Publicado por Sara de Paula em Geral, Pastoral do Combate ao Racismo | 07/05/2021 às 16:19:25

Por uma cultura antirracista | Diálogos no pós-abolição

twitter-204-800x568.jpg

Evento on-line reúne metodistas militantes e atuantes na promoção da cultura antirracista.

O Núcleo de Arte e Cultura (NAC), em parceria com a Pastoral Nacional de Combate ao Racismo da Igreja Metodista e Ministério de Ações Afirmativas Afrodescendentes na 3ª Re, realiza em 13 de maio encontro-conversa que tem como objetivo indicar caminhos para a construção e promoção de uma cultura antirracista.

A partir de apontamentos, reflexões e provocações de temas como saúde do corpo negro, teologia negra, políticas públicas, educação, o pecado do racismo, dentre outros, quatro convidados, com diferentes formações acadêmicas, compartilharão suas memórias-histórias, pesquisas e experiências a partir do tema "Por uma cultura antirracista: diálogos no pós-abolição".

Para Cláudia Cezar, coordenadora do NAC, “é fundamental que a universidade se faça presente neste processo de construção de uma cultura antirracista e como afirma Roberto Loiola, um dos convidados, ‘o mal do racismo foi a argamassa no processo de construção identitária do povo brasileiro’, precisamos dialogar sobre isso”, conclui a coordenadora.

O curso de Pedagogia da UMESP apoia o evento e para Maria José Russo, coordenadora, ações como essa precisam fazer parte do processo formativo dos futuros professores, que serão mediadores de situações de conflito que existem e que envolvem o racismo no Brasil.

Juliana Yade, educadora e pessoa de referência da Pastoral Nacional de Combate ao Racismo da Igreja Metodista, declara que é fundamental reconhecer que estamos no pós-abolição e, como sociedade, ainda experimentamos as mazelas causadas pela marginalização dos afrodescendentes. “Por isso é tão importante que no tempo presente possamos refletir sobre qual é nosso lugar na luta antirracista diante de uma abolição inacabada”, conclui.

O evento on-line será transmitido pelo canal do Núcleo de Arte e Cultura no YouTube.

Data: 13 de maio (quinta-feira)

Horário: 19h30

Para acessar o evento, clique no link: Núcleo de Arte e Cultura Metodista

 

Sobre os convidados

 
Diná da Silva Branchini

Assistente social, musicoterapeuta, mestre em Ciências da Religião. Exerceu coordenação do Ministério de Ações Afirmativas Afrodescendentes da Igreja Metodista no período de 2005 a 2012 e Referência Nacional da Pastoral de Combate ao Racismo da Igreja Metodista no período de 2008 a 2012. Em 2013, recebeu o prêmio Benedito Galvão,  oferecido pela OAB de São Paulo.

Gabriela Camuçato

Graduada em Educação Física, especialista em Fisiologia e Treinamento e estudante de Psicologia. Personal Trainer há 11 anos, atua construindo uma nova narrativa sobre o exercício físico como ferramenta de transformação, por meio da perspectiva integrativa corpo e mente. Ex-bailarina da Cia Novo Corpo de dança com participações em espetáculos com diversas temáticas sociais. É sócia- proprietária da 1Qdeafeto, empresa voltada para saúde integrativa da mulher. Vice-presidente do Instituto Afro Amparo Saúde, instituição que tem como objetivo promover ações multiprofissionais ligadas a saúde da população negra.

Roberto Loiola

Teólogo, especialista em Educação para Diversidade Cultural e Cidadania, especialista em História e Cultura Africana e Afrobrasileira pela UFG, mestre em Ciências da Religião pela UMESP e doutor em Ciências Sociais pela UNESP. Autor do livro: Protestantismo, Escravidão e os Negros no Brasil, publicado em 2013 pela Fonte Editorial. Atua como pastor metodista há 23 anos e atualmente trabalha pastoralmente em região de alta vulnerabilidade social em Brasília. Membro da ANNEB (Alianças de Negros e Negras Evangélicos do Distrito Federal). 

Ras André Guimarães

Pastor da Igreja Metodista Filadélfia, na Região Missionária do Nordeste (REMNE), educador popular com formação em História, teólogo e mestrando em História pela UEFS.  Integrante do Movimento Negro Evangélico (MNE) e filiado ao Movimento Negro Unificado (MNU). Um dos autores do livro Jesus e os Direitos Humanos, lançado em 2018 pelo Usina de Valores, projeto liderado pelo Instituto Vladimir Herzog.

 

Fonte: Universidade Metodista de São Paulo

 


Tags: sem tags no momento!