Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral | 13/09/2013 às 23:42:52

Estudo sobre doação de sangue Bispa Marisa

Um Doador de Sangue salvou minha vida.

 

Você me lembra muito a sua mãe (ou o seu pai). É a cara dela.

Esta é uma frase afirmativa que se ouve corriqueiramente. Traços físicos permitem que identifiquemos a imagem de alguém em um/a outro/a alguém. Pode-se afirmar que filhos/as são imagem e semelhança física dos/as pais/mães; porém o mesmo não se dá quanto ao caráter de filhos/as em relação a pais/mães (biológicos ou adotivos). Aparência física é determinada, porém caráter e valores são aprendidos e/ou escolhidos.

 

 

I - Imagem e semelhança com Deus.

A Bíblia afirma que Deus criou a humanidade com esta marca: imagem e semelhança com Ele. Mas quando se olha para ela, pergunta-se: em que se parece com Deus? Em aparência física não há como. Seria, então, em quê?

Estudando a Bíblia Wesley afirma: esta semelhança é Natural  (Deus criou a todos/as para terem a mesma natureza Dele: livre, com capacidade de escolhas) ; Política (com capacidade de conviver em grupo e organizar-se beneficamente nesta convivência); Moral (com capacidade de ter o caráter Dele: ser bom, ser misericordioso, ser justo...). Porém, as escolhas que o ser humano faz, desde o paraíso, confirmam que estabeleceu-se uma aliança com a rebeldia, desobediência e negação do caráter de Deus.Usando a gíria da moçada, de "sangue bom" a humanidade passa a ser "sangue ruim" -porque opta pela sedução do pecado (que é caminho largo e de auto promoção). Só por ser criatura de Deus o ser humano já não demonstra ser " a cara de Deus". Às vezes o que se vê é "a cara do Diabo".

E agora? Tem jeito?

II - Só com transfusão

Tem jeito, mas só com um recurso extremo: transfusão de sangue. É preciso retirar este, "sangue ruim" (ódio, idolatria, egoísmo - Gl.5:16 a21) e receber um sangue "bom" a ponto de descontaminar a humanidade de todo o caos do pecado!

Bem que Deus tentou medidas mais amenas: a vocação do povo de Israel, os/asjuízes/as e os/as profetas/isas. Não adiantou. Então o Pai radicalizou: resolveu vir Ele mesmo à terra e purificar a raça humana com seu sangue justificador. Jesus, Deus na terra, entregou-se para salvar o mundo.

III - Qual a função do sangue?

Na verdade são muitas e há tratados de medicina sobre elas, mas destaca-se aqui:

1 - O sangue é fornecedor de alimento para o corpo inteiro. Composto de células vermelhas, de células brancas e de plasma, o sangue carrega todo este alimento: Oxigênio, aminoácidos ( os" ingredientes das proteínas"), nitrogênio, sódio ( ingrediente do sal), potássio, cálcio, magnésio, açucar, lipídios e colesterol (gorduras que são fonte de energia, desde que na dosagem correta), hormônios ( como os da tireóide, os dos ovários, o hormônio adrenalina, etc) . Todo este alimento tem que chegar a cada uma das cem trilhões de casas do corpo humano (as células).

2 - O sangue é o responsável pela defesa do organismo.

As células brancas, ou linfócitos, circulam junto com o sangue e sua função é defender o organismo de tudo quequeira atacá-lo. Estas células vão de "soldado raso" à tropas de elite. Quando algum inimigo entra no corpo humano( vírus, bactéria, corpo estranho) estas células cercam o mesmo, tocam a "trombeta", o corpo fica todo em estado de alerta e convoca todas as forças de segurança. Só cessam ser trabalho quando vencem o inimigo ou quando são vencidos por ele. E tem também as plaquetas, que são o batalhão que impede os sangramentos - estas defendem o corpo de esvair-se em sangue quando há um corte ou um machucado. Para isto eles oferecem suas vidas como barreira para salvar todas as outras células do sangue.

3 - Purificação - O sangue é coletor e transportador de lixo para as usinas de reciclagem.: fígado, baço, pulmão e rins. Depois que aquelas cem trilhões de casas ( céls) são alimentadas, o sangue recolhe o "lixo": gás carbônico(Co2), metabólitos (restos de alimentos não usados ou transformados) hemácias "velhas" (células vermelhas que precisam se aposentar ou que já faleceram). Purificação e eliminação:

Pulmões - fazem a troca de CO2 por O2 , quando inspiramos ( enchemos o peito de ar) e expiramos (esvaziamos os pulmões).

Rins: filtram o sangue, separando o açúcar, os sais e eliminandoos metabólitos (uréia, ácido úrico, e outros via urina). É o que podemos chamar de "lavar no sangue".

Fígado e baço -’desmontam" as células vermelhas (hemácias) velhas, mantém o ferro e o leva à medula dos ossos ("tutano"), que produzirá novas hemácias - são estas células que transportam oxigênio e gás carbônico. Enfim, cada célula em cada corpo vive pela misericórdia do sangue. SANGUE É VIDA!

IV - O sangue de Cristo que nos nutre, defende e purifica.

Comparando as funções do sangue de Cristo, Cordeiro de Deus (João 1:29), aprendemos que:

1. Nutre - A vida de Cristo, sua obediência a Deus, suas escolhas são o que Ele chama de seu CORPO e seu SANGUE. E afirma: "Quem não beber do meu sangue e comer da minha carne não terá vida eterna. (João 6:53 -58)."A minha comida e a minha bebida é fazer a vontade do Pai"- disse Ele. Portanto, quando estamos com fome e sede de Deus, só podemos saciá-las se comermos da mesma comida que Cristo comeu. Cristo foi obediente a Deus até a morte - não cedeu ao pecado. Em conseqüência sua vida foi sacrificada numa cruz, o seu sangue foi derramado mas também PARTILHADO. Cristo deu da sua vida eterna a nós. Como o feijão que, enterrado, morre para que brote um pé de feijão inteiro e dê muito e muito fruto (feijão). Morrendo em obediência, Cristo alimenta-nos com esta mesma OBEDIÊNCIA.Se por um feijão (Adão) toda a plantação foi contaminada, também por um feijão, puro e limpo, toda a plantação foi salva.

Cristo é o pão que alcança cada habitante e cada lar de todo este planeta- o sangue dele (Sua vida em obediência) alimenta a todos/as.

2. Defesa - Ora, o pecado foi, e é , uma doença tão poderosa que o sangue humano não consegue defender-se dela . Ele mata com o ódio, ira, abusos, exploração, escravidão de mulheres, homens e crianças, descrença, e .... Como então salvar esta humanidade? Ora, com a vacina e soro, que estas doenças produziram no sangue de Cristo.

Vacinas - injeta-se no ser humano o próprio causador da doença (vírus ou bactérias), só que enfraquecido ou morto em laboratório. Quando é injetado no sangue humano, permite que as células de defesa criem resistência à doença. O próprio corpo humano produz a cura (anti-corpos), que são uma tropa de elite contra aquele/a inimigo. Num caso de urgência ou de risco de vida com a vacina ( ou até impossibilidade de desenvolver a vacina) usa-se o soro ( tal como contra mordida de cobra). Aplica-se já o remédio pronto. Então a pessoa não vence a doença "por sua própria vitalidade ou resistência mas pelo resultado de uma batalha que já acontecera dentro do corpo de outra pessoa".¹ Foi o que Cristo fez por nós: "Cristo, tornou-se perfeito mediante o sofrimento... "(Hb.2:10) "Porque tendo em vista o que Ele mesmo sofreu quando tentado, ele é capaz de socorrer aqueles/as que estão sendo tentados..." Hb2:18

Aleluia! O Sangue de um doente vencedor (Cristo) salvou todos/as os doentes perdedores/as.

3. Purificação - Por ação do Espírito Santo (João 16:5 a 11) o ser humano é convencido do quanto encontra-se deformado em sua semelhança e imagem para com Deus.O Espírito Santo faz isto confrontando a vida de Cristo com a vida do/a pecador/a. Chega-se ao arrependimento - este é o processo pelo qual cada célula ( ser humano) é purificada de suas toxinas (pecado). O símbolo de todo este processo é o trabalho de sangue humanoque "lava" o mesmo de todo o mal: nos pulmões, no fígado, no baço e nos rins. O sangue de Cristo sobre nós (a vida Dele) possibilita que o nosso sangue alcance a reciclagem. Ele mesmo disse: Mt. 26:28 -"Isto é o meu sangue da aliança que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados" (leia Hb.9:11 a 14). A vida de Cristo (seu sangue) permite que nos submetamos a Deus e a seu Espírito, trazendo luz às nossas trevas (pecados). A palavra de Deus (bíblia) é luz para os caminhos (Sl.119:105). Por meio da oração ouve-se a Deus. Por meio do jejum alimenta-se da submissão a Deus. Enfim, por meio de Cristo, e de todos os meios de Graça que Ele nos concede, passamos pelo filtro da purificação e da santificação.

CONCLUSÃO

Sem sangue não há vida. Sem a vida de Cristo não há vida eterna. Sem deixar-se lavar pelo sangue de Cristo não há salvação dos pecados. Louvado seja Deus, porque Cristo, vendo-nos moribundos/as em nossos pecados, transfunde-nos o seu sangue e nos dá vida.

Um doador de sangue salvou a minha vida. E a sua?

Episcopisa Marisa Ferreira - médica, teóloga e episcopisa da Região Missionária do Nordeste


Tags: sem tags no momento!