Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Faixa de Gaza

Conflito em Gaza

Carta Aberta ao Governo, Comunidade e Líderes Cristãos Evangélicos

Este apelo à paz feito pela liderança da Aliança Evangélica Mundial é em nome de todos aqueles que estão sendo afetados pelo conflito, residentes da faixa de Gaza, quer sejam Israelitas ou Palestinos. Que o Deus que dá paz a todos quantos lha pedirem, conceda este desejo às populações que vivem em Israel e na faixa de Gaza.

 

A Aliança Evangélica Mundial, que representa os cristãos em Israel bem como na faixa de Gaza, tem seguido com profunda preocupação os acontecimentos que têm se desenrolado em Israel e na faixa de Gaza. A destruição em Israel e em Gaza no que diz respeito a vidas humanas e bens materiais tem sido avassaladora;.oramos para que a paz de Deus reine na Terra Santa.

Estamos preocupados com as comunidades cristãs evangélicas que vivem no meio deste conflito, de ambos os lados.

Oramos por aqueles que perderam entes queridos e por aqueles que provocaram a morte de outros. Sabemos que o mesmo Deus que cura e perdoa anseia restaurar os quebrantados de coração. As nossas orações estão com todos eles.

Apelamos a todos os órgãos de soberania que façam tudo o que estiver ao seu alcance no sentido do término das hostilidades e violência subseqüente. Apelamos a todas as facções para ficarem diante de Deus, o doador da vida e de sabedoria, que liberalmente dá sabedoria a todos quantos lha pedirem. Apelamos a todos quantos tomam decisões que ouçam a voz da razão dentro dos seus próprios comandos e que façam o máximo ao seu alcance para assegurarem que estes acontecimentos não se repitam.

Apelamos também à comunidade internacional que responda cuidadosa mas resolutamente a esta crise. Os sentimentos estão extremamente à flor da pele; não é tempo de atribuir culpas, mas de responder com preocupação a todos quantos estão passando por este drama. Apelamos à comunidade internacional que trabalhe com dedicação no sentido de trazer um fim à crise decorrente e que faça todos os esforços ao seu alcance para remover todas as causas do conflito.

É difícil imaginar que o conflito Israel-Palestina alguma vez se resolva. Entendemos que é extremamente complexo e que precisa de muito trabalho para que a confiança seja edificada e para que haja vontade política de ambos os lados. No entanto, atrevemo-nos a sonhar juntos com um Médio Oriente onde Árabes e Judeus sejam capazes de desfrutar uma vida pacífica em conjunto.

O Deus que está perto quer abençoar o povo Judeu mas não às custas do povo Árabe e Ele quer abençoar o povo Árabe mas não às custas do povo Judeu. Todos chamamos a Abraão, amigo de Deus, e também pai da nossa fé. Por ele e pelo nosso Deus que este conflito nos eleve a um lugar onde Deus derrame o Seu amor por todas as pessoas nos nossos corações. Que isto inspire aqueles que podem tomar decisões políticas bem como as famílias atingidas, e especialmente aqueles que perderam entes queridos. Que as suas mortes não tenham sido em vão, mas com o propósito de criar um mundo melhor, para a glória de Deus.

Apelamos a todos quantos estão empenhados em orar e jejuar pela paz no Oriente Médio. Especialmente pedimos aos que fazem parte da família da Aliança Evangélica Mundial que orem por esta causa. Pedimos ainda que as Igrejas e que cada cristão responda generosamente ao desastre humanitário criado por este conflito.

Dr. Geoff Tunnicliffe - Diretor Internacional da Aliança Evangélica Mundial

Reverendo Harry Tees - Embaixador na Terra Santa da Aliança Evangélica Mundial

 


Posts relacionados

Geral, Liturgia, Escola Dominical, por Sara de Paula

Liturgia para o dia dos pais 2017

Confra a sugestão de programação e liturgia para celebração do Dia dos Pais, que acontece em 13 de agosto, segundo domingo do mês.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães