Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

reflexão SOBRE ECUMENISMO E CONVERSÃO

Sobre ecumenismo e conversão


O movimento ecumênico ainda é incompreendido. Não...não vou tentar explicar o que seja ecumenismo e muito menos tentar convencer alguém de que o dialogo ecumênico é importante para o crescimento do Reino de Deus - que, no meu entendimento, é mais importante do que as denominações. Ecumenismo é mais do que teoria. Não saberia explicar... é um desejo de paz, de respeito, defino assim: ecumenismo é sentimento! Não é para aqueles que têm corações duros, cauterizados, rancorosos, soberbos, auto-suficientes, absolutistas. Não... Ecumenismo é para quem ainda carrega a poesia na alma.

Da mesma forma que dizem que uma Faculdade de Teologia não faz pastores, estou chegando à conclusão que ser ecumênico não se aprende, a pessoa sente, ou melhor, se converte ao Evangelho de Jesus. Como uma Faculdade de Direito não faz bons advogados (nem pastores), uma Faculdade de Psicologia não faz bons psicólogos (nem pastores) e assim por diante, nada neste mundo faz alguém ser cristão ecumênico... neste mundo não! "É preciso nascer de novo", é preciso ter um olhar à frente da realidade e isto, infelizmente, não é privilégio de muitos.

Para ser ecumênico tem que se ter certeza de sua identidade e fé... é necessário não desejar ser "dono da verdade", nem distorcer o Evangelho, aliás, é preciso conhecer o Evangelho. Aqueles que são contra o dialogo ecumênico são exatamente os pseudo-evangelizadores, que reduzem a evangelização a combater o catolicismo e Maria e apregoar um moralismo barato, inquisidor e hipócrita. São os "soldados de Jesus" (apesar de Jesus nunca ter mencionado que precisasse de soldados), que vivem numa "batalha espiritual", mas não atentam para as mazelas que cercam os seus corações e a sociedade todos os dias. Na verdade, sinto compaixão por essas vidas. Porque para esses, ter somente o diabo como inimigo não é suficiente, precisam de mais. Precisam lutar contra os católicos, contra protestantes progressistas, contra a tradição das Igrejas históricas, e enquanto isto, a verdadeira face do diabo se mostra na corrupção desse país, na miséria, na venda descarada da mensagem do Evangelho..."Cegos que guiam cegos", "Coam o mosquito e engolem o camelo..."(Mt 23.24)

Se existe uma chance para a paz, esta vem por meio da tolerância, seja ela religiosa, social, étnica...o Evangelho de Jesus é maior do que esta mensagem individualista que hoje invade igrejas, rádios e televisão. Sou ecumênico porque sou cristão! Porque sou um seguidor de Jesus, porque ainda creio que possa haver paz e diálogo e também porque preciso viver o Evangelho que proclamo...e que eu saiba, o Evangelho é um só e não há outro.

Pastor Antonio Carlos Soares dos Santos.
Igreja Metodista em Vargem Alta e Valão do Barro-1a RE

 


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Nota de falecimento: Rev. Antônio Olímpio de Santana

Com pesar informamos o falecimento do Rev. Antônio Olímpio de Santana, na noite da última sexta-feira, dia 16, em decorrência de um câncer no estômago. Antônio era pastor aposentado da 5° Região Eclesiástica, e esposo da pastora Romilde Santana. O Pastor Antônio residia na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo e sua colaboração para missão metodista brasileira é de grande relevância, destacando-se seu papel como foi o fundador do CENACOR, Comissão Ecumênica de Combate ao Racismo, inspirando a trajetória de muitas pessoas.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães