Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Jovens de Angola unidos pela vida

Juventude Metodista de Angola recomenda repúdio à violência infantil e consumo de drogas em conferência que contou com a presença do governador da província

Huambo - A IX Conferência Geral da Juventude da Igreja Metodista Unida recomendou hoje, domingo (31/05), na cidade do Huambo, o repúdio à violência infantil, ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas e de outras drogas, com vista à redução significativa destes males que contrariam os valores do ser humano.

Sob o lema "Geração instruída jamais será confundida", a conferência            visou conferir e avaliar o trabalho desenvolvido ao longo do biênio bem como analisar, discutir e deliberar os assuntos constantes do seu projecto.

Orientada pela directora-geral da juventude da Igreja Metodista Unida do Oeste de Angola, Edjane Marília de Gaspar, a conferênciajuntou cerca de 400 jovens provenientes de várias províncias dopaís.

Os participantes assumiram tornar a instrução abrangente em toda extensão conferencial nas mais diversas áreas, nomeadamente educação bíblica doutrinária, humana e científica cultural, de modos a que esta geração se revele apta e capaz de servir a igreja e a sociedade.

Tendo em conta a necessidade de muitos recursos por ocasião das sessões conferenciais, os participantes recomendam também a criação de um fundo livre conferencial.

Analisado o plano curricular da juventude que entra em execução de forma experimental durante dois anos, os participantes recomendaram que as temáticas constantes no plano sejam desenvolvidas para tornar uniforme a instrução em qualquer parte do país.

Verificando-se a carência dos jovens no ministério pastoral, a conferência recomenda maior aderência de jovens e apela à conferência anual a melhorar as condições sociais dos pastores e que as igrejas locais criem mecanismos que estimulem os jovens a fazer parte deste.

Face aos grandes desafios da época a conferência incentiva os jovens a assumirem uma vida vitoriosa e equilibrada no domínio social e espiritual, exercitando o amor ao próximo, o compromisso com Deus e a sua igreja, uma vida de oração e estudo da palavra de Deus, sem se esquecer de estabelecer prioridades em suas vidas.

A directora-geral da juventude, Edjane Marília de Gaspar, foi reconduzida ao cargo e foram eleitos, para o biénio 2009-2011, como director adjunto Ismael Farias da Costa, secretário Edgar Madeira e tesoureira Isabel Andrade, que tomaram hoje posse, num culto de acção de graças realizado no pavilhão desportivo "Osvaldo Serra-Vandunem", na presença do bispo da igreja, Gaspar Domingos, do governador da província, Albino Malungo, e vários outros convidados, entre religiosos, políticos e membros do governo local.

Os jovens agradeceram o apoio do Governo da Província do Huambo e anunciaram que a próxima conferência será realizada no Kwanza Norte.
  
     FONTE:
www.portalangop.co.ao -Colaboração do irmão Nguienguie Vasco, de Luanda, Angola.


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Comunicado Institucional | Jejum e Oração pela Pátria | 2ª Região Eclesiástica

A data de sete de setembro, deste ano, nos lembra dos 199 anos de independência da Monarquia Portuguesa. Uma data significativa que remonta os primórdios de fundação de nosso País, com todas as contradições históricas. Como cristãos e cristãs metodistas devemos orar permanentemente pela nossa Pátria, constituída pelos nossos povos nativos, somado a tantas outras etnias que para cá vieram, de diferentes lugares e pelas mais diversas razões, ao longo de cinco séculos. Esta realidade é responsável pela a amálgama social, que nos constitui como único povo brasileiro. Como cristãos e cristãs metodistas acreditamos na separação entre Estado e Igreja, e que nenhuma forma de governo e pessoas, alçadas à condição de governantes, podem ser consideradas como legítimas representantes de uma Teocracia instaurada aqui na terra.

Geral, por Sara de Paula

Reuniões por videoconferência: confira o ato complementar do Colégio Episcopal com orientações

Confira o Ato Complementar 01/2020 que trata da realização de reuniões por meio de videoconferência, algo que tem sido recorrente nas igrejas de todo o país, durante a realidade da pandemia de Coronavírus. 

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães