Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/11/2013

Movimento Internacional Caminhada para Emaús reúne-se em Nashville

Cerca de 60 representantes da Caminhada para Emaús em todo o mundo estiveram reunidos, nos dias 17 a 21 de outubro de 2013. Até o dia 20, a reunião transcorreu com todos os representantes em assembleia, definindo os rumos do movimento e conhecendo as realidades de cada comunidade nos Estados Unidos e nos demais países representados. Nos dias 20 e 21, houve sessões específicas para os delegados de outros países e, especificamente, da América Latina e Caribe.
 
Em um intenso processo seletivo, que inclui prova de conhecimento e envio de currículos e cartas de recomendação, a pra. Hideide Brito Torres, da 4ª Região Eclesiástica, foi selecionada para ser a Assessora Internacional da Caminhada de Emaús para o Brasil, a convite do rev. Victor Perez, que administra o movimento em América Latina e Caribe. No Brasil, a Caminhada tem 25 anos de existência e pessoas de diversas regiões passaram pelo evento que esta promove e se realiza em finais de semana, para homens e mulheres. Porém, a desconexão com os Estados Unidos ao longo dos anos impossibilitou tanto a atualização quanto o desenvolvimento da ampla gama de atividades ligadas à Caminhada, como o processo de discipulado demandado por ela. Por esta razão, desde 2011 os líderes e interessados em Emaús estão discutindo como atualizar e como organizar novamente o movimento.
 
Por tudo isso, a pra. Hideide Brito Torres representou o Brasil no evento. Foi um momento de muito aprendizado, reflexão e percepção da amplitude de possibilitades. Emaús nos Estados Unidos e em todo o mundo está envolvido com atividades de preparo e capacitação de líderes, Academia Espiritual (um curso para líderes promovido em parceria com a JGOD – Junta Geral de Discipulado, da Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos), ações junto a mulheres, crianças e adolescentes, apoio a países empobrecidos, etc. Tudo isso no contexto do 4º dia, que para a experiência de Emaús é muito significativo como mística de serviço.
 
Em 2014, a Caminhada para Emaús sonha em reativar os eventos e implementar suas ações, inicialmente a partir da 4ª Região Eclesiástica, onde existem três comunidades em atividade, mas aberta à participação de todas as pessoas interessadas. O foco de Emaús é o preparo da liderança, como declara em sua missão: “Empoderando líderes do 4º dia para encarnar Cristo”. A proposta é ser uma ferramenta a mais para que todas as igrejas possam ter líderes capacitados para os mais diversos ministérios.
 
Uma importante conquista nesta direção tem sido a acolhida da Caminhada para Emaús no contexto do discipulado, a partir da 4ª Região. Durante a Assembleia Ministerial Regional, o coordenador da Câmara de Discipulado, Fernando Balthar, declarou aos presentes seu reconhecimento a este espaço de capacitação a partir de sua própria experiência. Depois de diversas falas e debates, oficialmente a Caminhada passou a ser uma das atividades presentes no processo de discipulado regional, adicionando aos líderes um novo espaço de capacitação ministerial e prática.
 
Os documentos, palestras e manuais da Caminhada estão em processo de tradução, contando com a participação de leigos, leigas, clérigos e clérigas de ao menos duas regiões eclesiásticas: a Terceira e a Quarta, bem como com o apoio do bispo Adriel de Souza Maia, editor do no Cenáculo, ao qual a Caminhada está conectada nos Estados Unidos. Já foram obtidas as condições adequadas para tradução de materiais de estudos em grupos pequenos e células, bem como diversos materiais de discipulado, a partir do momento em que a Caminhada esteja regularizada no país. Na Quarta Região, a pessoa de referência é Jaqueline Russi, leiga da Igreja Metodista em Cataguases (jaquerussi@bol.com.br).
 
Todas essas questões apareceram também no encontro em Nashville e foram debatidas com todos os presentes, que ali sonharam com um movimento forte. A Caminhada para Emaús possui também uma forma específica para adolescentes, chamada Crisálida e está em aprimoramento um trabalho especial com idosos, chamado Face to Face. Assim, as possibilidades ministeriais se abrem para alcançar todas as faixas etárias com a mensagem da Caminhada para Emaús: “O mestre caminha conosco, podemos reconhecê-lo na comunhão e no partir do pão e podemos anunciar com poder sua ressurreição e a transformação dela decorrente”. Como consequência desse contato, abriu-se uma porta internacional para a Igreja Metodista no Brasil gerar parcerias de liderança. Em janeiro, acontece um encontro de mulheres em Lima, Peru, e uma pastora metodista brasileira tem assento garantido no evento.
 
Se você já fez a Caminhada para Emaús e deseja participar deste momento de retomada, envie seu e-mail para hideide@gmail.com.  Assim que um cronograma estiver estabelecido, você será pessoalmente contactado ou contactada, bem como seu pastor e pastora, superintendentes distritais e bispos e bispas, se fora dos limites da Quarta Região.
 
Hideide Brito Torres, pastora metodista, Cataguases, MG

Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

CGCJ concede Tutela Antecipada e suspende processo da Comissão de Disciplina

Comissão Geral de Constituição e Justiça concede Tutela antecipada e suspende processo da Comissão de Disciplina, principalmente o julgamento que estava previsto para ocorrer no dia 07 de março, na Sede Nacional da Igreja Metodista.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães