Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 09/07/2011

Delegações se preparam para o 19º Concílio Geral

O período da manhã deste sábado foi marcado pela chegada das delegações das Regiões Eclesiásticas e Missionárias. Ao todo, 160 delegados vão participar do Concílio Geral. As atividades oficiais começam às 17h, com o culto de abertura. Por enquanto os delegados passam pelo processo de cadastramento – recebem os crachás e documentos para leitura, como o caderno de propostas e os relatórios da tesouraria, do Colégio Episcopal e da Cogeam – Coordenação Geral de Ação Missionária.

Chegada - A maior delegação é a da 1ª Região, com 58 pessoas. O grupo chegou em Brasília por volta das 10h. O Superintendente Distrital da Penha, José Magalhães Furtado, diz que todos estão com grande expectativa. “Estamos em Brasília e neste Concílio Geral podemos nos apropriar de um bordão de Juscelino Kubitschek: 50 anos em 5. Queremos que nossa igreja se desenvolva nesta proporção no próximo período eclesiástico”, afirma.

O Pr. Anselmo Francisco do Amaral, da Igreja do Retiro em Volta Redonda, RJ, revela o desejo de ver a Igreja Metodista em todo o Brasil mais comprometida com a missão. “A gente espera que neste Concílio surjam boas soluções para a Igreja, especialmente para o fortalecimento dos distritos e um planejamento nacional mais evangelizador”, diz.

Delegados da 4ª, 5ª e 6ª Regiões e Remne já estão em Brasília. A Pra. Rosângela Donato, de Cariacica, ES, deposita as expectativas na ação de Deus. Ela espera que a Igreja se posicione com o propósito de cumprir os planos divinos de forma consciente e ousada. Para o Pr. Marcos Ramos, de Novo México, ES, o Concílio é um ótimo momento refletir sobre temas como a reorganização geográfica das Regiões. “Esta é a minha grande expectativa. Que uma mudança aconteça especialmente para a 4ª Região.

O Pr. Francisco Porto Júnior, da Remne – Região Missionária do Nordeste, participa do Concílio Geral animado com a proposta de emancipação da Região. “Estamos na expectativa que a Igreja abrace nossa proposta, estamos crescendo e avançando cada vez mais. Talvez até consigamos alcançar os requisitos para emancipação antes do previsto”, explica.

Expectativa – Faltando algumas horas para o início dos trabalhos do Concílio Geral, alguns Bispos e responsáveis pela organização falaram sobre o evento. O Bispo Roberto Alves de Souza, da 4ª Região Eclesiástica, deseja que o 19º Concílio seja um marco na caminhada missionária da igreja. “A grande expectativa é tratar do Plano Missionário Nacional. Com isso, nós iremos atender, não somente os desejos dos delegados, mas também do povo metodista de um modo geral”, argumenta.

O Bispo da 3ª Região Eclesiástica, Adriel de Souza Maia, afirma que a razão de ser da Igreja é ser missionária. “Estamos aqui por causa da responsabilidade missionária da igreja. Temos nesse país uma religião que está em crise, portanto o ser humano vive em crise; precisamos de uma evangelização que possa atender a vida humana, mas também a totalidade da vida. O CG precisa olhar para dentro, mas também precisa olhar para fora para cumprir a missão de Deus na sociedade onde nós vivemos”, diz.

O anfitrião do Concílio, Pr. Misael Lemos, pastor de Igreja da Asa Sul em Brasília, afirma que está entusiasmado com a estrutura montada para atender às delegações. Ele também espera que o conclave invista tempo em discussões relacionadas à expansão do Reino de Deus. “Nós fizemos algumas avaliações dos concílios passados e entendemos que não avançamos tanto quanto deveríamos. Nesse Concílio, queremos aprender com as lições do passado e avançar mais na missão, especialmente o crescimento da igreja”, afirma.

Evento - O Concílio Geral terá máquinas individuais para voto eletrônico e uma equipe da Universidade Metodista de São Paulo, Umesp e da Universidade Metodista de Piracicaba, Unimep, responsável pela filmagem e transmissão pela internet. Por recomendação do Colégio Episcopal serão transmitidas as apresentações de relatórios, algumas plenárias e eleições de Bispos.

O evento começa hoje, 9, às 17h com o culto de abertura. Em seguida acontece a instalação do Concílio antecipando a primeira plenária. Na ocasião, será aprovada a proposta de agenda para os nove dias de conclave.

Acompanhe todas as informações por meio do nosso portal na internet.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Nota de esclarecimento - no Cenáculo

Muitas pessoas perguntam: como podem apoiar na divulgação das páginas do no Cenáculo, inclusive nas redes sociais? Confira a nota de esclarecimento sobre o assunto no site do no Cenáculo.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães