Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

O ICP não vai fechar

 

Dívidas fiscais ameaçam a manutenção de convênios com órgãos públicos, mas a Igreja Metodista já designou uma comissão para solucionar o problema.

   

O Instituto Central do Povo, ICP, instituição social fundada pelo missionário metodista Hugh Clarence Tucker em 1906, está enfrentando uma série crise financeira. Mas continuará a atender à comunidade. É o que garantem o Bispo Paulo Lockmann e Rosemari Pfaffenzeller, Secretária Executiva da Associação da Igreja Metodista, da 1ª Região Eclesiástica.

Primeira instituição social instalada no Brasil, o ICP presta vários serviços sociais à comunidade do Morro da Providência, no centro da cidade do Rio de Janeiro.  Lá funcionam uma creche conveniada com a prefeitura, curso de informática, curso de inglês, padaria-escola e atendimento médico, entre outros serviços.

 

O primeiro passo para preservar a instituição centenária será o seu saneamento fiscal. Impostos atrasados que chegam à soma de trezentos mil reais ameaçam o ICP de perder o seu caráter filantrópico e o convênio mantido com a prefeitura do Rio de Janeiro, que sustenta diretamente 216 vagas de creche em período integral. Alguns dos cursos e atendimentos oferecidos pelo ICP têm receita própria, mas a creche é gratuita e, como diz o próprio Bispo Paulo, atende "aos mais pobres entre os pobres" da região portuária do Rio de Janeiro.

A Coream, Coordenação Regional de Ação Missionária, da 1ª Região, reunida no dia 9 de junho, designou uma comissão para avaliar todos os processos administrativos e pedagógicos do ICP. Segundo Rosemari Pfaffenzeller, essa equipe formada por uma pedagoga, uma técnica em gestão escolar e uma psicóloga fará uma avaliação do corpo funcional e sugerirá medidas de controle e corte de gastos, sob a coordenação da Coream. Atualmente, o custo da instituição, que conta com 63 funcionários, é bastante alto. O ICP deve dois meses de salários aos seus funcionários e precisa, também, cuidar da restauração de suas instalações, num prédio que já fez mais de 100 anos.

Segundo o Bispo Paulo Lockmann, será desfeito um convênio que vinha sendo mantido com o Instituto Metodista Bennett. O Bennett, que também está enfrentando problemas financeiros, não vinha cumprindo com compromissos financeiros firmados com o ICP. Com o fim do convênio, o ICP retorna à responsabilidade da Primeira Região Eclesiástica da Igreja Metodista, que pretende firmar parcerias com outras instituições. Uma das parcerias possíveis, afirma Lockmann, será com o Senac, que poderia oferecer cursos profissionalizantes nas instalações do ICP, uma vez que no local o Senac não possui nenhuma unidade.

Suzel Tunes

 


Posts relacionados

Geral, Destaques Nacionais, Colégio Episcopal, por José Geraldo Magalhães

Carta aberta à Comunidade Metodista do Brasil

Pensamos ser do conhecimento de grande parte dos irmãos e irmãs metodistas o movimento de greve que está em curso na Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP.  A Igreja Metodista, como uma comunidade de fé e instituidora da Rede Metodista de Educação, com todas as Instituições Educacionais que a compõem, tem na Educação um dos seus pressupostos fundamentais à sua ação missionária, presente há mais de 150 anos em nosso país.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães