura foi marcado pela presença do Pastor Kasé que é oleiro, e sua palavra foi maravilhosa, pois Deus falou verdadeiramente através dele e de suas ilustrações. Primeiro mostrou que somos como o cascalho, impossível sermos trabalhados pelo oleiro (Deus). Só depois de entregarmos nossas vidas a Ele, então nos deixará de molho, e assim, cascalho e barro vão se fundir, lembrando que a água que vai ser usada para moldar o barro representa a Bíblia, a palavra de Deus, que precisa estar sempre presente na vida do cristão. Depois de preparado, o barro volta ao seu estado primário, porque quando nascemos não temos impureza. E assim já preparado, o barro vai para a maromba e é colocado no centro da roda, pois significa o centro da vontade de Deus, e mesmo se não estivermos no centro, o oleiro nos coloca lá. A roda tem que estar molhada e representa a Igreja, a qual tem que se guiar pela palavra de Deus (água). Estando o barro na roda molhada, o oleiro vai trabalhando moldando o vaso do lado exterior com a ajuda de uma espátula, esta criada pelo próprio oleiro, representa os/as pastores/as que podem consertar e ajustar através da palavra de Deus. E por dentro do vaso, só o oleiro (Deus) pode ter contato e moldar de acordo com sua vontade. Um vaso criado pelo oleiro é sempre o vaso do oleiro, pode estar em outros lugares, mas é o vaso criado pelo oleiro, assim como uma vida criada por Deus, em qualquer lugar vai sempre pertencer ao Senhor. Para concluir, o vaso precisa passar pelo fogo, o fogo da santificação. 
Ao término desta palavra, conforme ouvimos de uma irmã, já estávamos preparadas até para voltarmos para nossas casas de tão capacitadas estávamos com a palavra do Senhor através do Pastor Kasé.
SÓ QUE, TINHA MUITO MAIS! 
E no dia seguinte, depois de uma bela devocional dirigida pelo Bispo Adriel, ouvimos a Profª Elaine Oliveira falando sobre Motivação: “Quais os seus motivos para trabalhar na Igreja? - Quando não trabalhamos é porque não temos motivos fortes para realizar este trabalho ou não sentimos necessidade de trabalhar na missão, no Reino de Deus; não sentimos prazer e não nos sentimos realizadas.” E nos chamou a atenção para o fato de que o crente novo se sente muito motivado para trabalhar na Igreja, mas, o que será que acontece para no futuro ficar desmotivado? Com certeza a forma de funcionar a Igreja, ou a falta de conhecimento desta Igreja, ou mais ainda, a liderança não estimula esta pessoa a estar cada vez mais envolvida no serviço. Depois de fazer uma explanação sobre os diversos tipos de líder, deixou a pergunta: que tipo de líder eu sou?
À tarde recebemos o Bispo Adriel de Souza Maia que falou sobre o novo No Cenáculo, do qual ele é o Editor e sua esposa Mariluse falando sobre o Disque Oração. Também representando a Sede Nacional e falando sobre a Oferta Missionária, esteve presente  Eula Gomes da Silva, Secretária da Área Administrativa e Assessora direta do Bispo Stanley da Silva Moraes junto ao Colégio Episcopal.
Em seguida ouvimos uma palestra sobre “Ética nas Relações” com a Profª Sandra Duarte que falou sobre Mulheres em Vida e Missão: o apelo ético da ação cristã. “A missão acontece quando a Igreja sai de si mesma, envolve-se com a comunidade e se torna instrumento da novidade do Reino de Deus (...) A missão acontece na promoção da vida e do trabalho. Para que haja vida são necessários comunhão e reconciliação com Deus e o próximo, direito a terra, habitação, alimentação, valorização da família, saúde, educação, participação na vida comunitária, política e artística e preservação da natureza. (PVM, 15-17) Ser capacitada para a missão, disse ela, implica em denunciar as injustiças; lutar contra as injustiças e capacitar outras pessoas para a missão. E que a Igreja deve ser um espaço de denúncia do mal, bem como um espaço de solidariedade, de efetivo amor ao próximo.
À noite a palavra esteve com a Vice-presidente de Área da CMMALC, Leila de Jesus Barbosa, que apresentou um trabalho sobre o que significa como funciona e quais os países que fazem parte da CMMALC e da Federação Mundial. 
Em seguida a Tesoureira da Confederação, Lorena Neves, fez uma explanação espetacular sobre tesouraria e também apresentou um belo relatório financeiro da Confederação do Brasil.
No sábado pela manha participamos de uma devocional dirigida pela Revda Ângela Pierangele. Destacamos também a presença das pastoras Loane da Silva Rita da 2ª Região e Flávia H. da Rosa, da 6ª Região.
Logo após, a Revda Giselma de Souza Matos falou sobre “Empoderamento”... O Empoderamento deve ser um poder que afirma, reconhece e valoriza as mulheres. “Falou também sobre o Empoderamento das mulheres no contexto bíblico: “Deus, que é justo”, tem suas próprias leis e mostra como as leis humanas são limitadas, pois Deus sempre empodera as empobrecidas”.
Na parte da tarde a Presidente Sonia do Nascimento Palmeira fez uma explanação sobre o trabalho da Confederação e sobre as atribuições de uma líder. “Que uma líder precisa ter caráter, carisma, comprometimento, coragem, generosidade, pois uma vela não perde a luz ao acender outra, iniciativa, porque se você não tomar as rédeas não conseguirá liderar o time, precisa ouvir, ter paixão pelo trabalho, responsabilidade, segurança, autodisciplina, educabilidade e intimidade com Deus”. FF
F
Logo após ouvimos a Psicóloga Fernanda Souto que falou sobre “Autoconhecimento”. E disse: “o diferencial que faz com que cada um consiga ter controle sob suas emoções é o autoconhecimento. Precisamos nos conhecer para acreditarmos em nossa própria capacidade. A vida é um projeto que a gente mesmo constrói. E que projeto de vida, é o carro chefe de qualquer outro projeto que um ser humano possa ter.” 
À noite a Revda Amélia Tavares falou sobre “ATITUDE de mudança”. “A habilidade é o que você é capaz de fazer. A motivação determina o que você faz. A atitude determina quão bem você fará isso: (Lou Holtz). Nossa atitude é a força que vai determinar se teremos sucesso ou falharemos. Se você pensar que é uma vencedora, você vencerá.”        
O mais interessante foi perceber como cada palestrante praticamente confirmava e completava a palavra do/a anterior. Deus agiu poderosamente sobre todos e todas!
                       
No domingo tivemos um momento de avaliação, quando uma irmã de cada Região pode dar o seu depoimento sobre o que vivenciou na Capacitação. Os trabalhos foram encerrados com um Culto dirigido pela Presidente Sonia, tendo a Revda Giselma ministrando a palavra.
Destacamos a participação do Lucas, da Almerinda, do Pr Ernani, do Jairo e do Fernando no louvor. Maravilha! 
O Lucas deu aquele toque ao evento, ajudando à todas em tudo e fez a alegria da turma.
 
À Deus toda honra, glória e louvor por estes momentos de Capacitação.
Leila de Jesus Barbosa
Vice-presidente
Depoimentos:
Para nós da terceira região, o encontro foi uma benção e uma grande alegria.
Benção por podermos louvar a Deus, ouvir e aprender com as palestras que foram todas ótimas.
Sentimos que todas foram tocadas pelo culto de abertura, e também levamos uma "sacudida" para a obra do Senhor!
Os temas foram muito bem escolhidos, tudo que precisamos para continuar a caminhada.
 Retornamos animadas, contentes, querendo ser um vaso de benção, ter atitude, motivadas.
Também pudemos constatar que embora sejamos todas de regiões diferentes, caminhamos pelo mesmo amor, pela mesma obra.
E esse foi o motivo da alegria! Estarmos juntas, compartilhando nossas dificuldades, nossas alegrias e tristezas.
Verificamos que encontramos em todo lugar, falta de apoio de alguns membros do corpo pastoral.
Mas também constatamos que estamos "vivendo para servir" com alegria, com dificuldades, mas certas que o Senhor caminha conosco.
E... já estamos com vontade de um novo encontro...rsrsrsrsr                        (Geny Amorim)
Acredito que todas nós da 4ª Região gostamos, aprendemos e aprovamos tudo, até porque pude observar no ônibus para a Rodoviária Novo Rio como o Senhor nos preparou, moldou, enfim passamos quase 5h cantando, louvando, orando e agradecendo a Deus por tudo quanto vivenciamos durante toda a Capacitação. Foi lá no calabouço que Jeremias teve aquela experiência com Deus. Em momento algum ouvimos murmuração. Algumas delas perderam o ônibus para suas cidades, mas quando chegaram disseram da alegria de ter participado desta Capacitação enviando-me e-mail. Louvo a Deus pelas mulheres da 4ª Região que participaram. Que Deus continue dando visão a vocês da Mesa Executiva da Confederação do Brasil.                                            ( Maria Isa)
Eu vim renovada, estava com problemas que ainda não solucionei, mas que para eles lá recebi forças, alento para vencê-los. A presença do Senhor em todos os momentos foi fundamental para que tudo fosse tão lindo e edificante como foi. Já passei para o grupo “Quem não foi para Penedo”, os e-mails que o Lucas nos enviou.                                 (Ada)
 Nossas impressões do encontro.
Deus falou com todas nós através das palestras e nos capacitou para sermos instrumentos Dele na vida de muitas mulheres.
Voltamos mais "cheias" de idéias, estimuladas para o trabalho, mas principalmente conscientes de nossa missão em prol do Reino de Deus.
O que ouvimos e vimos estará sempre sendo referência para alcançarmos a vida de muitas pessoas!
Um grande abraço.                                  ( Vera Elaine)

“Conhecimento, desenvolvimento e compromisso em tempos de Missão”
2 a 5 de agosto de 2012
  

O versículo que serviu como inspiração para esta Capacitação foi:

“Se te fadigas correndo com homens que vão a pé,
como poderás competir com os que vão a cavalo?”
Jeremias 12:5a.


 O Culto de Abertura foi marcado pela presença do Pastor Kasé que é oleiro, e sua palavra foi maravilhosa, pois Deus falou verdadeiramente através dele e de suas ilustrações. Primeiro mostrou que somos como o cascalho, impossível sermos trabalhados pelo oleiro (Deus). Só depois de entregarmos nossas vidas a Ele, então nos deixará de molho, e assim, cascalho e barro vão se fundir, lembrando que a água que vai ser usada para moldar o barro representa a Bíblia, a palavra de Deus, que precisa estar sempre presente na vida do cristão. Depois de preparado, o barro volta ao seu estado primário, porque quando nascemos não temos impureza. E assim já preparado, o barro vai para a maromba e é colocado no centro da roda, pois significa o centro da vontade de Deus, e mesmo se não estivermos no centro, o oleiro nos coloca lá. A roda tem que estar molhada e representa a Igreja, a qual tem que se guiar pela palavra de Deus (água). Estando o barro na roda molhada, o oleiro vai trabalhando moldando o vaso do lado exterior com a ajuda de uma espátula, esta criada pelo próprio oleiro, representa os/as pastores/as que podem consertar e ajustar através da palavra de Deus. E por dentro do vaso, só o oleiro (Deus) pode ter contato e moldar de acordo com sua vontade. Um vaso criado pelo oleiro é sempre o vaso do oleiro, pode estar em outros lugares, mas é o vaso criado pelo oleiro, assim como uma vida criada por Deus, em qualquer lugar vai sempre pertencer ao Senhor. Para concluir, o vaso precisa passar pelo fogo, o fogo da santificação. 

Ao término desta palavra, conforme ouvimos de uma irmã, já estávamos preparadas até para voltarmos para nossas casas de tão capacitadas estávamos com a palavra do Senhor através do Pastor Kasé.

SÓ QUE, TINHA MUITO MAIS! 

E no dia seguinte, depois de uma bela devocional dirigida pelo Bispo Adriel, ouvimos a Profª Elaine Oliveira falando sobre Motivação: “Quais os seus motivos para trabalhar na Igreja? - Quando não trabalhamos é porque não temos motivos fortes para realizar este trabalho ou não sentimos necessidade de trabalhar na missão, no Reino de Deus; não sentimos prazer e não nos sentimos realizadas.” E nos chamou a atenção para o fato de que o crente novo se sente muito motivado para trabalhar na Igreja, mas, o que será que acontece para no futuro ficar desmotivado? Com certeza a forma de funcionar a Igreja, ou a falta de conhecimento desta Igreja, ou mais ainda, a liderança não estimula esta pessoa a estar cada vez mais envolvida no serviço. Depois de fazer uma explanação sobre os diversos tipos de líder, deixou a pergunta: que tipo de líder eu sou?

À tarde recebemos o Bispo Adriel de Souza Maia que falou sobre o novo No Cenáculo, do qual ele é o Editor e sua esposa Mariluse falando sobre o Disque Oração. Também representando a Sede Nacional e falando sobre a Oferta Missionária, esteve presente  Eula Gomes da Silva, Secretária da Área Administrativa e Assessora direta do Bispo Stanley da Silva Moraes junto ao Colégio Episcopal.

Em seguida ouvimos uma palestra sobre “Ética nas Relações” com a Profª Sandra Duarte que falou sobre Mulheres em Vida e Missão: o apelo ético da ação cristã. “A missão acontece quando a Igreja sai de si mesma, envolve-se com a comunidade e se torna instrumento da novidade do Reino de Deus (...) A missão acontece na promoção da vida e do trabalho. Para que haja vida são necessários comunhão e reconciliação com Deus e o próximo, direito a terra, habitação, alimentação, valorização da família, saúde, educação, participação na vida comunitária, política e artística e preservação da natureza. (PVM, 15-17) Ser capacitada para a missão, disse ela, implica em denunciar as injustiças; lutar contra as injustiças e capacitar outras pessoas para a missão. E que a Igreja deve ser um espaço de denúncia do mal, bem como um espaço de solidariedade, de efetivo amor ao próximo.

                 

À noite a palavra esteve com a Vice-presidente de Área da CMMALC, Leila de Jesus Barbosa, que apresentou um trabalho sobre o que significa como funciona e quais os países que fazem parte da CMMALC e da Federação Mundial. 

Em seguida a Tesoureira da Confederação, Lorena Neves, fez uma explanação espetacular sobre tesouraria e também apresentou um belo relatório financeiro da Confederação do Brasil.

 No sábado pela manha participamos de uma devocional dirigida pela Revda Ângela Pierangele.

Destacamos também a presença das pastoras Loane da Silva Rita da 2ª Região e Flávia H. da Rosa, da 6ª Região Eclesiástica.

Logo após, a Revda Giselma de Souza Matos falou sobre “Empoderamento”...

O Empoderamento deve ser um poder que afirma, reconhece e valoriza as mulheres. “Falou também sobre o Empoderamento das mulheres no contexto bíblico:

“Deus, que é justo”, tem suas próprias leis e mostra como as leis humanas são limitadas, pois Deus sempre empodera as empobrecidas”.


Na parte da tarde a Presidente Sonia do Nascimento Palmeira fez uma explanação sobre o trabalho da Confederação e sobre as atribuições de uma líder.

“Que uma líder precisa ter caráter, carisma, comprometimento, coragem, generosidade, pois uma vela não perde a luz ao acender outra, iniciativa, porque se você não tomar as rédeas não conseguirá liderar o time, precisa ouvir, ter paixão pelo trabalho, responsabilidade, segurança, autodisciplina, educabilidade e intimidade com Deus”.

Logo após ouvimos a Psicóloga Fernanda Souto que falou sobre “Autoconhecimento”.

E disse: “o diferencial que faz com que cada um consiga ter controle sob suas emoções é o autoconhecimento. Precisamos nos conhecer para acreditarmos em nossa própria capacidade.

A vida é um projeto que a gente mesmo constrói. E que projeto de vida, é o carro chefe de qualquer outro projeto que um ser humano possa ter.” 

À noite a Revda Amélia Tavares falou sobre “ATITUDE de mudança”. “A habilidade é o que você é capaz de fazer. A motivação determina o que você faz. A atitude determina quão bem você fará isso: (Lou Holtz). Nossa atitude é a força que vai determinar se teremos sucesso ou falharemos. Se você pensar que é uma vencedora, você vencerá.”        

O mais interessante foi perceber como cada palestrante praticamente confirmava e completava a palavra do/a anterior. Deus agiu poderosamente sobre todos e todas!

                 

No domingo tivemos um momento de avaliação, quando uma irmã de cada Região pode dar o seu depoimento sobre o que vivenciou na Capacitação. Os trabalhos foram encerrados com um Culto dirigido pela Presidente Sonia, tendo a Revda Giselma ministrando a palavra.

Destacamos a participação do Lucas, da Almerinda, do Pr Ernani, do Jairo e do Fernando no louvor. Maravilha! 

O Lucas deu aquele toque ao evento, ajudando à todas em tudo e fez a alegria da turma.

À Deus toda honra, glória e louvor por estes momentos de Capacitação.

Leila de Jesus Barbosa
Vice-presidente


Depoimentos:

"Para nós da terceira região, o encontro foi uma benção e uma grande alegria.Benção por podermos louvar a Deus, ouvir e aprender com as palestras que foram todas ótimas.Sentimos que todas foram tocadas pelo culto de abertura, e também levamos uma "sacudida" para a obra do Senhor!Os temas foram muito bem escolhidos, tudo que precisamos para continuar a caminhada.Retornamos animadas, contentes, querendo ser um vaso de benção, ter atitude, motivadas.Também pudemos constatar que embora sejamos todas de regiões diferentes, caminhamos pelo mesmo amor, pela mesma obra.E esse foi o motivo da alegria! Estarmos juntas, compartilhando nossas dificuldades, nossas alegrias e tristezas.Verificamos que encontramos em todo lugar, falta de apoio de alguns membros do corpo pastoral.Mas também constatamos que estamos "vivendo para servir" com alegria, com dificuldades, mas certas que o Senhor caminha conosco.E... já estamos com vontade de um novo encontro...rsrsrsrs"
Geny Amorim

"Acredito que todas nós da 4ª Região gostamos, aprendemos e aprovamos tudo, até porque pude observar no ônibus para a Rodoviária Novo Rio como o Senhor nos preparou, moldou, enfim passamos quase 5h cantando, louvando, orando e agradecendo a Deus por tudo quanto vivenciamos durante toda a Capacitação. Foi lá no calabouço que Jeremias teve aquela experiência com Deus. Em momento algum ouvimos murmuração. Algumas delas perderam o ônibus para suas cidades, mas quando chegaram disseram da alegria de ter participado desta Capacitação enviando-me e-mail. Louvo a Deus pelas mulheres da 4ª Região que participaram. Que Deus continue dando visão a vocês da Mesa Executiva da Confederação do Brasil."
Maria Isa

"Eu vim renovada, estava com problemas que ainda não solucionei, mas que para eles lá recebi forças, alento para vencê-los. A presença do Senhor em todos os momentos foi fundamental para que tudo fosse tão lindo e edificante como foi. Já passei para o grupo “Quem não foi para Penedo”, os e-mails que o Lucas nos enviou."Ada

Nossas impressões do encontro.

Deus falou com todas nós através das palestras e nos capacitou para sermos instrumentos Dele na vida de muitas mulheres.Voltamos mais "cheias" de idéias, estimuladas para o trabalho, mas principalmente conscientes de nossa missão em prol do Reino de Deus.O que ouvimos e vimos estará sempre sendo referência para alcançarmos a vida de muitas pessoas!
Um grande abraço.
Vera Elaine


Posts relacionados

Geral, Administração, Educação, Colégio Episcopal, por Comunicação

FACULDADE DE TEOLOGIA TEM POSSE DA NOVA DIRETORIA

  A Faculdade de Teologia da Igreja Metodista realizou a posse da nova direção na manhã do dia 8 de janeiro. O presidente do conselho diretor, Rev. Wesley Gonçalves e o Bispo Bruno Roberto dos Santos presidiram a solenidade.

Geral, por Comunicação

Aniversariante do Dia 14/09

  Rev. Flavio Ricardo Hasten Reiter Artigas

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães