Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Protestantismo e cultura Ocidental

 

A Editora Metodista convida a todos a participarem do lançamento do livro "Protestantes, pentecostais & ecumênicos: o campo religioso e seus personagens", do prof. Antonio Gouvêa Mendonça, que acontece amanhã, durante a Semana de Estudos da FaTeo, dia 29 de outubro, às 19h30.O lançamento acontece no auditório do edifício Ômega, do Campus Rudge Ramos da Universidade Metodista de São Paulo.

A obra desde sua edição de 1997, expressa o desejo dos amigos, alunos, professores e admiradores de Mendonça, de fazer circular entre um público mais amplo suas considerações e observações sobre a religião no Brasil. A obra desde sua edição de 1997, expressa o desejo dos amigos, alunos, professores e admiradores de Mendonça, de fazer circular entre um público mais amplo suas considerações e observações sobre a religião no Brasil.

O livro ilustra as relações entre protestantismo e cultura ocidental; reflexões sobre uma possível mentalidade popular protestante no Brasil; observações sobre o protestantismo e suas encruzilhadas; alguns personagens típicos do protestantismo liberal do século XX; análise das crenças e práticas de novos pentecostais brasileiros, que experimentam as tensões entre magia e religião; as dificuldades e os desafios do ecumenismo nos dias de hoje; e algumas memórias de sua infância, como membro da terceira geração de protestantes brasileiros oriundos de Brotas, onde o ex-padre José Manuel da Conceição deu origem à terceira Igreja Presbiteriana no Brasil (1865).

A obra é direcionada ao público interessado em questões de Sociologia da Religião, especialmente nas pesquisas sobre o protestantismo da perspectiva das Ciências Sociais e dos Estudos Culturais, esta segunda edição de Protestantes, pentecostais & ecumênicos: o campo religioso e seus personagens. Fazemos isto com o mesmo otimismo e desejo que orientaram a edição anterior, que pretendia fomentar discussões, estimular investigações mais aprofundadas sobre esse complexo setor do campo religioso brasileiro, cenário da ação de personagens que construíram identidades protestantes tradicionais, liberais, pentecostais, neopen­tecostais, carismáticas, fundamentalistas e ecumênicas.

Esta edição está embutida a sensação de perda que seus amigos, alunos e professores, de todos aqueles que conviveram com Mendonça na Universidade Metodista de São Paulo e na Universidade Presbiteriana Mackenzie, sentem depois de sua morte. Nesse sentido, a publicação deste livro, que seria uma homenagem pelos seus 85 anos, tornou-se o registro de uma saudade. Mais do que isso, houve aqui uma tentativa de relacionar a trajetória pessoal de um pesquisador com os resultados de cinqüenta anos de pesquisas, cristalizados na forma de artigos acadêmicos ao longo de uma carreira acadêmica e projetos de investigação, ambos profícuos.

O prof. Antonio Gouvêa Mendonça formou-se em Filosofia pela USP, onde concluiu seu doutorado em 1983. Foi professor no Instituto José Manuel da Conceição (Jandira); no Seminário Presbiteriano Independente (São Paulo); na Fundação Santo André; na Universidade Metodista de São Paulo; e na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Seus dois livros são: Introdução ao Protestantismo Brasileiro, escrito em parceria com Prócoro Velasques (2. ed., São Paulo, Loyola, 2002) e O celeste porvir: a inserção do protestantismo no Brasil (3. ed. São Paulo, Edusp, 2008). Deixou dezenas de artigos publicados em revistas especializadas, no Brasil e no exterior.


Posts relacionados

Geral, Mídia, Destaques Nacionais, Colégio Episcopal, por Sara de Paula

Nota do Colégio Episcopal: nomeação do diácono M Bracklay

Tem circulado nas mídias eletrônicas a notícia, publicada originalmente pelo jornal The Washington Post, sobre a nomeação do diácono M Bracklay, pela Bispa Sally Dyck , da Conferência Nordeste de Illinois, USA, da Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos da América. O fato em destaque é o de que Barclay se declara transgênero (Queer).

Geral, por José Geraldo Magalhães

Os 15 anos do Projeto Sombra e Água Fresca é celebrado nas igrejas locais. Confira!

O projeto Sombra e Água Fresca (SAF) da Igreja Metodista completa 15 anos e cada projeto local é orientado a fazer a sua celebração. No dia 11 de outubro foi a vez do SAF em Jundiapeba, na cidade de Mogi das Cruzes/SP. Os voluntários do projeto aproveitaram também o Dia das Crianças para fazer a celebração comemorativa dos 15 anos de projeto nacional. Todas as crianças receberam camisas personalisadas do projeto.

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

IPA

Geral, por José Geraldo Magalhães