Publicado por José Geraldo Magalhães em Expositor Cristão, Mídia - 30/12/2014

Expositor Cristão de Janeiro: Poder da Oração

Oração confronta a natureza humana. Em nossa sociedade, somos ensinados/as a acreditar em nós mesmos/as, a adquirir confiança, autonomia e independência em todas as áreas da vida. Evidentemente, estas são características importantes na construção da cidadania. Porém, se tais atributos gerarem autossuficiência, a oração será sempre uma interrupção incômoda e desnecessária.
 
Quando é difícil encaixar a oração na agenda e resolver do nosso jeito parece ser a melhor opção, precisamos rever nossa vida cristã. Em geral, só nos lembraremos deste recurso ao enfrentar tragédias, provações, derrotas, sofrimento e adversidades. Quando Jesus ensinou seus/as seguidores/as a orar, propôs um caminho mais amplo: de intimidade, confiança e relacionamento pessoal com o Pai.
 
Por isso, quando oramos, nos opomos a orgulhosa natureza humana. Somos desafiados/as a confiar na provisão e na suficiência de Deus em todo o tempo. O apóstolo Paulo nos ensina: “não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” (Fp 4.6-7).
 
Por meio da oração recebemos a paz de Deus. Paz, costuma faltar para pessoas autossuficientes, preocupadas com o que vão fazer e como vão resolver. Orar nos faz conhecer o poder divino, que transforma circunstâncias, relacionamentos, remove dificuldades e obstáculos. Como se diz: quando trabalhamos, nós trabalhamos, mas quando oramos, Deus trabalha.
 
Começamos o ano de 2015 ressaltando a importância da oração. Nesta época, estabelecemos planos, metas e traçamos objetivos. As igrejas aprovam planejamentos, agendas e definem uma série de atividades. É tempo de rejeitar o sentimento de autossuficiência, colocar em oração todos os projetos e lembrar das palavras de Jesus: “porque sem mim nada podeis fazer” (Jo 15.5b).
 
Nesta primeira edição de 2015, o Expositor Cristão convida você e sua igreja a estudar sobre o tema oração. Nosso desejo é que as próximas páginas sejam inspiradoras e auxiliem nesta caminhada. Não deixe de distribuir o nosso jornal em sua comunidade de fé. Divulgue o informativo oficial da Igreja Metodista que está fazendo aniversário este mês – 129 anos de história, tradição e credibilidade. Contamos com você! Deus abençoe e boa leitura.
 
Marcelo Ramiro
Editor
 
 
 

Leia online

 

 

Tags: Expositor Cristão, oração, Igreja Metodista, Janeiro, 2015, jornal, intercessão


Posts relacionados

Expositor Cristão, por Sara de Paula

EC de novembro: tempo de agradecer!

Novembro nos remete ao Dia Nacional de Ação de Graças. Certamente temos motivos para agradecer. Saber ser grato/a por benefícios recebidos é atitude de grandeza humana. Devemos ser gratos/as a todos/as que nos fazem bem. O tesouro mais precioso que recebemos é a vida e os benefícios que a natureza nos dá. Deus é bom.

Expositor Cristão, por Sara de Paula

EC de agosto | Combate à Covid-19

Esta edição está marcada por atos de ajuda e solidariedade de metodistas que abençoaram sete parceiros ministeriais em todo o Brasil. Eles receberam do Comitê Metodista Unido de Socorro (UMCOR) o COVID-19 abrigando-se no amor, para ampliar seu alcance de cuidado nas suas comunidades.

Expositor Cristão, por Sara de Paula

Expositor Cristão de julho | Chorar com quem chora

O tema da edição de julho já estava definido – Chorar com quem chora. Foi uma maneira que encontramos de nos solidarizarmos com as quase 60 mil pessoas que perderam amigos/as, familiares e pessoas que nem mesmo conhecemos.

Expositor Cristão, Destaques Nacionais, Discipulado, Expansão Missionária, Mídia, Colégio Episcopal, por José Geraldo Magalhães

Liderança Episcopal planeja avanço do metodismo no continente

Discipulado, plantação de igrejas e expansão missionária são prioridades.

Expositor Cristão, por José Geraldo Magalhães

Meio ambiente: papel intransferível da Igreja

Mesmo quem não mora na cidade de São Paulo/SP, sente-se também preocupado/a com a diminuição contínua dos níveis de água dos reservatórios que abastecem a maior cidade brasileira. Não é somente o risco de racionamento que perturba a muitos de nós, mas acima de tudo, as causas da falta de água. fonte: Pr. Levy da Costa Bastos /