Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

crianças em porto alegre

Crianças pedem paz e cumprimento das metas do milênio

PORTO ALEGRE, 11 de julho (ALC) - Cerca de 400 crianças com idade entre dois e 11 anos percorrerão, amanhã, ruas desta capital portando cartazes e exclamando palavras de ordem, numa mobilização que quer conscientizar os adultos sobre a necessidade da construção de uma cultura da paz pautada no respeito às Metas do Milênio estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2000.

A "Passeata pela Paz" integra as atividades do 16. Congresso Infantil, evento organizado pelo Colégio Metodista Americano de Porto Alegre entre hoje e amanhã. Este ano, as atividades do Congresso estão focadas no cumprimento das "Oito Metas do Milênio" assumidas pelos países membros da ONU com o intuito de enfrentar os desafios globais mais urgentes nos campos econômico, social e ambiental.

Em entrevista à ALC a coordenadora da Educação Infantil e das séries iniciais do Colégio Americano, professora Débora Heineck, disse que o Congresso Infantil pretende oferecer perspectivas práticas e sociais à educação, que, em muitos casos, fica restrita ao ensinamento puro e simples dos conteúdos.

Heineck enfatizou a importância dos alunos poderem refletir sobre a situação social brasileira para que, desde muito cedo, possam também exercitar a participação cidadã. "Considero importante que nossos alunos tenham contato com as outras realidades sociais que os cercam e compreendam, por exemplo, os motivos que levam crianças a venderem jornais nos semáforos das grandes cidades", assinalou.

Além da "Passeata pela Paz", as demais atividades do Congresso oferecem oportunidade às crianças de manifestarem pontos de vista em relação às temáticas debatidas através da elaboração de peças teatrais, confecção de pequenos jornais e apresentações artísticas.

O evento é promovido e sediado pelo Colégio Metodista Americano e reúne, além dos alunos da Educação Infantil até a 5. série do Ensino Fundamental da escola, estudantes dos Colégios Metodistas União, de Uruguaiana, e Centenário, de Santa Maria. As instituições de ensino público Rio Branco e Roque Calage, de Porto Alegre, e os pequenos da Casa de Assistência à Criança da Igreja Metodista (CACIM) também participam das atividades.

O itinerário previsto para a caminhada segue das dependências do Colégio Americano até a Igreja Metodista Wesley, onde será celebrado culto infantil ministrado pelo pastor Nivaldo Francisco Dias.

Dentre as temáticas contempladas nas "Oito Metas do Milênio" estão questões relativas à igualdade de gênero, trabalho infantil, inclusão social, educação básica, saúde das gestantes, redução da mortalidade infantil, preservação dos recursos naturais e combate às doenças sexualmente transmissíveis (DST).

"É claro que algumas dessas questões são tratadas de modo superficial com os pequenos, mas nosso objetivo maior é incutir nos alunos a força das ações conjuntas para a transformação da realidade social", avaliou Heineck.

O primeiro Congresso Infantil foi realizado em 1992, logo após a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com o tema "A situação da Criança no Brasil". Desde lá várias foram as temáticas debatidas: discriminação racial, trabalho infantil, direitos humanos, inclusão social, questão indígena, e o próprio ECA.

Este ano, ao discutir "As oito metas do milênio", o Congresso Infantil completa uma espécie de síntese das questões tratadas em edições anteriores. Os preparativos para a edição deste ano envolveram trabalhos realizados tanto na disciplina de matemática quanto na de filosofia, passando pela história, língua inglesa, ensino religioso e geografia.
------------------------------------------------------------------------------
Agencia Latinoamericana y Caribeña de Comunicación
Olazábal 2842
1428 Buenos Aires - Argentina
Teléfono (54 11) 4782 0804 - Fax (5411) 4784 7121
Correo-e: editora@alcnoticias.org
http://www.alcnoticias.org -
http://www.alcpress.org

Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães