Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

Remne Concilio Geral


Antes da aprovação do repasse de cotas para a Remne - com 129 votos a favor -- a Bispa Marisa Coutinho fez um pronunciamento no qual buscou esclarecer a realidade de sua região e a necessidade de parcerias:


"A região missionária não é um problema do Nordeste, é um problema do Brasil. Somos um povo discriminado, pobre, e com os maiores índices de morte por desnutrição do país. Somos conexionais e recebemos apoio financeiro das regiões, mas precisamos de quem venha conosco somar, de recursos humanos. É preciso conhecer para avaliar melhor, dignificar quem tem honra. As cotas devem ser congeladas, sim, mas não estranguladas... Caso contrário, 35 obreiros não terão recursos para sobreviver.

Não pudemos receber dois novos pastores da nossa própria região porque não tínhamos recursos para acolhê-los. Um foi recebido por parceria com a 3ª Região, por um período de dois anos, num projeto de expansão missionária. Nós só podemos aumentar o corpo pastoral quando tivermos condições financeiras. E é preciso assumirmos juntos esta responsabilidade, e não reproduzir informações equivocadas da "rádio corredor" a nosso respeito."


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

IPA

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães