Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

depoimento pastora Lurdes EUA

Um desafio do ministério da Missionária Lourdes Magalhães nos Estados Unidos

Pastora Lourdes conta como está o trabalho na igreja Davis Memorial

Já fizemos aqui na Davis Memorial United Methodist Church campanhas de oração sobre as questões imigratórias. Já estudamos livros biblicos como o de Rute, numa trajetória de imigrante de Noemi e depois de Rute que faz parte da linhagem de Jesus.
 
Agora estamos com a Vigília para logo mais às 20h. Essa iniciativa se deu após um workshop do qual fui convidada a participar nos dias 4 a 7 de Fevereiro, na capital em Washington DC.
 
A Igreja Medostista Unida tem um prédio ao lado Oeste da Casa Branca; é o único predio não governamental daquela área.
Ali pudemos entender a questão da lei de imigração segunda a Biblia no Antigo Testamento e as questões imigratória no Novo Testamento.
 
Foi um excelente encontro que resultou numa visita ao Congresso Americano. Visitei juntamente com mais 8 hispanos o gabinete da Congressista Nydia Velázquez, que é a representante dos hispanos no congresso.  Lá nos encontramos com o representante dela para assuntos de imigração, Max Trujillo, e foi um encontro marcante.
 
Fizemos três perguntas diretas a eles.
 
1. Feita por um pastor hispano - A deportação tem dividido famîlia inteiras. Pais separados de seus filhos, esposas amigos etc. Um Pedido emocionado de "Stop Deportation now" ("pare a deportação agora") foi o clamor desta pergunta.
 
2. Feita por um jovem hispano - Os milhões de jovens imigrantes que concluem o colegial e sonham com um futuro sufocado pelo não direito ao College ou Universidade por conta do status imigratório. Como resolver este problema?
 
3. Feita por mim - Eu disse que sou pastora brasileira que, juntamente com os milhões de imigrantes sofrem com a política imigratória sem condição de locomoção por causa da carteira de motorista que está cada vez mais inviável para tirar. Meu pedido foi para uma Reforma Imigratótria Compreensével e Anistia a todos os imigrantes já.
 
Em sua resposta o Sr Max Trujillo "the Senior Policy Advisor", nos disse que as pessoas vão até o congresso vão pedir cada um pela sua causa,  e nos parabenizou porque pela primeira vez fomos pedir um todo. Nossos pedidos envolviam se não todas, mas quase todas as necessidades dos imigrantes.
 
Foi muito bom e emocionante ter vivido essa experiência aqui nos EUA. Eu me senti útil na luta pela causa dos imigrantes. 
 
Antes de sairmos um último apelo emocionado que fizemos foi pela Reforma migratória, que é demorada, mas apelamos que a  congressista Nydia Velázquez intervenha para que acabem com as prisões e deportações já.
 
Antes de sairmos eu pedi para fazermos um oração, que foi feita pelo Rev Francisco Cañas, Diretor do Ministerio Plano Nacional Hispanos/ Latinos quen nos acompanhava nessa visita. Ao retornarmos e nos encontrarmos com outrps grupos que tinham visitado outros congressistas, vimos que foi uma experência marcante.
 
Nossa luta é para que haja uma Reforma Imigratória o mais rápido possível. Sentimos que o Presidente Obama tem muito o que fazer nesse país, mas os imigrantes ele não pode deixar de lado porque representam mais de 12 milhiões e os hispanos/ latinos nesse país vão chegar a 52% em 2025. Esse é um problema pelo qual ele vai ter que se interessar e muito em breve.
 
Oremos por isso.
 
Fiquem na Paz.
 
 
Rev Lourdes Magalhães
Davis Memorial United Methodist Church
405, Harrison Ave. Harrison - NJ, 07029 - USA
Tel.: (973) 484 9818, Mobile: (973) 856 4072



Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Geral, por Sara de Paula

Curso online | Comunicação na Comunidade de Fé

A Faculdade de Teologia da Igreja Metodista no Brasil oferece o curso on-line “Comunicação na Comunidade de Fé e a proclamação do Evangelho On-line”, com início em 23 de outubro.Como ser igreja on-line? Como preservar a missão da igreja em proclamar o evangelho de Cristo em meio a virtualização da fé? 

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães