Publicado por Sara de Paula em Liturgia, Geral | 26/03/2021 às 17:44:41

Sugestões para Celebração Da Semana Santa - 2021

SUGESTÕES PARA CELEBRAÇÃO DA SEMANA SANTA - 2021

Clique aqui para baixar em PDF

Celebrar a semana santa é rememorar eventos fundantes da nossa fé. Nesta semana convidamos você e a sua comunidade para vivenciarmos esse período de forma muito especial, devocional. Em tempos de pandemia, onde muitas pessoas se sentem fragilizadas, entristecidas e sem esperança, encontramos na ressurreição de Jesus o anúncio da esperança de um novo tempo e o compromisso com o anúncio das boas notícias da Graça.

Não renuncie a possibilidade de vivenciar esse tempo nos seus momentos cotidianos de devoção e nem como comunidade de fé. A maioria dos templos estão fechados – assim, precisa ser por enquanto –, mas a igreja nunca fecha. Portanto, abra sua mente e seu coração, acolha seus irmãos e irmãs e viva uma excelente semana de Páscoa.

O que você encontra aqui?

  1. Sugestão de Celebração para o domingo de Ramos;
  2. Sugestão de Devocional para o Lava-Pés;
  3. Sugestão de Celebração para a Sexta-feira da Paixão;
  4. Sugestão de Celebração para o Domingo da Ressurreição.
  5. Links para os vídeos do Programa “Pra quem gosta de história” que podem ser utilizados com as crianças na Semana Santa.

 

SUGESTÃO DE LITURGIA[1]  DOMINGO DE RAMOS

 

ADORAÇÃO

  • Acolhida: Leitura Bíblica - Salmos 118.22-24

Dirigente: “A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a pedra angular. Isto procede do Senhor e é maravilhoso aos nossos olhos. Este é o dia que o Senhor fez; exultemos e alegremo-nos nele.”

  • Cântico (sugestões)

-Exaltai (https://www.cifraclub.com.br/igreja-biblica-da-paz/exaltai/)

-Com glória coroai (hino nº 130 -HE)

  • Oração de adoração
  • Cântico com as crianças: Com “D” de Deus (CD Evangelho convite pra paz, faixa n. 4). Disponível em: http://www.metodista.org.br/escola-dominical-musicas  [se possível, convide alguém para a tradução da letra em libras]
  • Leitura bíblica responsiva:    Salmo 118.1 ao 4 e Lucas 19.36-38

Mulheres: Deem graças ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.
Homens: Diga, pois, Israel: “Sim, a sua misericórdia dura para sempre.”
Mulheres: Diga, pois, a casa de Arão: “Sim, a sua misericórdia dura para sempre.”
Homens: Digam, pois, os que temem o Senhor: “Sim, a sua misericórdia dura para sempre.”

Dirigente: À medida que Jesus avançava, as pessoas estendiam as suas capas no caminho. E, quando Jesus se aproximava da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos começou, com muita alegria, a louvar a Deus em alta voz, por todos os milagres que tinham visto. Diziam:

Crianças: “Bendito é o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas maiores alturas!”
 

CONFISSÃO

  • Chamado à confissão: Leitura Bíblica de Salmo 118.19,20

Dirigente: “Abram as portas da justiça para mim; entrarei por elas e darei graças ao Senhor. Esta é a porta do Senhor; por ela entrarão os justos.  Jesus entrou no templo e expulsou todos os que ali vendiam e compravam. Derrubou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas. E disse-lhes: — Está escrito: “A minha casa será chamada ‘Casa de Oração’.” Mas vocês estão fazendo dela um covil de salteadores. Cegos e coxos se aproximaram de Jesus, no templo, e ele os curou.”. [Convidar a comunidade para um tempo de oração silenciosa.]

  • Oração de confissão
  • Palavra de Esperança: “Deem graças ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.” (Salmo 118.29)

LOUVOR

  • Expressões de louvor a Deus: “Eu louvo ao Senhor porque...” (convide a comunidade para expressar motivos de louvor a Deus).
  • Cânticos. Sugestões:

- Hosana (CD Cristo em mim, faixa n. 10 - www.metodista.org.br/escola-dominical-musicas;
- Hosana (https://www.cifraclub.com.br/vencedores-por-cristo/hosana/)
- Ele é exaltado
- Louvor e glória (hino nº 111 - HE)

EDIFICAÇÃO

  • Leitura Bíblica: Mateus 21.12-14

[Jesus afirmou que Ele é a porta, e por meio dEle temos a salvação. Cegos e coxos se aproximaram de Jesus e foram curados. Estavam no templo, mas não era o templo que podia salvá-los.  Mais do que estar no templo, do que pertencer ao templo, precisamos nos aproximar de Jesus, pertencer a Jesus. Ele é a nossa salvação, Ele é a porta que nos justifica e nos aproxima de Deus.]

DEDICAÇÃO E ENVIO

  • Comunidade: “O Senhor é a minha força e o meu cântico, porque ele me salvou.
    Nas tendas dos justos há voz de júbilo e de salvação; a destra do Senhor faz proezas. A destra do Senhor se eleva, a destra do Senhor faz proezas.
    Não morrerei; antes, viverei e contarei as obras do Senhor. (Salmos 118.14-17).
     
  • Oração Final
  • Benção Final

[Sugestão de Benção cantada: http://www.metodista.org.br/videos/a-paz-do-senhor/?autoplay=1 ]

A Paz do Senhor

É assim como o Sol.

Esperança e luz pra você.

Nos mostrando que a vida renasce no amor

E que Deus é presente em nós.

 

 

SUGESTÃO DE DEVOCIONAL PARA O LAVA-PÉS[2]

 

[Providenciar uma mesa e organizar o altar contendo uma Bíblia, uma jarra de água, uma bacia, ou uma imagem do altar da sua ou de outra comunidade, com esses elementos que simbolizam o lava-pés]

Em tua casa, celebrarei a Páscoa – Mt 26.8

  • Acolhida
  • Leitura Bíblica: “Penso nos Seus caminhos e volto os meus pés para os Teus testemunhos. Lâmpada para os meus pés é a Tua palavra; ela é luz para os meus caminhos.” (Salmo 119.59,105)
  • Cântico: Tua Palavra é Lâmpada

Tua Palavra é lâmpada para os meus pés, Senhor.
Tua Palavra é lâmpada para os meus pés, Senhor.
Lâmpada para meus os pés e luz,

luz para meu caminho.
Lâmpada para meus pés e luz,
luz para meu caminho. (Baseado em Salmo 119.105 – Adapt. Simei Monteiro)

Disponível em: (Tua Palavra é Lâmpada – Hinologia Cristã)

  • Oração de Adoração e Louvor
  • Dirigente: Nos reunimos hoje para trazer à memória o momento em que Jesus, prestes a passar pelo sacrifício da cruz, mais uma vez ensina seus discípulos sobre humildade, acolhimento, perdão e serviço.
  • Leitura Bíblica:  Salmo 41.9 - João 13.18-19

“Até o meu amigo íntimo, em quem eu confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.”

“Não falo a respeito de todos vocês, pois eu conheço aqueles que escolhi. Mas é para que se cumpra a Escritura: “Aquele que come do meu pão levantou contra mim o seu calcanhar.” Desde já lhes digo isso, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vocês creiam que Eu Sou.”

  • Reflexão - Sugestão: Falar sobre o amor incondicional de Jesus. Mesmo traindo Jesus, Judas experimentou desse amor. Jesus lavou os pés de Judas também (Jesus lavou o pé, o calcanhar, que contra Ele se levantou!). Trazemos a memória essa ação amorosa de Jesus e queremos reafirmar nosso compromisso com esses valores cristãos: humildade, acolhimento, perdão e serviço.
     
  • Cânticos (sugestões)

- Amor que vence (hino nº 38- HE)

- Nem um momento só (Vencedores por Cristo)

(https://www.letras.mus.br/grupo-semente/1063959/)

- A Paz do Senhor - vídeo disponível em:

(https://www.youtube.com/watch?v=q0lFFk6WufM&list=PLnu4CxcBue8fNBIa9YsI778SfrfczvbF9&index=4)

 

  • Oração de intercessão: para que Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, nos anime e nos fortaleça, e que dia após dia, estejamos disponíveis ao Seu serviço e sejamos testemunhas vivas do Seu amor para com a humanidade.
  • Leitura Bíblica: João 13.1-17
  • Dirigente: o simbolismo do lava-pés nos remete também à oportunidade que temos de sermos uma igreja acolhedora que promove o descanso e o refrigério para os corpos cansados, enfermos, entristecidos e desesperançados diante desse contexto de pandemia. Que sejamos instrumentos do amor de Deus, acolhendo, perdoando, oferecendo da água viva, que é Jesus Cristo.
  • Leitura Bíblica: Salmo 23.3 - “Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.”     
  • Cântico:

-Que a luz de Cristo brilhe – vídeo disponível em:

https://www.youtube.com/watch?v=XHZ3ssJVG0M&list=PLnu4CxcBue8fNBIa9YsI778SfrfczvbF9&index=7

 

  • Oração final

 

SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO PARA A SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO

 

SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO PARA

 A SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO[3]

A morte de Jesus é ofuscada pela ressurreição, e isso não poderia ser diferente porque o nosso Mestre venceu a morte. No entanto, rememorar a dura experiência de Jesus na cruz nos ajuda a entender o seu poder sobre a vida, bem como o valor do seu amoroso sacrifício. Neste ano, por meio de um diálogo entre os salmos e os evangelhos, convidamos você a rememorar essa importante experiência, relembrando o escárnio que Jesus sofreu, a angústia que ele sentiu, suas necessidades não respondidas de forma digna e seu compromisso de entregar-se em sacrifício que nos garante livre acesso ao coração de Deus.

  • Acolhida
  • Oração Silenciosa

“Todos os que me veem zombam de mim...”

 

  • Dirigente:

Jesus sofreu zombarias e escárnios das pessoas que não acreditavam ser Ele o Messias. Enquanto viveu neste mundo, conviveu com a incredulidade e a desconfiança de muita gente. Na crucificação, tal incredulidade o feriu de forma cruel, e foi tão violenta quanto os pregos em suas mãos e pés. O salmista Davi expressou tal angústia e cantou o sofrimento do Messias:

[convidar uma pessoa para ler Salmo 22.7-8]

“Todos os que me veem zombam de mim; fazem caretas e balançam a cabeça, dizendo: “Confiou no Senhor! Ele que o livre! Salve-o, pois nele tem prazer” Salmo 22.7-8.

  • Dirigente: e assim aconteceu com Jesus:

[convidar uma pessoa para ler Mateus 27.39-44]

“Os que iam passando blasfemavam contra ele, balançando a cabeça e dizendo:

— Ei, você que destrói o santuário e em três dias o reedifica! Salve a si mesmo, se você é o Filho de Deus, e desça da cruz!

De igual modo, os principais sacerdotes com os escribas e anciãos, zombando, diziam:

— Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar. É rei de Israel! Que ele desça da cruz, e então creremos nele.

Confiou em Deus; pois que Deus venha livrá-lo agora, se, de fato, lhe quer bem; porque ele disse: “Sou Filho de Deus.”

Também os ladrões que haviam sido crucificados com ele o insultavam”

  • Breve reflexão [sugestão]: Jesus sofreu julgamentos injustos e ofensas que tanto o maltrataram. Vivemos um tempo em que as redes sociais se tornam tribunais, onde muitas pessoas se dedicam a julgar, insultar, ofender umas às outras e assim, neste processo de crucificação do seu semelhante, a humanidade segue se matando. Jesus nos convida a estabelecer relacionamentos de amorosidade, acolhimento e sustento de quem está frágil. Foi assim que ele agiu com o ladrão da cruz.
  • Cântico [ sugestões] :

Amor que vence (Hino 38 do H.E.)

Abriu mão da Sua glória (https://www.letras.mus.br/casa-de-davi/322021/_

  • Oração.

...não tenho sossego.

  • Dirigente: Davi dá início a sua poesia no salmo 22 expressando desassossego, incerteza e angústia:

[convidar uma pessoa para ler Salmo 22.1-2]

“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que se acham longe de minha salvação as palavras de meu gemido? Deus meu, clamo de dia, e não me respondes; também de noite, porém não tenho sossego”. Salmos 22.1-2

  • Dirigente: Nas palavras de Jesus na cruz, também encontramos tal angústia e desamparo diante daquele momento terrível:

[convidar uma pessoa para ler Mateus 27.46]

“Por volta de três horas da tarde, Jesus clamou em alta voz, dizendo: — Eli, Eli, lemá sabactani? — Isso quer dizer: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27.46.

  • Breve reflexão [sugestão]: em tempos sombrios, onde a dor e a morte estão presentes, angústia, choro e sofrimento, revelam não só a nossa humanidade, mas também a nossa sensibilidade. Jesus viveu a radicalidade da humanidade e, nesta vivência abre espaço para que expressemos as nossas dores, angústias e incertezas. Ao entregarmos nossas dores e sofrimentos ao Senhor, ao lamentarmos diante da sua presença, encontramos acolhimento, alívio e sobretudo a palavra do Ressuscitado: “E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos” Mateus 28:20.
  • Cântico: HE 389 Abrigo no Temporal (disponível em https://www.hinarioevangelico.com/2010/04/389-abrigo-no-temporal.html)

...Tenho sede.

  • Dirigente: No salmo 69, o salmista expressa a angústia da solidão e do desamparo, a dor que é não ter suas necessidades preenchidas e o consolo oferecido:

[convidar uma pessoa para ler Salmos 69.20-21]

“As afrontas partiram o meu coração, e desfaleci. Esperei por piedade, mas foi em vão. Esperei por consoladores, mas não apareceu ninguém. Por alimento me deram fel e na minha sede me deram a beber vinagre”. Salmos 69.20-21

 

  • Dirigente: Jesus passou 6 horas naquela cruz. Neste tempo, também vivenciou suas necessidades básicas sendo negligenciadas. Ele declarou: “Tenho sede!” e recebeu vinagre, sentindo assim o amargor da maldade humana até o último instante.

[convidar uma pessoa para ler João 19.28-30]

“Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado, para que se cumprisse a Escritura, disse: — Tenho sede! Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja e, fixando-a num caniço de hissopo, aproximaram a esponja da boca de Jesus. Quando Jesus tomou o vinagre, disse: — Está consumado! E, inclinando a cabeça, entregou o espírito”. João 19.28-30

  • Breve reflexão [sugestão]: em tempos de pandemia temos nos deparado com a maldade e a desobediência dos seres humanos. Diante de tantas necessidades, de tanta gente passando fome, sede, frio e tristeza, muitas pessoas não têm se importando em dividir o que tem. Diante da maldade humana, a bondade de Jesus se revelou nas atitudes do Cristo na Cruz. O sacrifício do nosso Mestre é a maior expressão desta bondade. Jesus não ignora as necessidades humanas das mais básicas as mais complexas. Toda vida tem valor para o Senhor. Viver a sua vida, experimentar o convite de tomar a nossa cruz e segui-lo é se comprometer a ser sal da terra e luz do mundo, para assim ajudar as pessoas que estão passando por necessidade.
  • Cântico: a começar em mim, quebra corações (disponível em https://www.letras.mus.br/vencedores-por-cristo/348519/)
  • Oração

...Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito.

  • Dirigente:

Certa vez Jesus afirmou: “Ninguém tira a minha vida; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para entregá-la e também para reavê-la. Este mandato recebi de meu Pai” (João 10.18).Na crucificação, depois de concluir que tudo estava consumado, que seu sacrifício nos aproximava radicalmente de Deus, Ele, por fim entregou seu espírito.

 

[convidar uma pessoa para ler Lucas 23.45-47]

 

“E o véu do santuário se rasgou pelo meio. Então Jesus clamou em alta voz: — Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou. O centurião, vendo o que tinha acontecido, deu glória a Deus, dizendo: — Verdadeiramente este homem era justo”.

O salmista, em tempo de medo da morte, experimentou o encontro com o Deus forte e protetor, sabendo que encontraria nele refúgio e proteção, exclamou:

[convidar uma pessoa para ler Salmo 31.4-5]

Tira-me do laço que, às escondidas, me armaram, pois tu és a minha fortaleza. Nas tuas mãos entrego o meu espírito; tu me remiste, Senhor, Deus da verdade. Salmos 31.4-5

  • Breve reflexão [sugestão]: Na presença de Deus, há refúgio, proteção, socorro e consolação. No sacrifício de Jesus, o véu rasgado aponta o livre acesso a uma vida de intimidade com Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Já não há o que temer, pois Deus é real! Sua graça e misericórdia se manifestam cotidianamente em nossa vida nos trazendo amparo e alívio, nos comprometendo em amparar e aliviar a vida de outras pessoas. Neste tempo de Semana Santa, a mensagem da Cruz segue viva nos apontando o caminho a seguir, a boa notícia a proclamar e esperança no ressuscitar de Jesus. Chegará o dia da ressurreição, o dia que o choro cessará e a alegria abundante brotará na vida, nos lábios e no coração das pessoas.
  • Cântico: Rude Cruz
  1. https://www.letras.mus.br/harpa-crista/452013/)
     
  • Oração do Pai Nosso
  • Benção Final

[Sugestão de Benção cantada: http://www.metodista.org.br/videos/a-paz-do-senhor/?autoplay=1 ]

 

A Paz do Senhor

É assim como o Sol.

Esperança e luz pra você.

Nos mostrando que a vida renasce no amor

E que Deus é presente em nós.

SUGESTÃO DE CELEBRAÇÃO[4] PARA O DOMINGO DA RESSURREIÇÃO

 

ADORAÇÃO

  • Acolhida:

Uma criança pergunta: Que celebração é esta?

  • : Cristo, o cordeiro de Deus, foi enviado ao mundo, para que o mundo fosse salvo por Ele. E nisto podemos ver o amor de Deus: Ele enviou seu Filho – Jesus Cristo, para vivermos por meio dele.

Cristo, nosso cordeiro pascal, foi sacrificado!

Jesus foi crucificado! Mas, ao terceiro dia, Deus o ressuscitou.

Hoje é domingo de Páscoa, é dia de celebrar a ressurreição de Jesus.

Ele vive! Aleluia!

(João 1.29; 3.17; 1Jo 4.9; 1Co 5.7; Atos 10.40)

 

“Eu sou criança e quero entender

A linda história do amor de Deus.

Tanto ao mundo amou. Seu filho nos mandou,

Para ser o Salvador. Maravilhoso amor!”

  • Oração de adoração  
  • Leitura Bíblica – Mateus 28.1-9  
  • Cântico (sugestões)

-Adoramos o Cordeiro (disponível em: www.letras.mus.br/diante-do-trono/45466/)

-Jesus ressuscitou (Hino 44 do H.E.)

CONFISSÃO

  • Chamado à confissão: Leitura Bíblica de Lucas 24.1-5

Dirigente: Ao não encontrar o corpo de Jesus, o medo surgiu no coração daquelas mulheres. Onde estava o corpo do Mestre? O que fizeram com ele? Como seria a vida de agora em diante? As incertezas e o desconhecido trazem medo ao coração. Naquele momento, o que aquelas mulheres precisavam era “lembrar” as palavras de Jesus. Na vida, em muitos momentos, nos deparamos com situações que trazem medo ao coração, medo que também provém das incertezas, do desconhecido, do não saber o que fazer. É preciso “lembrar”, é preciso manter na memória e no coração, as promessas do Senhor, a fim de que o medo não nos mantenha com os olhos ao chão, como se não houvesse mais esperança.

[Convidar a comunidade para um tempo de oração silenciosa.]

  • Oração de confissão
  • Palavra de Esperança: “Não tenham medo! Sei que vocês procuram Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito.” (Mateus 28.5b-6a)

LOUVOR

  • Expressões de louvor a Deus: “Eu louvo ao Senhor porque...” (convide a comunidade para expressar motivos de louvor a Deus).
  • Cânticos (sugestões)

- Jesus ressuscitou (CD Cristo em mim, faixa n° 8 – DNTC)

(http://www.metodista.org.br/escola-dominical-musicas)

- Ele é exaltado (https://www.letras.mus.br/comunidade-da-graca/45328/)

- Poderoso Deus (https://www.letras.mus.br/david-quinlan/318735/)

- A ressurreição de Jesus (Hino 41 do H.E.)

EDIFICAÇÃO

  • Leitura Bíblica. Sugestão:  João 20. 1-18.

DEDICAÇÃO E ENVIO

  • Dirigente: “Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, estando trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos, com medo dos judeus, Jesus veio e se pôs no meio deles, dizendo: — Que a paz esteja com vocês! E, dizendo isso, lhes mostrou as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram ao ver o Senhor. E Jesus lhes disse outra vez: — Que a paz esteja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu também envio vocês. E, havendo dito isso, soprou sobre eles e disse-lhes: — Recebam o Espírito Santo. (João 20.19-22)
  • Cântico: Pra sempre  (disponível em https://www.letras.mus.br/fernandinho/pra-sempre/)
  • Oração Final
  • Benção Final

[Sugestão de Benção cantada: http://www.metodista.org.br/videos/a-paz-do-senhor/?autoplay=1 ]

A Paz do Senhor

É assim como o Sol.

Esperança e luz pra você.

Nos mostrando que a vida renasce no amor

E que Deus é presente em nós.

 

PROGRAMA “PRA QUEM GOSTA DE HISTÓRIA”

 

 

 

[1] Adaptações para os cultos no formato on-line: convidar as pessoas que farão as leituras e orações com antecedência; na leitura responsiva, convidar uma pessoa para representar o segmento citado; convidar o grupo de louvor da igreja para gravar as músicas ou providenciar vídeos ou áudios das músicas que serão cantadas; disponibilizar as letras dos cânticos para que a comunidade possa acompanhar. A pessoa que for dirigir o culto pode ornamentar o espaço com ramos para caracterizar esta importante data do nosso período litúrgico.

[2] Devocional para ser feita em casa com a família ou on-line com toda a comunidade de fé

[3] Este programa pode ser usado como culto comunitário, doméstico ou em seu momento devocional.

[4] Adaptações para os cultos no formato on-line: convidar as pessoas que farão as leituras e orações com antecedência; na leitura responsiva, convidar uma pessoa para representar o segmento citado; convidar o grupo de louvor da igreja para gravar as músicas ou providenciar vídeos ou áudios das músicas que serão cantadas; disponibilizar as letras dos cânticos para que a comunidade possa acompanhar. A pessoa que for dirigir o culto pode ornamentar o espaço com ramos para caracterizar esta importante data do nosso período litúrgico.

 


Tags: sem tags no momento!