Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

festa no reino crianças na ceia

 

  "E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas". Lucas 2.46-47

Eu tenho dois filhos. Eles também, desde pequenos, fazem perguntas e afirmações capazes de deixar teólogo de boca aberta. Na verdade, toda criança é assim. Elas não têm medo de dizer o que pensam e expor suas dúvidas - a menos que nós, adultos, plantemos inibição e medo em seus corações.

Por isso, se um dia alguém disser a você que criança não está pronta para participar da Ceia do Senhor, ajude essa pessoa a perceber que talvez sejamos nós, adultos, que ainda não estamos prontos para compreender o profundo significado desta celebração.

A Ceia do Senhor é uma refeição comunitária que celebra uma aliança com Deus. Você deixaria seu filho sem comer até que ele pudesse compreender a importância do alimento para a sua vida? Não, você o alimenta. Ele não sabe distinguir carboidrato de proteína, mas intui que o alimento é vital para sua sobrevivência e, mais ainda: ele pode sentir que este alimento está sendo oferecido com amor. Com o passar do tempo, você o ensinará sobre a importância de cada nutriente. Contudo, a primeira lição ele já aprendeu: o filho sabe que é alimentado porque seus pais o amam.

Ao redor da Mesa do Senhor, a criança também se sente acolhida pela comunidade de fé. No exemplo de Cristo que deu sua vida, e no exemplo da comunidade com quem ela partilha o pão, a criança aprende o significado do amor.

As crianças são muito sábias. Antes que lhes chegue a teoria, elas aprendem pela vivência. Aprendem a falar ouvindo os pais falando. Aprendem gestos, vendo como os adultos gesticulam. Aprendem o que é comunhão pelo testemunho da Igreja.

Por isso, pouco é necessário falar diante do pão e do vinho. Aos mais novos, conte como Jesus gostava de fazer as refeições com os amigos. Aos maiores, lembre que Jesus nos pediu para tomarmos desses elementos como lembrança de sua paixão e morte. E, então, fique em silêncio.

 

Apenas mostre. Compartilhe com elas a sua fé. E deixe que elas compartilhem com você a beleza que elas têm dentro de si. Afinal, ao redor da Mesa do Senhor, as crianças, cidadãs do Reino de Deus, estão em casa.

Suzel Tunes

 


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Em oração | 31.07.2020

Com o objetivo de mobilizar pessoas a orarem semanalmente e diariamente pelos propósitos selecionados pela área nacional da Igreja Metodista, te convidamos a participar da campanha EM ORAÇÃO. O versículo que conduz a campanha lembra a importância da oração para fazer qualquer coisa: ...porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5b).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães