Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 23/01/2016

As Delegações do 20º Concílio Geral se reúnem São Paulo

 
Representantes das delegações regionais que irão ao 20º Concílio Geral (20ºCG) da Igreja Metodista em julho, conclave que acontece a cada cinco anos, estão reunidos na Sede Nacional da Igreja Metodista neste sábado, dia 23, em São Paulo/SP. O encontro entre pastores/as e leigos/as eleitos/as nos concílios regionais em 2015 irá discutir vários assuntos, dentre eles, o cronograma e agenda do 20ºCG, relatórios e formulários para sugestões de propostas. 
 
Antes do grupo ir para a sala de reuniões, às 9h eles se encontraram na Capela da Sede Nacional para um momento de devocional, louvor e oração. Na ocasião, o presidente do Colégio Episcopal, bispo Adonias Pereira do Lago, disse que "o cristianismo não é algo que se adquire externamente, mas de dentro para fora". O bispo leu o texto de João (15.5) para se referir à videira verdadeira e aos frutos que devem nascer naturalmente. 
 
O bispo lembrou também frases do fundador do metodismo, rev. John Wesley: “Dai-me cem homens que nada temam senão o pecado, e que nada desejam senão a Deus, e eu abalarei o mundo” , para se referir ao processo de santidade. "A fé cristã é um novo nascimento realizado pela Palavra e pelo Espírito Santo. Devemos nos proteger dos ensinos que distorcem e pervertem a Palavra de Deus", disse.
 
Terminou a reflexão com algumas indagações: "Que frutos queremos produzir como Igreja de Cristo? Frutos dos meus esforços ou frutos que crescem naturalmente pela graça de Deus? Que os preparativos do 20º Concílio Geral possa ser debaixo da unção e cuidados de Deus. O 20º Concílio Geral já começou!", finalizou.
 
A reunião das lideranças regionais e nacionais está prevista para terminar no final do dia deste sábado.
 

Tags: 20ºCG, Delegações, Expositor Cristão, Igreja Metodista


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Comunicado Institucional | Jejum e Oração pela Pátria | 2ª Região Eclesiástica

A data de sete de setembro, deste ano, nos lembra dos 199 anos de independência da Monarquia Portuguesa. Uma data significativa que remonta os primórdios de fundação de nosso País, com todas as contradições históricas. Como cristãos e cristãs metodistas devemos orar permanentemente pela nossa Pátria, constituída pelos nossos povos nativos, somado a tantas outras etnias que para cá vieram, de diferentes lugares e pelas mais diversas razões, ao longo de cinco séculos. Esta realidade é responsável pela a amálgama social, que nos constitui como único povo brasileiro. Como cristãos e cristãs metodistas acreditamos na separação entre Estado e Igreja, e que nenhuma forma de governo e pessoas, alçadas à condição de governantes, podem ser consideradas como legítimas representantes de uma Teocracia instaurada aqui na terra.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães