Publicado por José Geraldo Magalhães em Educação, Jovens - 22/01/2014

Os desafios para a juventude metodista em 2014

Renato Oliveira - Presidente da Confederção de Jovens
 
A juventude metodista do Brasil em cada região, se reuniu em seus congressos recentemente. Foi um momento de desafio para os jovens, pois foi um tempo de fazer as devidas avaliações e também eleger os próximos líderes que vão conduzir e direcionar a juventude metodista nas oito regiões eclesiásticas e missionárias.
 
O desafio reside no fato da nova liderança ter uma visão que conduza a juventude metodista para a missão, para o ide de Jesus, para fazer discípulos e discípulas. E acredito que o primeiro passo desta visão é a nova liderança entender o contexto da juventude brasileira. Segundo a pesquisa realizada pela Secretaria Nacional de Juventude, os jovens brasileiros são mais de um quarto da população. São otimistas quanto ao seu futuro. Contrariando estereótipos, os jovens também se mostram interessados em política e participação social. Os jovens católicos representam 56% e os jovens evangélicos representam 27% e os jovens sem religião importam em 16%. Este último grupo tem crescido mais do que os jovens religiosos nos últimos 10 anos. E, por incrível que pareça, tendo em vista as grandes manifestações dos últimos meses, a juventude brasileira mostra-se otimista quanto ao seu futuro. A grande maioria (94%) acredita que sua vida vai melhorar nos próximos cinco anos. O que mais chama a atenção é que 91% acredita que podem mudar o mundo. Mas como podem ser otimistas e acreditarem em mudanças sem a presença de Jesus? Eis aí o nosso desafio: demonstrar que sem a força do Evangelho de Cristo não haverá mudanças. Enfim, este é o contexto da nossa juventude. Precisamos entender e compreender.
 
Diante desta realidade, o segundo passo da nova liderança é desafiar os jovens metodistas para que assumam uma vida em santidade, que por sua vez gerará à juventude uma paixão pelo Evangelho. E, quando temos a paixão pelo Evangelho de Jesus procuramos fazer a diferença na sociedade, cultivando amizades, valorizando e investindo o tempo com pessoas, principalmente com aqueles menos favorecidos. Em suma, somente com a vida de santidade vamos conseguir influenciar vidas e mudar o mundo.
E diante deste quadro, gostaria de dar algumas dicas e sugestões para aqueles que entendem que Deus os está chamando para o trabalho específico com juventude:
 
1º) Ore antes de tomar decisões importantes – Nunca, mas nunca mesmo, tome decisão alguma antes de orar. A oração nada mais é que uma conversa com Deus. Se é diálogo, a gente fala com Deus e Ele também fala conosco. E, através do Espírito Santo vamos nos sentir direcionados e seguros ao tomar alguma decisão. Por mais simples que seja a decisão a ser tomada, se não houver oração, certamente a decisão será sem sabedoria e sem o aval do Espírito Santo e não haverá frutos;
 
2º) Faça uma avaliação de sua liderança, de forma esporádica – A avaliação é importante para descobrir os pontos positivos e negativos da liderança, lembrando que sempre podemos melhorar. Às vezes o líder acha que está “abafando” na liderança quando na verdade ele está sendo reprovado pelos liderados. Alguns líderes não fazem a avaliação, por medo da rejeição, mas, tanto a avaliação pessoal quanto a avaliação do grupo sobre os rumos da liderança, são instrumento de benção, pois além de ser um ato de humildade, ajuda o líder encontrar o melhor caminho para abençoar a juventude. Só quero lembrar que jovem é sincero demais, mas não se preocupe com isto.
 
3º) Procure o novo – A juventude quer novidades. Não omita os exemplos do passado, aliás devem ser usados como referência, mas por outro lado, inove, faça coisas diferentes, impacte os jovens com acampamentos criativos; traga uma dinâmica diferente e contextualizada para os grupos pequenos de jovens; transforme as reuniões ou cultos de jovens em verdadeiros encontros com Deus; se for o caso abra mão um pouco da liturgia nas reuniões e cultos de jovens, deixe a liturgia para os cultos dominicais e outras reuniões; Lembre-se que o novo sempre impacta. Surpreenda os jovens.
 
4º) Insira a juventude na vida da igreja local – Entenda que a sociedade, ministério ou rede de jovens não é um departamento isolado da igreja. Não pode andar de forma autônoma e independente. Trata-se de mais um braço da igreja a fim de ganhar as vidas e consolidar o rebanho de Cristo. Insira a juventude nas campanhas da igreja local, incentive a participar da programação da igreja, a contribuir com o programa de discipulado da igreja, incentive a participar dos concílios locais, ensine sobre o metodismo, para que o mesmo possa criar raiz e não ser levado por qualquer vento de doutrina ou modismo, que tanto assola e vitima os nossos jovens. Cabe ressaltar que uma igreja forte é construída pelos jovens também.
 
5º) Seja um instrumento de Deus que leve os jovens à reflexão sobre a realidade do mundo – Os problemas atuais não podem ficar de fora de qualquer ministração para a juventude. Aliás, qualquer mensagem tem que ser contextualizada, para que o jovem identifique seu papel de mudança neste mundo conturbado.
 
Conclusão: Diante do contexto da juventude brasileira, não podemos mais ficar isolados e trancados nas quatro paredes das igrejas. Temos que sair da estrutura física. As manifestações populares recentes foram oportunidades, muitas vezes perdidas pelos jovens, para anunciar Jesus e ser voz profética nesta geração. Mas ainda há tempo de empenharmos em capacitarmos a juventude metodista a fazer toda a diferença, lembrando que a programação e a estrutura é apenas o meio e a estratégia para anunciarmos que a solução para o mundo é Cristo.
 
Renato de Oliveira
Confederação Metodista de Jovens.
 
Publicado originalmente no site da Confederação de Jovens

Posts relacionados

Educação, por José Geraldo Magalhães

Instituto Metodista de Serviços Educacionais homenageia professores e alunos pelo Dia da Educação

Homenageamos os alunos/as, professores/as e toda a comunidade das Instituições Educacionais Metodistas por ocasião dessa data tão especial, o Dia da Educação

Educação, por José Geraldo Magalhães

Inscrições abertas para o curso livre de Capelania na Faculdade de Teologia. Confira!

Faculdade de Teologia da Igreja Metodista está com inscrições abertas para o curso livre de Capelania. Saiba mais!

Educação, por José Geraldo Magalhães

Instituições educacionais metodistas adotam a Bíblia no Cenáculo para seus alunos

As instituições educacionais metodistas, a Sociedade Bíblica do Brasil e o devocionário “No Cenáculo” lançam uma versão personalizada da Bíblia Sagrada, que será distribuída a todos os alunos que se formarem no Ensino Médio e nos cursos de Graduação e Pós-Graduação nas escolas e instituições de ensino superior da Educação Metodista.