Publicado por Sara de Paula em Geral | 30/05/2018 às 14:21:15


Manifesto dos Bispos e Bispas Metodistas



 

Manifesto dos Bispos e Bispas Metodistas
CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O DOCUMENTO EM .PDF

 

“Assim fala o Senhor Deus: Grita forte, sem cessar, levanta a voz como trombeta e denuncia os crimes contra o meu povo e os pecados da casa de Jacó” (Isaías 58.1).

“E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança para sempre” (Isaías 32.1).

 

Diante da gravidade do momento político, social, econômico e ético que temos vivido, o Colégio Episcopal da Igreja Metodista no Brasil, sob a luz do testemunho do Evangelho, entende que a Igreja não pode se omitir, tendo em vista o sofrimento e as graves consequências de todo este cenário para toda a sociedade brasileira.

Consideramos que o movimento liderado pelos caminhoneiros e caminhoneiras é um dos reflexos da insatisfação que já se tornou visível no clamor organizado de outros segmentos da sociedade.

Como Igreja, nosso papel pastoral é profético, ministerial, reflexivo e educativo e deve ecoar onde nossa voz alcançar, reafirmando que “cremos no Reino de Deus e sua Justiça, que envolve toda a criação e que não existe nenhum valor acima da pessoa criada à Imagem e Semelhança de Deus”. Do mesmo modo, cremos que “todos os recursos técnicos e econômicos e os valores institucionais estão a serviço da dignidade humana na efetiva justiça social”.

Por isso, nos contrapomos:

  • A toda degradação moral e à banalização da ética e do decoro que deve estabelecer condições de respeito e de dignidade na convivência das relações humanas, bem como a aprovação de leis que firam a justiça social e equidade em um estado democrático de direito;
  • A toda prática de corrupção de omissão, de obstrução da verdade, da iniquidade na gestão da coisa pública, do abuso de poder, da improbidade administrativa;
  • À cultura da impunidade em qualquer cenário nacional e toda forma de ameaça à paz e à segurança da nação;
  • A toda elaboração e defesa de leis contrárias à dignidade humana, com especial foco àquelas que prejudicam a infância, a mulher, as populações negras e indígenas e que, notadamente, vão de encontro aos valores do Evangelho de Cristo;
  • À proposição de atendimento às demandas ora em tela, como a ajuda na questão dos combustíveis, às custas do repasse aos menos favorecidos e favorecidas, como a micro e pequenas empresas, trabalhadores e trabalhadoras autônomos, a agricultura e a pecuária de pequeno porte e a população em geral, sem redução de impostos, sem ajustes de gastos do governo e sem reforma política;
  • Ao recuo das iniciativas populares que resgatam a dignidade do povo sofrido e desesperançado.

Como discípulas e discípulos, no exercício da missão, vivência da fé e testemunho, o Senhor nos chama a sermos protagonistas da salvação. Como Igreja, Ele nos conclama a tomar atitude em defesa dos nossos direitos, de educação e saúde pública de qualidade, de trabalho digno, do gozo da vida no tempo da aposentadoria, do acesso à moradia, da alimentação saudável e digna e da preservação da segurança no mundo criado por Deus.

Existem vozes fortemente inconformadas e um clamor popular que manifesta insatisfação com as distorções das realidades apresentadas pela mídia. Diante da escandalosa ascensão ao poder de pessoas de duvidosa reputação, suspeitas de corrupção e com processos avançados de investigação, há em nós um sentimento de inconformidade. O item 5 do Credo Social da Igreja Metodista nos alerta que os problemas sociais são causa e efeito da marginalização passiva e ativa das pessoas.

Diante de todo esse caos, conclamamos o envolvimento de todos e todas num esforço conjunto da Igreja a interceder pelo nosso país, pelo bem das pessoas, famílias e movimentos sociais empenhados pela justiça, no reestabelecimento da justiça e da paz.

Recusemo-nos a participar desse processo de caos, negando-nos a comprar coisas por preços abusivos. Denunciemos as pessoas que, nesse meio, procuram perverter o direito, como comerciantes sem escrúpulos e pessoas que atuam como cambistas, comprando e revendendo produtos que são de primeira necessidade. Ao compartilhar informações sobre o assunto, verifiquemos sua procedência e não prestemos serviço aos caóticos e conspiradores de plantão, que deturpam causas justas para benefício próprio e de grupos.

Procuremos promover a paz em todos os âmbitos possíveis, colaborando e ajudando as pessoas envolvidas nos movimentos por justiça. Que atuemos, participando ativamente das manifestações que pedem redução de impostos, redução de benefícios concedidos a integrantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário que ferem a dignidade do povo. Essas manifestações incluem envio de projetos, abaixo-assinados, presença nas câmaras de vereadores das cidades, nas assembleias legislativas estaduais e nos espaços da Câmara e do Senado Federal quando são votados temas de interesse público; escrita de cartas e e-mails aos seus representantes partidários e outras ações democráticas.

Ouvi e atentai:

Homens e mulheres, adolescentes e jovens sensíveis aos valores da Justiça e da generosidade, manifestem-se contra tudo que afeta a vida do povo brasileiro. Está na hora da Igreja mostrar sua santidade e com integridade servir a Deus.

Lado a lado com a ação prática da cidadania, convocamos a todos e todas a reforçar o tempo em oração e jejum, atos de piedade e obras de misericórdia, à luz da Palavra de Deus, engajados e engajadas no labor e súplica, com fé e esperança, pois Deus permanece firme e fiel em seu propósito de salvar o mundo.

Convide todos os grupos possíveis e as pessoas a orarem e jejuarem por nossa nação. Lançamos o desafio de que nos dias 01/06/2018 nos empenhemos numa Vigília de Oração e no dia 03/06/18, nossos Cultos Vespertinos contemplem a meditação e a oração pela nossa Nação.

Façamos ouvir a nossa voz!

 

BISPO LUIZ VERGILIO BATISTA DA ROSA – PRESIDENTE DO COLÉGIO EPISCOPAL
BISPO JOSÉ CARLOS PERES – VICE-PRESIDENTE DO COLÉGIO EPISCOPAL
BISPA MARISA DE FREITAS FERREIRA – SECRETÁRIA DO COLÉGIO EPISCOPAL
BISPO PAULO RANGEL DOS SANTOS GONÇALVES
BISPO ROBERTO ALVES DE SOUZA
BISPO ADONIAS PEREIRA DO LAGO
BISPO JOÃO CARLOS LOPES
BISPO EMANUEL ADRIANO SIQUEIRA DA SILVA
BISPA HIDEIDE APARECIDA GOMES DE BRITO TORRES
BISPO FÁBIO COSME DA SILVA 


Tags: sem tags no momento!