Publicado por Sara de Paula em Destaques Nacionais | 27/09/2016 às 10:44:58


Relatório de Atividades do Bispo Paulo Lockmann como presidente do Conselho Mundial Metodista


Confira abaixo o relatório de atividades do Bispo Paulo Lockmann, enquanto Presidente do Conselho Metodista Mundial (World Methodist Council). O Bispo exerce o cargo desde o ano de 2012 e encerra suas atividades na função ao fim de 2016. A eleição de um novo presidente para o World Methodist Council aconteceu em agosto durante a 21° Conferência Mundial.

Você confere mais inforamções sobre a conferência no site do Jornal Expositor Cristão. Acesse aqui.

1) Uma Reflexão:

Refletindo sobre nossa missão como Conselho Metodista Mundial

"... Ele se manifestará a obra de cada um; para o dia a declarará, porque será revelada pelo fogo; e qual é o trabalho de cada um, o fogo provará." (1 Cor 3:13) .

Chegou a hora, depois de cinco anos, quando vamos avaliar o que temos feito. Afinal de contas, este é um ministério dado por Deus, e um dia daremos conta diante do próprio Deus. Esse tempo de pesquisa reflexiva é para nos ajudar a avaliar se estamos de fato correspondendo ao que temos recebido de Deus. Temos de reconhecer o quanto temos sido abençoados, e perceber como somos dependentes de Deus, e temos que ser humildes e cheio de gratidão.

Sabemos que não é Deus que nos deve favores, e, sim, devemos a existência desta comunhão que desfrutamos como povo metodista; aqui, vamos colocá-la aos pés do Senhor como o primeiro ato de quem quer ver aprovada a obra das suas mãos.

Eu gosto das palavras de João Batista aos seus discípulos, quando eles, incomodados pelo crescimento do ministério de Jesus, interpelam João Batista, " João respondeu: Um homem não pode receber coisa se o céu não é dado a ele." (João 3:27). O Conselho Metodista Mundial, nossas ações não podem realizar qualquer coisa aceitável a Deus, se na verdade, não reconhecermos que "do céu" é de onde cada boa ação, cada feito, provem. E como podemos ver, estes dias são preenchidos com muitos desafios e muitos frutos coletados de diferentes ministérios, e em tudo vemos a boa mão de Deus. Portanto, dizemos: Obrigado, Deus, por sua graça e misericórdia.

 

2 - Actividades

 

Ano de 2012

O ano de 2012 foi muito intenso. Minhas responsabilidades como Bispo presidente da Região da Igreja Metodista no Rio de Janeiro aumentou à medida que a nossa cidade preparou-se para ser a capital mundial de futebol em 2014 e a capital mundial dos jogos Olímpicos em 2016.

Começamos 2012, participando da Conferência Missionária Internacional em Jerusalém, entre 09 a 16 de janeiro, onde tivemos cerca de 150 metodistas que representando todos os continentes. A Conferência foi promovida pelo Instituto de Evangelismo Mundial, coordenado pelo Dr. Winston Worrel e do Comitê Mundial de Evangelismo, Bispo Michael Watson e Dr. Eddie Fox. Uma rica e desafiante experiência para todos os participantes.

No ápice da Conferência Rio + 20 sobre desenvolvimento sustentável em Junho de 2012, nossa sensibilidade com o Planeta Terra é uma resposta responsável perante a doutrina da criação, expressando a nossa solidariedade com aqueles ao redor do mundo que sofrem com as secas e outros desastres causados ​​pelas ambições exploratórias, sem critérios, dos recursos naturais.

Representei o Conselho Metodista Mundial, em alguns seminários durante a Conferência Rio + 20. Entendo que é urgente aprofundar essa discussão no Conselho e estimular as igrejas-membro a fazer o mesmo.

Nós estávamos no processo de criação da Fraternidade Wesleyana das Igrejas no Brasil. Durante as reuniões iniciais nos encontramos com irmãos e irmãs das seguintes igrejas: Metodista Wesleyana, Nazareno, Metodista Livre, Holiness e  Exército de Salvação. Nosso esforço tem como objetivo a integração de algumas Igrejas que não pertencem nem ao CIEMAL  (Conselho das Igrejas metodistas evangélicos da América Latina e Caribe) nem do nosso Conselho Metodista Mundial.

Durante agosto de 2012 participei do Seminário Evangelístico peruano como conferencista, com os nossos irmãos Dr. Eddie Fox, Winston Worrel e Bispo Michael Watson. Durante aquela semana Bispo Jorge Bravo enviou 10 líderes para estudar na nossa Escola de Missões em Teresópolis, Brasil.

Em setembro de 2012 eu representei  o Conselho Mundial Metodista na Conferência de Paz na Bósnia Herzegovina. Lá participei dos seguintes painéis:

1) Paz com Justiça - Isso é possível?

2) A pobreza como um desafio à paz.

3) Direitos Humanos e a construção de uma nova sociedade.

A nossa participação nestes eventos da Comunidade Santo Egídio é desejável e sempre bem vindas. Eu acredito que tudo o que fizemos para fortalecer o nosso relacionamento é uma necessidade.

No início de novembro, nos encontramos com Bishop Sarah Davis e Ivan Abraham para organizar a reunião da Comissão de Coordenação, considerou-se que a Escola Missões em Teresópolis, recepcionaria, mas decidimos fazê-lo na cidade do Rio de Janeiro.

Em dezembro eu deveria ter participado do Seminário de Evangelismo e Missões para a África, no Zimbabué, mas uma enfermidade me impede de fazê-lo.

 

Ano de 2013

Durante a minha permanência nos Estados Unidos, no início de 2013, participei de 23 a 24 de janeiroem Nova Iorque da reunião promovida pelo Bispo do Concílio da Igreja Metodista Unida no seminário sobre a Marcha Ecumênico da Igreja. Acompanhando-me estava nosso secretário-geral Bispo Ivan Abraham. Lá pude compartilhar nossa vocação ecumênica como WMC.

Agradeço o apoio e as orações dos irmãos e irmãs durante a minha doença nesse período. O período sabático de cinco semanas, período que tirei em Atlanta, em fevereiro, foi de uma grande ajuda para a minha recuperação. Eu também sou agradecido ao bispo Michael Watson e nosso irmão Dr. Eddie Fox que me ajudaram para ter esse momento sabático.

De 12 a 15 de março de 2013, tivemos a reunião do Comitê Diretivo do WMC, no Rio de Janeiro. Foi uma honra para nós receber os irmãos de diferentes partes do mundo, em uma reunião produtiva. Além de obter relatórios de diferentes comissões, nós trabalhamos na organização da reunião do Concílio. Os que permaneceram para o final de semana, visitaram nossas Igrejas e pregaram, uma experiência enriquecedora.

Entre 01 e 5 de março daquele ano eu representava o Conselho Metodista Mundial na grande Conferência promovida pelas Igrejas Alemãs, Kirche Tag. Participei de um seminário sobre a Igreja na América Latina. Durante essa semana, milhares de evangélicos de toda a Alemanha, e várias partes do mundo, deram seus depoimentos agregando valor e edificando os participantes. Foi uma reunião com expressão em todo o mundo e impacto Evangélico.

Por último, em Maio de 2013, participei das celebrações com as Igrejas de tradição Wesleyana pelos 275 anos da Experiência do Coração Aquecido. Participei também do painel a partir deste tema, Experiência, como presidente do Conselho Metodista Mundial, na Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

 

Ano de 2014

a) Logo após nossa conferência de 28 de setembro a 01 de outubro de2013, participei a 27ª Conferência Internacional da Paz, realizada desta vez em Roma, representando o nosso Conselho Metodista Mundial. Seus objetivos nobres foram os de tentar alcançar a paz no mundo em diferentes níveis, a partir da Família para as nações, através da coexistência pacífica entre as religiões.

A Conferência que teve a de maior interesse geral, durante estes dias e cerca de 2.000 pessoas participaram, incluindo líderes de várias nações.

Da mesma forma e à semelhança do ano passado, em Sarajevo, Bósnia, o tema da Paz e de Direitos Humanos permeia os diferentes painéis e palestras na Conferência.

Com uma celebração significativa, a Conferência começou, na manhã de domingo, 29 de setembro, na Catedral de St. Paul, um lugar de verdadeira obra de arte sacra, presidida e conduzida pelo cardeal Agostino Vallini, Vigário para a Diocese de Roma.

Várias igrejas, instituições e denominações como luteranos, anglicanos, Conselho Mundial de Igrejas, Patriarca de Antioquia, Patriarca de Atenas e líderes da Igreja Ortodoxa, judeus e muçulmanos estavam presentes ou enviaram seus bispos representantes.

Um clima de fraternidade e busca sincera para paz e justiça estiveram entre os participantes, em especialmente os povos do Oriente Médio e África.

Na Assembleia de Abertura, que contou com a presença do fundador da Comunidade de Sant 'Egidio, Dr. Andrea Riccardi e do Presidente do Conselho de Ministros da Itália, Dr. Eurico Lett.

 Entre muitos momentos significativos, recebemos o convite Papa Francisco para um encontro  que foi uma boa surpresa para nós. Neste momento especial, participaram somente 35 líderes de diferentes confissões de fé. No final deste encontro, o Papa Francisco enfatizou que para construir uma paz no mundo, um esforço de cada cristão deve ser feito e a esperança jamais deve ser abandonada.

A Conferência terminou na terça-feira,  2 de outubro de 2013, com uma marcha pela paz, nas ruas de Roma ao entardecer do dia.

Durante a conferência, eu fui responsável por fazer dois discursos em dois diferentes painéis, sob o título: "A coragem para a esperança: Religiões e culturas em diálogo". O segundo painel foi sobre a Unidade Cristã e a Fraternidade do Mundo. Em ambos tinham um grupo de mais de 300 pessoas de diferentes famílias cristãs, e também representantes do islâmicos, budistas e judeus. Todos os interessados ​​em alcançar a paz, mas muitos marcados por uma história de violência. Estes resultados reforçam a urgência do perdão e da reconciliação entre os povos e religiões.

Eu gostaria de observar e registrar que sempre fui calorosamente acompanhado e bem recepcionado pelos irmãos e irmãs da Comunidade de Sant' Egidio.

b) Fomos levados com profunda tristeza, em novembro de 2013, com a morte do nossa vice-presidente, Bishop Sarah Davis. Enviamos uma carta para a família expressando nossos sentimentos pela perda de serva do Senhor. Impossibilitados de comparecer à cerimônia de ação de graças pela vida do nossa vice-presidente Sarah Davis fomos representados por nosso secretário-geral, o bispo Ivan Abrahams.

A partir desta triste notícia, nós iniciamos o diálogo com membros do nosso Comitê Executivo, conduzido por nosso secretário-geral, de como substituir a ausência de Bishop Sarah Davis, após mais de dois meses de vacância. Através de e-mails e conversações telefonicas, tivemos um consenso no nome de Dr. Gillian Kingstone, para Vice-Presidente do Conselho Metodista Mundial. Este assunto importava a necessidade de reunir a Mesa, com o objetivo de integrar irmã Gillian para a função. Falamos sobre a reunião de setembro e através de um culto em nossa igreja em Dublin consagramos nossa irmã Gillian Kingstone como Vice-Presidente. Isto ocorreu no dia 01 e 2 de abril de 2014, na Igreja Centenary Methodist Church em Dublin - Irlanda. Família e líderes de nossa Igreja na Irlanda participaram da cerimônia de nossa irmã Gillian.
 

c) Em janeiro de 2014, incapaz de participar do Seminário Internacional sobre Evangelismo na Nigéria, preparei um vídeo, saudando todos os representantes das diversas Igrejas da África. Além de que o nosso Bispo Ivan Abraham nos representou.
 

d) Em junho, um convite da Associação de Professores de Evangelismo me levou para sua Reunião Anual, a partir de 18 a 20  de junho, onde tivemos a oportunidade de conferenciar por duas vezes sobre a visão Wesleyana para o evangelismo. Esta participação foi propiciada pelo Dr. Winston Worrel - Diretor de nosso Instituto de Evangelismo Mundial.
 

e) De 24 a 27 de julho de 2014, estive falando como presidente do Conselho Metodista Mundial na Conferência Rikindle a Chama, em Atenas, na Geórgia. Foi uma experiência de renovação espiritual. Eu tive a oportunidade de pregar duas vezes.
 

f) Necessito mencionar que participei do Seminário Internacional sobre Evangelismo, de  06 a 12 de agosto, em Recife-Brasil, sob a liderança do Dr. Winston Worrel, a qual também teve a participação do Dr. Eddie Fox. Nós demos uma contribuição significativa para o missionário do Nordeste do Brasil. Tivemos neste seminário 82 participantes.
 

Finalmente, devo dizer que 2013, foi um ano movimentado, pois além das atividades de presidente do WMC, eu era Presidente da Região da Igreja no Rio de Janeiro, na qual, no último Concílio Regional, multiplicou-se em duas Regiões Eclesiásticas devido ao crescimento tremendo que tivemos.
 

 

Ano de 2015

Nós nos encontramos em Londres, como oficiais do Conselho para discutir algumas questões do nosso encontro em Setembro, bem como a reunião do Conselho que acontecerá em 2016, mas principalmente nós unidos com a nossa Igreja na Inglaterra, para discutir questões que precisavam ser abordada nesta reunião. Nós compartilhamos momentos altamente enriquecedores ​​e piedosos com a nossa Igreja na Inglaterra. Além disso, abordamos o nosso relacionamento futuro em relação com o Epworth Reitoria e sua presença em nosso escritório em Roma.
 

a) Encontro dos Conselheiros em Londres - Casa Metodista: 2 a 4 de fevereiro de 2015
 

Lidamos com questões internas, como assuntos financeiros decisivos. Nosso tesoureiro Kirby, como sempre, deixou-nos saber dos desafios que estão por vir. Lembrando-nos dos compromissos e critérios que decidimos em Durban, os quais nós deveríamos voltar nesta reunião como: a campanha de fundos  que nos propusemos fazer, o grau de compromisso para este tema que os membros da igreja estão contribuindo.
 

Em relação ao nosso Concílio Mundial em Houston, temos estudado em detalhe todas as diferentes áreas de envolvimento da Igreja, incluindo membros do conselho, com a área eclesiástica do Texas. É uma reunião que merece a nossa atenção, agora, aqui mesmo. Nós discutimos em profundidade sobre o futuro do nosso papel como a Igreja Metodista Mundial.
 

No final, tivemos um jantar muito agradável com os líderes da Igreja na Inglaterra, foi um momento muito profundo de comunhão e de parceria.
 

b) Envolvimento com a Fraternidade Metodista Wesleyana.
 

Tenho procurado promover e incentivar a união possível entre Metodistas, Wesleyanos, Nazarenos, Holiness, Metodistas Livres e o Exército de Salvação. O Rev Clovis Paradela, Secretário Executivo de Planejamento e Desenvolvimento de Projetos da 1ª Região Eclesiástica no Rio de Janeiro, Brasil, vem coordenando juntamente com Bispo Ildo Mello da Fraternidade da Igreja Metodista Livre, um guarda-chuva para toda a família metodista. Houve momentos verdadeiramente maravilhosos onde nos unimos para partilhar e viver estas tradições e missões metodistas. Há uma reunião bimestral com os grupos organizados de Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.
 

Em novembro de 2014 eu estava participando da Igreja Metodista Livre, juntamente com a liderança de outras igrejas, eu pude transmitir a nossa visão da irmandade Wesleyana. No Rio de Janeiro, em Junho de 2015, nos congregamos com mais de 100 pastores e em reuniões de líderes sempre em diferentes igrejas.
 

Quando escrevi este relatório, em julho 2015, fui convidado para uma nova reunião com a Igreja do Nazareno, que ocorreu no dia 25 de agosto naquele ano, para discutir sobre "a tolerância e o diálogo inter-religioso", por causa dos muitos conflitos no mundo, incluindo o Brasil, entre católicos, evangélicos, pentecostais e outras religiões espirituais.
 

c) Apoiando o Metodismo Latino Americano.
 

No apoio ao Metodismo Latino Americano acompanhamos as pequenas igrejas, como a igreja do Peru, a Igreja Metodista da Venezuela, um dos três grupos de tradição Wesleyana que atualmente tinha na Venezuela. Bispo Juvenal Henry Perez Ramona foi a ligação e nosso apoio neste assunto. Bishop Ramona tinha esperança de ser bem recebido no WMC. A realidade era que esta igreja foi um dos focos do Instituto Mundial de Evangelismo, e, posteriormente, teve um grande impacto sobre a vida da Igreja. Dado à minha estreita relação, em parte por causa da minha habilidade de falar espanhol, que eles viram em mim a oportunidade de deixar-se crescer a sua identidade metodista. Eu estava presente na sua Conferência Anual, em outubro.
 

Como a Igreja Metodista do Rio de Janeiro, começamos ações missionárias com a Guiana Francesa, o único país da América do Sul onde não há Igreja Metodista. Atendendo também a crescente presença brasileira, especialmente em Caiena, este esforço já começou a tomar forma, como resultado das conversas que estamos tendo com Rev Juan Gattinoni, o secretário da América do Sul para a Junta Geral de Ministérios Globais, que, além disso, está a introduzir a Igreja Metodista no Caribe e integrando atividades missionárias.
 

Gostaria de afirmar que, como Presidente do Conselho Mundial é meu dever visitar todos os países, próximos e distantes, para espalhar a visão Metodista entre todas as igrejas.

Quanto a difícil matéria da imigração traz-nos à Guiana Francesa para esta reunião. A natureza cruel da guerra, que nos deixa com cenas horríveis de mulheres e crianças que morrem diante de nós, tragédias, tanto em terra e quanto em mar, traz desafios constantes e clama de nós, a Igreja global representada pelo WMC, para se impor ações de apoio e para minimizar esse sofrimento.

 

 

Ano de 2016

Continuamos este ano com o nosso envolvimento nos programas do Conselho de Missão da Igreja Metodista Unida e a Igreja Metodista do Caribe e da América, a fim de estabelecer uma missão metodista na Guiana Francesa.

 A Guiana Francesa é o único país da América do Sul que não tem a presença e o testemunho  Metodista.

Desta forma, operamos em ligações estreitas e visão missionária com essas Igrejas membros do WMC.

Além disso, eu conheci os oficiais do Conselho Metodista Mundial na instalação do nosso Escritório Ecumênico, em Roma, este ano, conduzido por Rev. Dr. Tim Macquiban. Nesta oportunidade, tivemos a chance de nos reunir com o papa Francisco, onde se aprofundar nosso diálogo com a Igreja de Roma.

Além disso, tivemos momentos de avaliação e discussão de nossa caminhada, e nos reunimos com líderes da Igreja da Inglaterra.

Eu pude representar o WMC na Missão Consultiva, organizado pelo Conselho de Ministérios Globais, antes da Conferência Geral da Igreja Metodista em Portland realizada de 04 a 07 de maio, onde fui um dos oradores. Todos os convites para participar desses eventos veio do Dr. Thomas Kemper, Administrador do Ministérios Globais.

 Finalmente, eu gostaria de registrar minha gratidão e o apoio durante estes cinco anos de nosso Secretário Geral Bispo Ivan Abraham e Barby Bowser, e toda a sua equipe e nosso Tesoureiro Diretor Sr. Kirby Hickey.

E da mesma forma como a minha equipe do Rio de Janeiro, Marcelo Gonçalves e Ester Machado Monteiro.

Como o salmista diz: "A graça de Deus é maior do que a vida"

 

Deus abençoe a todos nós,

 Seu irmão

     

Bispo Paulo Lockmann
Conselho Metodista Mundial
Presidente


Tags: sem tags no momento!