Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 05/01/2012

Concílio Geral Extraordinário rápido e surpreendente

“Senhor, faça sua vontade!” Essa foi a tônica do culto de louvor e adoração que iniciou o Concílio Geral Extraordinário. O conclave foi na Catedral Metodista de São Paulo e reuniu delegados/as de todas as Regiões Eclesiásticas e Missionárias do Brasil. O clima foi de tranqüilidade no plenário. Não demorou para o resultado ser anunciado. No quarto escrutínio, Carlos Alberto Tavares Alves, de 66 anos, foi eleito bispo da Igreja Metodista, com 85 votos.

    MAIS FOTOS AQUI!

“Naquele momento eu olhei para minha filha e disse: Aconteceu! Foi algo muito forte, algo muito espiritual”, compartilha o novo bispo. Após o anúncio do resultado, Carlos Alberto Tavares Alves comemorou discretamente e recebeu os cumprimentos dos conciliares.

“Eu acredito que a vontade de Deus é soberana. Agora, será muita oração, pois sabemos que o desafio na Rema é grande”, disse a pastora Samanta Costa (1ª RE). A pastora Gladys Barbosa Gama (3ª RE) também comentou: “Mais um momento tranqüilo em nossa igreja. Creio que a vontade da igreja se fez, a presença de Deus está em nosso meio e, agora, vamos trabalhar!”.

Após a eleição, o novo bispo foi designado pelo Colégio Episcopal para a Região Missionária da Amazônia, Rema. A decisão foi homologada pelo Concílio Geral. O bispo Carlos Alberto irá suceder o bispo Adolfo Evaristo de Souza, que faleceu no dia 30 de outubro.

Para o bispo Adriel de Souza Maia, que supervisiona a Rema, o bispo eleito irá encontrar um caminho definido no norte do país. “O bispo Adolfo faleceu depois da aprovação do planejamento regional. O bispo Carlos Alberto terá uma plataforma organizada. Já sabe das prioridades da Região”, declara.

Aprovação – A condução do Concílio Geral Extraordinário e a rápida eleição surpreendeu o Colégio Episcopal. “Eu fiquei impressionado com a maturidade do plenário que soube agir como um grupo que sente a tristeza pela perda de um bispo, mas que consegue se alegrar com a eleição de um outro. Esse misto de tristeza, alegria e expectativa esteve presente no plenário o tempo todo”, se anima o bispo presidente João Carlos Lopes.

No primeiro pronunciamento como bispo, Carlos Alberto Tavares Alves pediu oração e disse que vai precisar de parcerias. O bispo Paulo Lockmann, que acompanha o ministério do novo bispo há cerca de 40 anos, se comprometeu a ajudar. “Eu sempre me coloquei a disposição do bispo Adolfo, mas, sem sombra de dúvida, pelo relacionamento de vários anos, companheirismo, a 1ª Região será muito mais presente lá no norte, em termos de apoio financeiro e recursos humanos”, disse.

Sonhos - Horas depois da eleição, em uma reunião com bispos e o presbítero presidente da Rema, Pr. Luiz Rodrigues Barbosa Neto, o bispo Carlos Alberto recebeu um relatório com informações da Região Missionária da Amazônia. “Já estou sonhando com a Rema. Os desafios me alimentam. Sonho com 3 ou 4 regiões dentro da Rema.Quero investir na liderança, valorizar muito o pessoal que está lá. Quero firmar parcerias e continuar o trabalho que já vem sendo desenvolvido. Isto é o que me move: sonhos.”

Quem representou a Rema no Concílio Extraordinário, fez questão de afirmar que o norte do país recebe o novo bispo de braços abertos. “Nós o recebemos como uma resposta de Deus. Oramos, jejuamos e clamamos durante 40 dias e o bispo Carlos Alberto foi eleito. Esta é a resposta. Nós acolhemos o agir de Deus através desse homem”, revela o pastor Luiz Rodrigues Neto.

Perfil - O bispo Carlos Alberto Tavares Alves tem 42 anos de ministério pastoral no Rio de Janeiro, 1ª Região Eclesiástica. Nos últimos dez anos ele esteve a frente da Igreja Metodista Central em Teresópolis.

“O meu ministério é um ministério de sonhos, de visão. Tem se caracterizado por implantação de igrejas. Eu creio que nos últimos 15 anos, nós conseguimos implantar 15 igrejas novas. Tem sido assim, um ministério voltado para a evangelização, avivamento espiritual, preocupado com as pessoas e investindo em líderes”, disse o novo bispo.

Transmissão - A reunião extraordinária do 19º Concílio Geral e a eleição episcopal foram transmitidas ao vivo pela internet. Centenas de pessoas acompanharam em tempo real  e também pelas redes sociais.

“Certamente, esse momento é um divisor de águas na vida da nossa Igreja Metodista. A eleição de um novo bispo para a Rema apontou novos rumos missionários, novas estratégias, surpreendentes ações de Deus em mobilizar o povo para a construção do Reino”, compartilhou no portal nacional da Igreja Metodista, Antônio Augusto de Souza.
O culto de consagração do bispo Carlos Alberto Tavares Alves será no dia 05 de janeiro na Igreja Metodista em Teresópolis, no Rio de Janeiro. A posse vai ser em Porto Velho, RO, no dia 14 de janeiro.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Em oração | 05.11.2021

Com o objetivo de mobilizar pessoas a orarem semanalmente e diariamente pelos propósitos selecionados pela área nacional da Igreja Metodista, te convidamos a participar da campanha EM ORAÇÃO. O versículo que conduz a campanha lembra a importância da oração para fazer qualquer coisa: ...porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5b).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães