Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 02/04/2013

Metodistas investem em projetos missionários no exterior

 

Bispo Carlos Alberto ministrou a ceia no culto missionário na Central em Campo Grande-MS

Um grupo de pastores metodistas que visitou o Egito sentiu a necessidade de fazer missão além do Brasil. Primeiro foi na Síria, para esse ano os irmãos e irmãs da Igreja Metodista Central em Campo Grande-MS estabeleceram uma parceria com o projeto missionário em Moçambique.

Já está previsto no orçamento da igreja local investir 9 mil reais na África. O pastor Ubiriratan Silva está animado com o projeto. "A igreja está com a visão aberta para a missão. Ela quer abençoar e investir nos projetos missionários além do Brasil", disse o pastor.

O investimento missionário se estenderá até dezembro de 2012. "A Igreja está enviando mais de 2 mil reais referente às parcelas de janeiro a março; a partir de abril enviaremos mensalmente 750 reais até dezembro de 2013", afirma o pastor Ubiratan.

Para a realização desse tipo de investimento, a igreja local criou a "Oferta de Fé Missionária" que será destinada aos campos missionários. Em 2012, a comunidade já tinha investido na Região Missionária da Amazônia. Eles doaram duas Rabetas (espécie de barcos) para facilitar o trabalho dos missionários juntos aos povos que moram às margens dos rios da Amazônia, além de uma ajuda de custo mensal de R$ 600.

Para quem está lá do outro lado do continente, na África, a pastora Maísa Gomes de Oliveira, missionária em Moçambique, o sentimento é de despertamento missionário. "Se a igreja no Brasil tiver sempre o despertar missionário, e o conhecimento das necessidades e situações de pobreza de nossos irmãos/as aqui na África, será mais solidário”, afirmou.    

"Sempre que recebo uma oferta para a missão, comunico o recebimento e peço uma reunião para decidirmos onde vamos aplicar o recurso recebido", concluiu a pastora.

Haiti - Em Minas Gerais, na Igreja Metodista em Carlos Prates - região central de Belo Horizonte, a comunidade também está saindo das quatro paredes e fazendo missão em Porto Príncipe, no Haiti.

Foi criado o Departamento de Missões na igreja local. "Todo 4º domingo é ofertado para o fundo missionário", disse o pastor Roberto Lugon que está na Igreja há dez anos.

Segundo o pastor a visita missionária é realizada por meio de parcerias com agências missionárias e voluntariado. "Temos um autoinvestimento duas vezes por ano. Temos dois parceiros a Philipos e a MAIS", disse.

Os voluntários pagam hospedagem e alimentação. O valor de acordo com o pastor Lugon é de 25 dólares por dia para cada pessoa. Várias pessoas investem o dinheiro das férias no projeto. Também é alugada uma casa no valor de 3,7 mil dólares anual no aluguel da casa onde acontecem os trabalhos.

Eventos na comunidade são feitos para arrecadar fundos. "A Igreja em Carlos Prates é dinâmica. Realizamos várias atividadess como a festa do milho, cantina, almoço para levantar cerca de 900 dólares por cada passagem e 80 dólares com o aluguel do carro em Haiti", disse o pastor.

Mais de 200 crianças foram atendidas pelo grupo de voluntários metodistas.A próxima viagem para Haiti já tem data definida. Será no mês de outubro e um curso de música será oferecido pela Angélica Lugon, esposa do pastor.

"Além de investir nas regiões missionárias da IGreja Metodista (Remne e Rema) a Igreja precisa ir além da instiuição. Minha visão é de Reino de Deus", concluiu o pastor.

Veja fotos do culto missionário na Igreja Metodista em Campo Grande AQUI!

Vejas fotos do projeto missionário em Haiti AQUI!


Posts relacionados

Departamento Nacional de Trabalho com Crianças, Geral, por Sara de Paula

Escola Bíblica de Férias 2020 online

O Departamento Nacional de Trabalho com Crianças - DNTC, disponibiliza a Escola Bíblica de Férias (EBF) 2020 on-line, com vídeos e e-book para as crianças. A pandemia do COVID-19 fez com que tivéssemos várias maneiras diferentes de cultuar e de nos relacionarmos enquanto igreja e sociedade, por isso este ano, o formato da nossa EBF será diferente.