Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

8º Congresso Nacional de Mulheres reúne mais de mil

Entre os dias 18 e 21 de novembro de 2010 foi realizado o 8º Congresso Nacional de Mulheres Metodistas no SESC de Guarapari, Espírito Santo, com a presença de cerca de mil mulheres, de todas as regiões eclesiásticas do Brasil. Sob o tema “Discípulas unindo valores, fortalecendo a cidadania”, seis bispos das oito regiões eclesiásticas estiveram presentes participando dos cultos, painéis e devocionais.

O culto de abertura foi ministrado pelo bispo da 4ª RE, Roberto Alves, que baseou sua palavra em Provérbios 31: 10-31. Alves enfatizou a necessidade de as mulheres não desistirem de suas opiniões. “Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão dos seus valores”, disse o bispo.

O primeiro painel do encontro aconteceu no segundo dia e teve como ênfase o ide de Jesus. Ainda durante o painel foi usada a figura da força centrífuga para representar que Deus quer que o Evangelho seja ‘lançado para fora’ e a Igreja fique sempre firme no centro.

Já no terceiro dia, o pastor Pedro Magalhães, de Jarí, em Rondônia falou sobre violência contra crianças e adolescentes. Fotos chocantes de abusos foram apresentadas e os participantes foram alertados a não deixar de denunciar caso tenham conhecimento de casos de abusos. Ainda dentro do mesmo tema, a pastora Giselma Matos trouxe uma reflexão sobre o universo violento de alguns lares.  A pastora lembrou que a falta de respeito entre casais e filhos acaba refletindo na vida da Igreja. “Até que ponto devemos permitir que estes valores interfiram em nosso universo familiar deturpando o relacionamento que Deus espera de nós? A mensagem que devemos passar tem que ser diferente daquela que as pessoas vêem no mundo. Nós temos que fazer diferença”, discorreu a pastora.

Ainda como parte da programação de sábado, houve momentos de descontração com a apresentação de música, dramatização e brincadeiras. Já no domingo, houve o culto de encerramento e a nova diretoria - quase toda reeleita - tomou posse para novo quadriênio.

“O encontro foi muito importante e esclarecedor. Mulheres ouviram e se emocionaram. Agora é momento de agir e denunciar. Que Deus nos dê discernimento para participar deste movimento de esclarecimento e libertação”, diz Suely Alves Peixoto de Mattos, membro da Igreja Metodista de Vila Isabel, no Rio de Janeiro.


Colaborou Suely Alves Peixoto de Mattos

 

Coletânia Mulheres Metodistas é lançada durante Congresso


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Vigília Regional de Oração na 3ª RE

Distritos do estado de São Paulo se reuniram na Catedral, região central da capital paulista

Geral, por José Geraldo Magalhães