Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

Expulsar demônios.

   Além de atuar como deão da Faculdade de Teologia da Umesp, o Rev. Josias Pereira atende em uma clínica particular. Muitos de seus pacientes são ministros evangélicos. Certo dia, um deles chegou ao consultório queixando-se que havia um demônio ao seu lado, acompanhando-o por todo lugar aonde ia.

 O psicólogo nem pensou em dissuadi-lo da idéia. "Se ele estava vendo o demônio, para ele era real, e era isso o que importava". Ao final de algumas sessões, porém, o próprio paciente chegou a uma conclusão: "esse demônio sou eu".

Nos dias de hoje, muitas igrejas ditas evangélicas realizam sessões de "descarrego" e "orações fortes" para expulsar demônios. Invariavelmente, esses demônios nada mais são do que a representação simbólica de culpas, ansiedades, dores físicas e emocionais, raivas contidas, desespero. Para esses "demônios" de nossa psique, gritos e gesticulações teatrais não resolvem. As pessoas exorcizadas podem até sair da Igreja sentindo-se aliviadas. Mas o efeito dura pouco; o remédio é só paliativo. Esses demônios só se expulsam com o remédio do médico dos médicos: a graça libertadora de Cristo.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Curso online | Comunicação na Comunidade de Fé

A Faculdade de Teologia da Igreja Metodista no Brasil oferece o curso on-line “Comunicação na Comunidade de Fé e a proclamação do Evangelho On-line”, com início em 23 de outubro.Como ser igreja on-line? Como preservar a missão da igreja em proclamar o evangelho de Cristo em meio a virtualização da fé? 

Geral, por Sara de Paula

Facebook do zero para Igrejas

Se você quer fazer o Facebook da sua Igreja Local, ou quer checar se as principais informações da sua página estão preenchidas, o vídeo de ferramentas de hoje é para isso.  O vídeo faz parte da série de dicas de ferramentas digitais para igrejas, que tem a proposta de otimizar a comunicação das comunidades de fé, especialmente nesse tempo de distanciamento social. 

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães