Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

jovens pastora Cerlândia

Cerlândia Aguiar, pastora da Igreja Metodista da Penha, RJ

Somos jovens. Agora... neste momento somos jovens, que procuram e não encontram o que tanto desejam. Embora digam que não somos nada, mesmo assim desejamos um mundo melhor... talvez um sonho... uma utopia.

Hoje recebemos da sociedade a nomenclatura de "os apáticos" e "os irresponsáveis", "aqueles que apenas querem viver o agora, deixando que a vida os leve", mas me pergunto: por que essas palavras são tão duras? Pois nem a própria sociedade nos prepara a participar das questões mais obvias e relevantes que a norteiam. Dizem que não temos valores, mas será que não refletimos a situação de um grupo?

Estamos em pleno século XXI, as décadas de 60 e 70 ficaram para trás, a euforia da militância passou. Ela é presente apenas na memória da história que tanto marcou e apontou novos horizontes para muitos. Jovens que abraçaram seus ideais de mudança, tendo a consciência da transformação social. Agrupados e unidos eram verdadeiros profetas anunciando e denunciando quando necessário. Hoje também temos grandes agrupamentos de jovens massificados ou, melhor dizendo, tribos gerenciadas por imagens e palavras que não dizem nada, completamente vazias e sem conteúdo. O referencial se perdeu ou foi ultrapassado pelas diversas circunstâncias sociais massificantes.

Dizem que somos o futuro. Eu pergunto: do que? Por que futuro? Por que só o futuro? Será que não pertencemos ao presente? Até nossa responsabilidade com o agora nos é negado? E de forma alienante, pois o agora é regido por ruínas, equívocos e mentiras.

Como podemos ser o futuro da nação se nos privam da educação e nos negam a esperança? Que país é esse? As novas gerações em conseqüência perderam a capacidade de criticar, de entender e mudar seus horizontes. Contudo, ainda somos os mesmos e vivemos. Alguns continuam lutando e superando o fracasso da sociedade consumista e individualista. Estes ainda sonham e lutam para que o futuro seja regido pelas palavras: "dever, liberdade, ética, dignidade, compaixão e responsabilidade social". Somos aprendizes de sonhadores, mas também devemos ser referência para aqueles que um dia nos sucederão.


Posts relacionados

Intercessão, Geral, por José Geraldo Magalhães

Semana de oração pela Estônia, Letônia e Lituânia

Nesta semana estamos em oração pela Estônia, Letônia e Lituânia . Você é convidado a fazer parte desse círculo de oração entre os dias 24 a 30 de agosto de 2014. Envolva sua Igreja e faça parte também desses momentos de oração em comum. Leve os motivos de ações de graças e intercessões nos cultos de orações de sua comunidade.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães