Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 15/02/2013

Testemunho Quase três anos para realizar um sonho chamado Sophia

As bênçãos de Deus precisam ser compartilhadas. O testemunho da semana é do casal Elaine Cristina Candido e Felipe Candido de Oliveira. Eles são membros na Igreja Metodista em Jardim Arisi-SP e ambos ativos no ministério de louvor local. Leia abaixo!

"Depois de quase três anos de tentativas frustradas, eu e meu marido resolvemos procurar um médico pois desconfiava que algo estava fora da normalidade pela demora em engravidar. Em um dos médicos que fui, ouvi a pior noticia que um casal poderia ouvir: éramos considerados um casal “infértil”. Quando saí do consultório chorei muito e quando liguei o rádio estava tocando a música “QUÃO GRANDE É O MEU DEUS, CANTAREI QUÃO GRANDE Ó MEU DEUS, TODOS HÃO DE VER, QUÃO GRANDE É O MEU DEUS” decidi que aquela seria minha canção.

Confrontamos aquele diagnostico com o parecer de outros dois médicos, que nos orientaram a procurar grupos de reprodução humana ao invés disto optamos por entregar nas mãos de DEUS e deixa-lo agir, não iríamos fazer nem um tratamento especifico.

No início de fevereiro de 2012 soube do resultado do último exame e não havia mais o que fazer. Fomos no 4º Acampaviva (17 a 21/02/12) e eu estava a frente da juventude e quando iniciei o 1º culto doAcampaviva, falava sobre as perspectivas, ansiedades e respostas que buscamos quando estamos em um lugar assim e no nosso caso, engravidar era o meu desejo.

Em umas das ministrações, meu marido tocava bateria quando impactado pelo Espírito de Deus, debruçou-se sobre a bateria e só chorava. Após o culto ele me contou que tinha tido uma visão, via nosso filho no gramado brincando com ele, foi tão nítido que até olhou para fora imediatamente. Choramos muito e sentimos que DEUS estava no controle de nossa causa.

Um mês após o Acampaviva, descobri que estava grávida, para a honra e glória do nosso Deus!

Em meio a tanta alegria, minha luta estava apenas começando. Descobri que minha gravidez era gemelar e apesar da surpresa a alegria era enorme. No exame morfológico, descobrimos que um dos bebês tinha Acrania (não tinha os osso da cabeça), não iria sobreviver após o parto.

Em meio as lágrimas DEUS nos sustentou a cada dia e colocou os melhores especialistas para cuidar de nós. Minha gravidez se tornou totalmente de risco e só um milagre para que o outro bebê que era perfeito sobrevivesse. E assim foi, cada dia que passava era um milagre e no dia 20 de setembro de 2012, elas nasceram (Sophia e Júlia). A Júlia o Senhor recolheu e a Sophia foi o nosso mais lindo presente.

Enfrentou 30 dias de UTI, muitas orações de nossa parte, mas tudo correu muito bem, surpreendendo os médicos e no dia 20 de outubro tivemos alta, mais uma vez para a glória do Senhor.

Em 2013 fomos ao 5º Acampaviva e pude em um dos cultos contar nosso testemunho com a Sophia no colo, foi um momento lindo onde testifiquei que Deus é fiel pra cumprir suas promessas. E se você se identificou com essa história acredite: sua hora vai chegar!como a nossa chegou e hoje curtimos com muito amor o nosso milagre!

Nosso Deus faz como Ele quer, Ele nos ama e é Fiel pra cumprir, não se esqueça disto!

Fiquem na paz!"

Elaine, Felipe e nosso milagre Sophia


Posts relacionados

Em oração, Geral, por Sara de Paula

Em oração | 07.01.2022

Com o objetivo de mobilizar pessoas a orarem semanalmente e diariamente pelos propósitos selecionados pela área nacional da Igreja Metodista, te convidamos a participar da campanha EM ORAÇÃO. O versículo que conduz a campanha lembra a importância da oração para fazer qualquer coisa: ...porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5b).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães