Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/07/2010

Documento norteará ações de Rede de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids

Karol Assunção *

Após dois anos de existência, a Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e Aids finalmente foi formalizada. A Carta de Princípios foi elaborada na semana passada por jovens reunidos em São Paulo (SP). Entre as questões presentes no documento, estão os princípios e a missão da Rede, os quais reafirmam a importância de jovens e adolescentes de serem protagonistas no combate a HIV/aids.
De acordo com Micaela Cyrino, representante da Rede, a ideia foi elaborar um documento que servisse de base para a organização, com objetivos, missão, princípios, e explicasse "para quê que a Rede veio". Além disso, também foi decidido durante o encontro que a Rede será uma organização sem vínculo político-partidário nem religioso.


Apesar de existir há dois anos, Micaela comenta que só agora surgiu a oportunidade dos jovens se reunirem para elaborar a Carta. "Nos encontros nacionais, nunca tínhamos tempo", explica. O documento, que ainda servirá de guia para ações posteriores da Rede, foi elaborado por 20 jovens que, segundo a representante da organização, "foram selecionados por inscrição". A intenção, de acordo com ela, é que em breve a Carta seja divulgada para "todos os contatos da Rede".

Aids entre meninas

A aids já está presente entre os jovens e a preocupação maior, agora, é com as meninas. De acordo com informações do Ministério da Saúde, nos últimos anos, a aids tem comportado-se de forma diferente. Entre adolescentes de 13 a 19 anos, por exemplo, o número de casos é maior entre as garotas. Entre os jovens de 20 a 24 anos, a razão entre os dois gêneros é parecida.

Dados do Ministério revelam que, entre 2000 e junho de 2009, dos 6.161 casos de aids entre adolescentes de 13 a 19 anos, 3.713 foram registrados em meninas e 2.448 em meninos. Entre os jovens de 20 a 24 anos, os números entre mulheres e homens foram parecidos: 13.083 casos entre elas e 13.252 entre os garotos.

Com informações de Agência de Notícias da Aids e Ministério da Saúde

* Jornalista da Adital


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Em oração | 05.11.2021

Com o objetivo de mobilizar pessoas a orarem semanalmente e diariamente pelos propósitos selecionados pela área nacional da Igreja Metodista, te convidamos a participar da campanha EM ORAÇÃO. O versículo que conduz a campanha lembra a importância da oração para fazer qualquer coisa: ...porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5b).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães