Publicado por José Geraldo Magalhães em Educação | 26/09/2014 às 16:33:34

Curso de medicina poderá ser oferecido em universidades metodistas

Alunos em aula prática no laboratorio de enfermagem.
 
Duas universidades metodistas firmaram parceria com o Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês e podem oferecer o mais novo curso na área da saúde. Desta vez, o curso de Medicina, sendo aprovado, será mais uma das opções da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) 
 
Para o presidente do Conselho Superior de Administração (CONSAD), prof. dr. Paulo Borges Campos Jr., as duas universidades irão cumprir a missão ao formar futuros profissionais com um viés diferenciado. 
 
 
“Enquanto instituição confessional que somos, vejo como missão a importância também de um olhar social, oferecendo cursos na área de saúde, afim de formarmos profissionais comprometidos com os menos favorecidos e não apenas com o caráter mercantil da profissão”, disse.
 
Borges destacou também a qualidade que terá o curso nas duas instituições que fazem parte da Rede Metodista de Educação e os princípios balizadores da Igreja Metodista.
 
 “No momento em que a UMESP e a UNIMEP se candidatam a oferecer curso de medicina, tanto em São Bernardo do Campo como em Piracicaba, tenho absoluta convicção de que nesse novo curso, muito além da natural qualidade acadêmica que ele terá, os nossos princípios cristãos estarão presentes de uma maneira marcante e singular da Igreja Metodista”, finalizou. 
 
Um dos principais diferenciais do projeto pedagógico de curso é a Metodologia Ativa de Ensino, por meio da qual, desde o 1º semestre do curso, os alunos têm contato com a realidade do atendimento em saúde. “O aluno tem o contato com o paciente e, a partir disso, constrói o conhecimento”, explica o professor dr. Marcio de Moraes, Reitor da Universidade Metodista de São Paulo.
 
A parceria - as duas instituições irão unir esforços para a elaboração e desenvolvimento do projeto acadêmico, a ser enviado ao MEC, para a aprovação do curso de medicina. O Hospital Sírio-Libanês participará no desenvolvimento do projeto acadêmico e do programa de formação e desenvolvimento de docência em Saúde dos professores de Medicina das universidades. 
 
A parceria contempla a possibilidade de médicos e outros profissionais do Sírio-Libanês para atuarem no quadro de professores convidados, além de colaborarem com a formação qualificada dos futuros médicos. 
 
O projeto pedagógico irá contemplar metodologias ativas de ensino, por meio da qual desde o primeiro semestre o aluno é colocado em contato com a realidade prática dos pacientes e equipamentos de saúde.
 
Umesp - Universidade Metodista de São Paulo: longa tradição na área da Saúde - com 13 cursos de graduação na Faculdade de Saúde, além de cursos de Pós-Graduação, tanto em nível de Especialização, quanto Mestrado e Doutorado, a Metodista forma profissionais para variadas profissões nessa área há mais de quatro décadas. 
 
Além de capacidade crítica e reflexiva, a Faculdade da Saúde valoriza a pesquisa científica e a inserção na comunidade de São Bernardo do Campo e ABC Paulista. Com o objetivo de formar profissionais capacitados para atuar na promoção, prevenção e tratamento em saúde, os cursos oferecidos pela Metodista são organizados de forma multi e interdisciplinar, integrando conceitos que atendam tanto às necessidades técnicas como as humanísticas e relacionais com os pacientes. Neste sentido, as atividades desenvolvidas durante os cursos incentivam a liderança e o trabalho em equipe junto a outras especialidades.
 
Os cursos da Metodista na área da Saúde são bem avaliados, tanto pelo Ministério da Educação (MEC), quanto por rankings de avaliação de ensino. Todos os cursos da Faculdade da Saúde contam com CPC (Conceito Preliminar de Curso do MEC) 3 ou 4 (o conceito vai de 1 a 5); são estrelados pelo Guia do Estudante da Editora Abril; e estão entre os 10 melhores do Estado, entre as instituições não-públicas, pelo RUF (Ranking Universitário Folha). Trata-se da qualidade e da experiência regulatória, dois requisitos fundamentais exigidos pelo Ministério da Educação para a habilitação da instituição de ensino superior. 
 
Unimep – Universidade Metodista de Piracicaba - os cursos na área de saúde existem desde a década de 80. Desde então, a universidade tem formado milhares de profissionais e oferecido atendimentos e serviços gratuitos à comunidade piracicabana e região, por meios de clínicas e projetos de extensão. Os cursos que compõem o portifólio na área da saúde são educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, nutrição e odontologia. Em nível de pós-graduação são 14 cursos de especialização e mestrado e doutorado em ciências do movimento humano.
 
A Unimep tem obtido excelentes resultados em todos os rankings a exemplo das avaliações do MEC, Capes, Guia do Estudante e RUF. No ranking do Guia do Estudante 2014, da Editora Abril, divulgado neste mês, por exemplo, todas as graduações da área da saúde foram estreladas.
 
Atendimento à comunidade e inserção regional - um dos pontos altos das universidades é a prestação de serviços à comunidade. Por exemplo, nas Policlínicas e nos Laboratórios Multidisciplinares, além de um ativo programa de Saúde do Idoso. A humanização do atendimento à população é destaque dos serviços, dentro da vocação confessional, ética e filantrópica da instituição.
 
O Reitor da UMESP, Márcio de Moraes, explica a importância desses pilares para a instituição. “A nossa Policlínica realiza mais de 50 mil atendimentos por ano a cidadãos de São Bernardo e de todo o ABC. A Metodista participa efetivamente dos processos do dia a dia do atendimento em saúde do município e tem um envolvimento muito forte com São Bernardo do Campo e demais municípios do ABC Paulista. Esse é um ponto muito forte a ser considerado quando se pensa em um curso de Medicina”, explica Moraes.
 
O Instituto Sírio-Libanês - tem como missão contribuir para o desenvolvimento da qualidade assistencial, para a incorporação de novas tecnologias, promoção e acesso à Medicina de ponta por um número cada vez maior de brasileiros. Nesse sentido, o Instituto atua com programas de residência, pós-graduações lato e stricto sensu, cursos e congressos. Para as universidades, a parceria possibilitará também irradiar esses benefícios para todos os 13 cursos da Faculdade de Saúde, com atuação de alunos no sistema público e também no Sírio-Libanês.
 
Fonte:
Comunicação e Marketing da UMESP E UNIMEP

Tags: educação, universidades, umesp, unimep