Publicado por Sara de Paula em Geral | 15/01/2020 às 17:28:18


Carta pastoral Vivem em Unidade


Acesse gratuitamente a Carta Pastoral de 2020 sobre o tema do ano: Discípulas e Discípulos nos caminhos da missão vivem em unidade

Abaixo você confere a introdução do documento, e em seguida os links para baixar a Carta Pastoral em .pdf, ou em formato de impressão para promoção de estudos bíblicos ou outras atividades. 

Divulgue o conteúdo na sua Igreja Local e redes sociais. Acesse no final desse conteúdo os links para as publicações oficiais em nossas redes. 

Carta Pastoral Discípulas e Discípulos nos caminhos da missão vivem em unidade

Introdução

Em João 17.23, Jesus ora para que suas discípulas e discípulos sejam “aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amastes a mim”. Há uma série de grandes e profundas verdades neste pequeno versículo que temos deixado passar ao largo em nossa vivência diária da fé. A unidade é um requisito que aponta para três confirmações ou testemunhos: 1) que Jesus é o enviado de Deus; 2) que Deus ama o ser humano; 3) que Deus ama o seu Filho, Jesus.

A vivência relacional de nossa fé, como cristãs e cristãos, é apontada por Jesus Cristo como um selo de autenticidade, que demonstra o seu envio da parte de Deus. O mundo reconhece Jesus como Senhor quando a Igreja vive e pratica a unidade. O pecado isola e separa as pessoas. A salvação as restaura e as une. A unidade é um testemunho inegável de que algo sobrenatural acontece entre as pessoas da comunidade de fé. Quando a Igreja se desagrega, ela enfraquece o poder deste testemunho salvífico! A unidade da Igreja também é sinal, segundo Jesus, de que as discípulas e discípulos são amados por Deus.

O amor de Deus pelas pessoas é refletido no amor entre as pessoas. Sem amar a irmã e o irmão que vemos, diz João, não é possível dizer que amamos a Deus (cf 1Jo 4.20). De certo modo, Jesus também afirma aqui que o amor de Deus pelas pessoas não é visto ou percebido como testemunho quando as pessoas da comunidade de fé não se amam. De fato, um grande escândalo que sempre afasta as pessoas não-convertidas da Igreja é a incongruência entre o discurso de amor e a prática do afastamento. Por fim, Jesus amou e se deu por suas discípulas e discípulos. Orou pela unidade. E quando Deus atende a essa oração, para que a Igreja seja de fato uma unidade, o amor de Deus porJesus é demonstrado. Assim Jesus entende.

Por isso Ele ora. Somente estes três pontos já nos devem gerar temor, quebrantamento e arrependimento quando refletimos sobre a unidade na Igreja, não apenas em nosso nível local, mas na própria história eclesiástica. Estamos interferindo na resposta de Deus a essa oração de Jesus quando resistimos ao chamado à unidade, por qualquer motivo que seja!


BAIXE AGORA O DOCUMENTO

   

 


 

ACESSE E COMPARTILHE CONTEÚDO NA SUA REDE SOCIAL FAVORITA

      


CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O MANUAL DE IDENTIDADE DO LOGO "VIVEM EM UNIDADE"

 

 


Tags: sem tags no momento!