Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 08/03/2012

Artigo: Um presente para a mulher... e para a humanidade

Separar um dia para celebrar seja que data for é sempre semelhante a deparar-se com uma bifurcação em uma estrada: pode-se pender para um lado ou para outro. E, ao se fazer esta escolha, depara-se com cinqüenta por cento de chance de acerto e cinqüenta por cento de chance de erro. Você já passou por isto? Estar diante de uma bifurcação e ter dúvida sobre pra que lado ir? Difícil quem nunca passou por isto.

Como evitar este "aperreio" em uma viagem? Ora, a saída melhor é a INFORMAÇÃO. É necessário buscar dados mais concretos, buscar pistas com quem já fez a viagem, ter um mapa em mãos, buscar auxílio na internet... Jesus já dissera que quem não planeja bem o que vai construir acaba por ser motivo de zombaria dos demais.

Comparando, é assim que vejo a celebração de datas especiais, inclusive este Dia Internacional da Mulher. Estamos todos/as vivenciando o dia a dia, sem sequer pensar na Mulher. Quando menos se espera, lá vem ele: o dia internacional "dela". E agora? Bem, há dois uma mulher caminhos a se seguir: pensar em "alguma coisa pra não passar "batido" (que chamarei de Caminho A) ou realmente buscar o aprofundamento do tema, a ponto de se entender por que se dedica um dia internacional a esta causa (que chamarei de Caminho B).

O melhor "presente" - Se você escolher o Caminho A, então procurará agradar as mulheres que são importantes na sua vida.Comprar-lhes-á flores, um presente, um cartão, a levará a passeios, a visitas a familiares (isto se você for uma pessoa de sensibilidade mediana a boa). Na Igreja haverá uma poesia, um canção, uma música... E amanhã já ninguém se lembrará de nada.Se você optar pelo Caminho B, então este dia refletirá o que já está sempre presente em sua vida: o respeito e a verdadeira preocupação com a vida, que inclui temas como o da Mulher. Então celebrar este dia significará:

a) Reafirmar, a partir das Escrituras, qual é o projeto de Deus para a Mulher (Gn. 1 e 2);

b) Buscar compartilhar dados que colaborem para que este mundo veja as mulheres com os Olhos de Deus;

c) Discutir qual o relacionamento cristão entre a Mulher e todas as vertentes da vida: com o gênero masculino, família, trabalho, realização pessoal, MISSÃO CRISTÃ, cidadania, economia, etc;

d) Junto com mulheres, crianças, homens, adolescentes, jovens e terceira idade, denunciar tudo que entende o significado da Mulher à luz do Evangelho de Jesus Cristo. Jesus quer o melhor para as mulheres e para toda a humanidade. Ele quer que a benção Dele se derrame sobre toda a raça humana.

Olha só que presentão. O melhor presente para uma mulher é saber que ela é vista como Deus a vê, que ela é respeitada como sendo Igreja de Jesus Cristo, que ela é parceira missionária da humanidade e não uma raça inferior desprovida de dignidade; que ela é benção de Deus, que ela é criada à Imagem e Semelhança de Deus... Por ser reconhecida como tal é que este dia é celebrado. Desse modo, dar-lhe flores ou presentes será apenas uma reafirmação de que estamos todos/as na mesma missão: servir a Deus e ao próximo.

Que Deus nos abençoe. E que tenhamos um bom Dia Internacional da Mulher e de toda a humanidade. É isto que as mulheres desejam.

Bispa Marisa de Freitas Ferreira

Presidente da Região Missionária do Nordeste


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Conheça o Projeto Farinha Maruwai

O Projeto Farinha Maruwai acontece na região de Boa Vista, Roraima, e tem o objetivo de viabilizar a plantação de mandioca na comunidade indígena Maruwai. A ação foi possível através de parceria entre as agências metodistas internacionais UMCOR/GBGM, United Methodist Committe on Relief (Comitê Metodista Unido de Socorro) e Igreja Metodista no Brasil, iniciada em junho de 2021.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães