Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 24/09/2012

Metodistas em Mato Grosso do Sul iniciam curso de formação de Evangelistas

Distrito de Campo Grande, Dourados-MS, inicou dia 22 o Curso para Formação de Evangelistas 2012/2013. A  "Turma Dourados” é constituída por homens e mulheres, somando 30 alunos oriundos das seguintes cidades: Campo Grande, Nova Andradina, Fátima do Sul, Dourados e Jardim. Eles/as vieram preparados/as para o primeiro encontro presencial, no último final de semana.

A aula inaugural foi ministrada pelo Rev. Eber Borges da Costa, o qual é Coordenador do Instituto Bispo Scilla Franco e pastor da Igreja Metodista Central em Campinas.  Os encontros presenciais serão na Faculdade Teológica e Seminário Batista Ana Wollerman.

Com base na bíblia sagrada, a Igreja Metodista compreende que o Ministério de Evangelista é consequência do chamado, resultante do dom dado por Cristo, fulgurando entre os cinco ministérios listados pelo Apóstolo Paulo, citado em Efésios 4. 7 a 13: 

"Mas a cada um de nós foi dada a graça conforme a medida do dom de Cristo. Por isso foi dito: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. Ora, isto - ele subiu - que é, senão que também desceu às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu muito acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como EVANGELISTAS*, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo...”

O Cânones em sua Seção VI Do Ministério do/a Evangelista, pág. 21 diz:
Art. 15. O Ministério do/a Evangelista, exercido por membro leigo, homem ou mu¬lher, é reconhecido por sua igreja local e acolhido pela Igreja Metodista, com autori¬dade e direção do Espírito Santo para, em nome de Deus, auxiliar no desenvolvimento da evangelização.

§ 1º. É admitido/a como evangelista o/a candidato/a que:
a) seja membro da Igreja Metodista por mais de 2 (dois) anos consecutivos;
b) tenha revelado, na igreja local onde está arrolado/a, dons e graça para os serviços que irá executar;
c) tenha sido eleito/a pelo Concílio Local da igreja onde está arrolado/a;
d) tenha formação teológica oferecida pelas instituições regionais, de acordo com o estabelecido pelo Plano Nacional de Educação Teológica (PNET);
e) seja consagrado/a pelo/a pastor/a titular nos termos do Ritual da Igreja Metodista.

§ 2º. O/A Pastor/a Titular da igreja local é o/a responsável pela supervisão do trabalho do/a Evangelista.

§ 3º. Para atender a eventuais necessidades dos Campos Missionários locais, distritais, regionais e nacionais, os/as evangelistas podem ser designados/as, mediante votos religiosos, como missionários/as.

O curso tem a duração de 12 meses e é oferecido em três módulos: História do Metodismo, Bíblia e Práticas da Missão, além de estágio supervisionado.

Além dos encontros presenciais, nos quais os alunos e alunas ficarão alojados no Seminário, os mesmos terão acompanhamento através de plataforma eletrônica (via internet) através do EAD. Cada um/a dos/as inscritos/as receberão seus logins, senhas e orientações sobre como acessar a plataforma.

A realização do Curso para Formação de Evangelistas no Distrito de Campo Grande pode ser entendido como mais um passo dado dentro da proposta aprovada no 19º Concílio Geral, o qual decidiu que cada estado brasileiro deverá se tornar em uma Região Eclesiástica. Dentro desse desafio e visão missionária foi formada uma parceria entre a 5ª e a 6ª RE, visando à concretização da elevação do Estado de Mato Grosso do Sul a Região Eclesiástica.

Em um bate-papo na secretaria do Seminário Batista Ana Wollerman, o Reverendo Paulo Amendola, Superintendente Distrital e pastor da IMCD – Igreja Metodista Central em Dourados declarou que: “o processo já está em andamento, porém levará quinze anos para se concretizar. A transformação de Mato Grosso do Sul em Região Eclesiástica passa primeiramente pelo crescimento numérico das igrejas locais e consequentemente do Distrito.” Sobre o mesmo assunto, segundo matéria veiculada no Site Metodista Nacional noticiando reunião ocorrida entre lideranças das regiões parceiras, o rev. Paulo explica: 

“Atualmente Mato Grosso do Sul tem 13 igrejas, quatro congregações e oito campos missionários. “Hoje, se as cotas orçamentárias enviadas pelas igrejas, fossem revertidas para sustento dos campos missionários regionais e de uma Sede Regional, o recurso arrecadado seria insuficiente.”

Que Deus abençoe aos docentes e discentes do Curso para Formação de Evangelistas 2012/2013, “Turma Dourados”. Que todos/as aqueles/as que iniciaram o CFE possam chegar ao fim manifestando graça, dons e frutos e contribuindo para o crescimento do Reino de Deus através do Povo chamado Metodista.

Conheça mais sobre o Seminário Bispo Scilla Franco e os cursos por ele oferecidos.

Informou: Reverendo José do Carmo da Silva – Zé do Egito - Pastor por vocação e blogueiro por paixão.


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

III Festival Nacional de Cinema Cristão está com inscrições abertas. Inscreva seu filme!

O Festival Nacional de Cinema Cristão (FNCC) está entrando em sua terceira edição. E as inscrições já estão abertas e serão encerradas no dia 30 de junho. Em 2015, a grande novidade é que além das categorias de curtas, médias e longas metragens, documentários, animação, humor e séries, os filmes estrangeiros poderão participar do FNCC.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães