Publicado por Herbert em Mulheres - 03/04/2014

Debate promovido pela secretaria de políticas públicas para mulheres

Volta Redonda - 28 de março de 2014

 


Aconteceu no Município de Volta Redonda, no auditório da Prefeitura Municipal, no dia 28 de março de 2014, um Debate com a Drª Ângela Maria Mesquita Fontes, Secretária Adjunta de Articulações Institucionais e Ações Temáticas da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República.

Este Debate foi promovido pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres em Volta Redonda, que é coordenada por Glória Amorim.

Mais uma vez a Confederação de Mulheres Metodistas do Brasil e a Confederação de Mulheres Metodistas da América Latina e Caribe se fez representar por sua vice-presidente e vice-presidente de área, Leila de Jesus Barbosa.

Este debate foi um encerramento do mês de março em comemoração ao Dia Internacional da Mulher com o Tema "Participação das Mulheres nos Espaços de Poder e Decisão"

Estiveram presentes: o vice-prefeito Carlos Roberto Paiva, a Secretária de Saúde Marta Magalhães, a Delegada da DEAM (delegacia especializada no atendimento à mulher) Viviane Costa, a Secretária de Esporte e Lazer Rejane Maria e diversas representantes de Associações de Bairro e representantes religiosas.

A Drª Ângela Fontes falou sobre o Dia 8 de março, suas Conquistas e Controvérsias, "reafirmando o simbolismo da data que é a busca pela igualdade social entre homens e mulheres, é o respeito às diferenças biológicas, a não subordinação e não inferiorização da mulher e que a mulher é a protagonista da própria história. E afirmou: somos diferentes, mas não desiguais". Disse também "que ainda somos as principais responsáveis pelos cuidados com as crianças e idosos, com a alimentação, a preservação da saúde, pelos diferentes aspectos da educação formal e informal, pela melhoria na qualidade de vida das comunidades (urbano e rural)." Enfim, destacou que "muitos são os avanços e conquistas dos movimentos feministas e de mulheres, desde a última metade do século XIX, mas o fortalecimento da cidadania das mulheres ainda está pendente. Continuamos na luta por políticas públicas que promovam a autonomia econômica das mulheres, que distribuam o poder político entre os gêneros e estimulem a liberdade reprodutiva feminina." "É importante destacar que, disse ela: nossas observações sobre o sistema político nacional mostram que ainda há um longo caminho a percorrer para construir uma sociedade igualitária. Avançamos sim, mas o breve panorama aqui descrito mostra que a política continua um bastião masculino e a incorporação de mulheres nestas áreas continua a ser um desafio." Vejo o "copo meio cheio"... "Muito   foi feito, muito há por fazer."

E assim vamos seguindo procurando participar cada vez mais da vida pública em nossa cidade, aprendendo, compartilhando e crescendo juntas nesta luta por uma vida melhor e mais digna para muitas mulheres.

Leila de Jesus Barbosa
Vice-Presidente da Confederação de Mulheres do Brasil
Vice-Presidente da CMMALC


Tags: mulheres-2014


Posts relacionados

Mulheres, por Sara de Paula

Mulheres metodistas promovem campanha digital de Ação de Graças

As Federações Metodistas de Mulheres promovem nesse ano uma campanha digital para celebração do Dia de Ação de Graças, comemorado na quinta-feira, dia 23 e novembro. 

Mulheres, por Sara de Paula

Live de celebração dos 136 anos das Sociedades Metodistas de Mulheres

  Acompanhe a Live celebrativa de 136 anos das Sociedades Metodistas de Mulheres no domingo, às 16h. A transmissão é organizada pela Confederação Metodista de Mulheres, e conta com a participação da presidente Ivana Garcia Aguiar e mulheres convidadas de todo o Brasil. 

Mulheres, Geral, por Julyana Rodrigues

Cogeam aprova novo Estatuto da Confederação das Sociedades Metodistas de Mulheres

Cogeam aprova novo Estatuto da Confederação das Sociedades Metodistas de Mulheres.