Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 21/03/2012

Pastoral Carcerária dá assistência à detentas do Rio de Janeiro

População carcerária feminina em presídios cresce nos últimos 10 anos

Secretário de Ação Social realiza culto em presídio no ato de entrega das doações

Cerca de 250 kits de higiene pessoal são distribuídos pela Pastoral Carcerária da Primeira Região Eclesiástica da Igreja Metodista às detentas do Instituto Penal Feminino Oscar Steveson no Rio. No ato da entrega foi realizado um culto dirigido pelo Secretário Executivo de Ação Social da 1ª Região, pastor Edvandro Machado Cavalcante, como parte do encerramento das atividades desenvolvidas em 2011.

Segundo o Ministério da Justiça no ano de 2000 havia  mais de dez mil presas nas unidades penais e delegacias dos Estados da Federação representando à época , 4,3% do número total de presos no país. Em 2011 este número subiu para 40 mil detentas, representando 7,4% do total do contingente carcerário.

O pastor Edvandro afirma que os números são assustadores levando em consideração a faixa etária das detentas: "os números demonstram um aumento de 252% de presas no Brasil na última década. O que não mudou no decorrer dos anos foi o perfil desta população, se levarmos em consideração dados relativos a cor da pele/etnia, grau de instrução, idade e tipo de crime cometido. São mulheres jovens (até 24 anos de idade), de cor parda, com nível escolar fundamental incompleto e presas por tráfico de drogas", diz.

A Pastoral Carcerária da Igreja Metodista na Primeira Região Eclesiástica entende que para ser fiel ao evangelho e a vocação histórica como metodistas, é necessário ter como alvo de pregação e esforços esta população composta por mães (grande maioria provedora de sua família) presas por servirem de “mulas” (transporte de drogas) para o tráfico e, abandonadas pela sociedade e família, mas não pela Igreja do Senhor Jesus Cristo.

Qualificação - na unidade penal, em parceria com o ICP - Instituto Central do Povo (que doou computadores e treinará presas para repassarem o curso), começará um curso de informática no sentido de qualificação para as mulheres estarem aptas a entrar no mercado de trabalho quando voltarem ao convívio da sociedade ao cumprirem sua pena.

Outras atividades estão sendo planejadas para o ano de 2012 pela pastoral carcerária e pelas demais Pastorais e ministérios que compõem a Ação Social da Região, certos que esta é a nossa vocação e chamado: “anunciar por palavras e obras a razão de nossa fé e esperança”


Na foto acima, a detenta com o Kit, pastor Edvandro Machado (Secretário de Ação Social - 1Re), Doutora Mirene (Diretora da Unidade penal).

Informou: Pastor Edvandro Machado Cavalcante
Secretário Executivo de Ação Social – 1ª Re


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães