Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/05/2013

Gesto de solidariedade marcará a 6ª Assembleia do CLAI em Cuba

Nos dias 20 até 27 de maio acontecerá a VI Assembleia Geral do CLAI, em Havana, Cuba. A IECLB enviará quatro representantes: Pastor Carlos Möller (Pastor 1º Vice-Presidente da IECLB e Pastor Sinodal do Sínodo Brasil Central, Brasília), Pastora Rosane Pletsch (Pastora no Sínodo Espírito Santo a Belém), Katilene Willms (Representante Jovem, Ex Coordenadora do CONAJE, Sínodo Vale do Itajaí, Blumenau/SC) e Pastor João Willig (Pastor Sinodal Sínodo Planalto Rio-Grandense, Carazinho).
A delegação do Brasil também contará com a presença do Pastor Dr. Walter Altmann (Moderador do Conselho Mundial de Igrejas), Pastora Romi Márcia Bencke (Secretária Geral do CONIC), Pastora Neusa Tetzner (Coordenadora do Curso de Pastoral e Relações de Gênero e dos Cursos à Distância do Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular, CESEEP, Campinas, SP), Rosileia Roldi Wille (Membro da Junta Diretiva do CLAI, Brasília) e Pastora Cibele Kuss (Coordenadoria Ecumênica de Serviço, CESE, Joinville, SC).
A IECLB participa em vários movimentos ecumênicos. Nossa Igreja tem se destacado no caminho do ecumenismo e se identifica em muitas frentes, em busca de uma sociedade mais justa. Também o Secretário Geral do CLAI é o Pastor da IECLB, Nilton Giese, que reside em Quito, Equador.
 

Começa hoje, dia 20, a VI Assembleia Geral do Conselho Latino Americano de Igrejas (CLAI), em Havana, Cuba. Não será apenas um encontro, mas as igrejas da América Latina irão compartillhar na próxima quinta-feira (23) algo da vida das pessoas e das igrejas que sofreram com a passagem do furacão Sandy em outubro do ano passado deixando rastros de destruição e mortes. A assembleia termina no dia 26.

A Igreja Metodista envia três representantes para a 6ª Assembleia do CLAI, a Secretária Executiva para a Vida e Missão, revda. Joana D'Arc Meireles, o Presidente do Colégio Episcopal, bispo Adonias Pereira do Lago e Marta Celia Pereira do Lago (leiga).

Furacão - Todos os anos a região da América Central  e do Caribe é afetada por furacões. Trata-se de um fenômeno natural, que se agravou muito nos últimos anos por causa do aquecimento global e das mudanças climáticas. A temporada de furacões vai de junho/julho até novembro.

Em outubro do ano pasado passou por Cuba o furacão Sandy. No seu rastro, esse furacão deixou sua marca de enorme destruicão. Casas, escolas, templos, hospitais, autopistas, plantações, tudo foi destruido.  As igrejas – por intermédio do Conselho de Igrejas em Cuba - ainda estão trabalhando em projetos de reconstrução. Mesmo que em Cuba exista um eficiente sistema de alerta, que dá a garantia de que quase 100% das tempestades não ocorram mortes, mesmo assim as consequências destrutivas são inevitáveis.

A delegação do Brasil também contará com a presença do Pastor Dr. Walter Altmann (Moderador do Conselho Mundial de Igrejas), Pastora Romi Márcia Bencke (Secretária Geral do CONIC), Pastora Neusa Tetzner (Coordenadora do Curso de Pastoral e Relações de Gênero e dos Cursos à Distância do Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular, CESEEP, Campinas, SP), Rosileia Roldi Wille (Membro da Junta Diretiva do CLAI, Brasília) e Pastora Cibele Kuss (Coordenadoria Ecumênica de Serviço, CESE, Joinville, SC).

 Acompanhe pelo site do Clai e pela página do facebook:

 6ª Assembleia do CLAI 

Facebook

 



Posts relacionados