Publicado por José Geraldo Magalhães em Homens, Destaques Nacionais - 10/10/2013

Cada Homem Metodista um Missionário

Em uma de nossas últimas reuniões na sede nacional fui presenteado pela nossa amada bispa Marisa de Freitas com uma nova edição dos nossos cânones. Pedi a ela que fizesse uma dedicatória. Gentilmente ela escreveu: “Ao meu irmão e missionário Abdenêgo...” Fiquei com esta frase em minha mente e coração. Sou mesmo um missionário? Fazer missão na Confederação foi o meu sonho desde que assumi a direção em 2007.

Logo no primeiro trimestre do meu mandato a Secretária para a Vida e Missão, pra. Joana D’Arc Meireles, nos desafiou para participarmos de uma campanha missionária para a construção de dois banheiros em uma comunidade na Região Missionária da Amazônia - Rema. De pronto aceitamos o desafio e conseguimos, sob a graça do nosso Deus, levantar esses recursos.

Temos dado especial destaque em nossos congressos regionais, que fazer missão é o alvo principal das sociedades de homens. Temos de utilizar de todos os meios possíveis para alcançarmos as pessoas com a mensagem salvadora de nosso Senhor Jesus Cristo. Temos batalhado para que nossos encontros sejam missionários e não somente meramente administrativos.

Com grande alegria Deus colocou em nosso coração o desafio missionário de Porto Seguro, projeto esse, que levamos ao plenário de nosso último congresso nacional em Porto Seguro/BA, e que foi aprovado por todos os presentes. Lá está fincado a nossa amada Igreja Metodista com um belo salão e com acomodações para 40 pessoas, com aparelhagem de som, datashow com telão, mobiliado e pronto para receber as pessoas que necessitam de salvação.

Perguntamos se é única e exclusiva responsabilidade do pastor Rui Simões trabalhar naquela missão. Claro que não. São de todos nós homens metodistas brasileiros. Podemos e devemos participar com nossa presença, apoiando o obreiro, participando e contribuindo para que a obra possa ser realizada.

A esse exemplo dado pela Confederação, conclamamos para que as sociedades voltem seus olhos em parceria com o Ministério de Expansão Missionária de sua Igreja Local, e abram novas frentes de trabalho.

Conclamamos para que as Federações Regionais, em parceria com sua Região, abram Pontos Missionários, sob sua supervisão. Temos absoluta convicção de que nenhum pastor local ou bispo irá impedir ou criar obstáculos para o avanço missionário. Temos de ser ousados, destemidos, e encararmos o desafio do Ide de Jesus com alegria e muita disposição.

Outra visão que também devemos ter é o do discipulado. A formação de pequenos grupos pode ser criada, sempre com a orientação pastoral, por qualquer sociedade e desenvolvidotendo como foco principal a missão.

O desafio está lançado. Homens vamos à luta! Avante por Cristo!

Abdenêgo Eugênio
Presidente da Confederação Metodista de Homens


Posts relacionados

Destaques Nacionais, por José Geraldo Magalhães

Departamento Nacional de Trabalho com Crianças abre incrições para encontro nacional

O Departamento Nacional de Trabalho com Crianças da Igreja Metodista em parceria com a Faculdade de Teologia (Fateo) realizam o 23º Encontro Nacional de Pessoas que Trabalham com Crianças entre os dias 25 a 27 de setembro. O encontro será em São Bernardo do Campo nas depedendências da Fateo e as inscrições estão abertas até o dia 15 de setembro.

Destaques Nacionais, por José Geraldo Magalhães

Bispo Luiz Vergilio fala sobre a realidade das instituições de ensino da Igreja Metodista

O Metodismo continuará a exercer sua missão educacional no quer for possível economicamente; cuja origem passou pelas antigas escolas paroquiais, para o atendimento às crianças pobres, e para a promoção do Evangelho; fundadas no exemplo do que fez o Rev. John Wesley ao instituir a Escola de Kingswood, em 1748, e que continua funcionando até hoje.