Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/06/2013

Reflexão Direitos e deveres do povo brasileiro

A Constituição Brasileira de 1988 garante a todo o povo brasileiro o direito a saúde, transporte, educação e estes são dever do Estado.

Temos vistos nos últimos dias o povo brasileiro se manifestando, indo a rua em massa para reivindicar seus direitos, exercendo assim outros direitos: de se reunir, reclamar e alertar a respeito da quebra desses todos ou de alguns desses direitos.

Estas reinvindicações são justas e nós, povo brasileiro, cristãos brasileiros, metodistas brasileiros, precisamos cada vez mais olhar para as necessidades do povo como um todo e não apenas para os próprios interesses.

Ao buscarmos o direito da coletividade estamos também fazendo a vontade de Cristo que nos pediu que “amassemos o nosso próximo como a nós mesmos”. Amar é olhar para o que o outro precisa e ajudar para que todos tenham o necessário para viver. Desta forma viveu a igreja primitiva, “tinham tudo em comum”. Percebemos que os direitos de sobrevivência de todos era satisfeito.

Não podemos nos calar diante destas situações difíceis. O apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos pede que cada cristão “não pode se conformar com este século, mais se transformar pela renovação de nossas mentes”. Logo é preciso olhar para o que esta acontecendo a nossa volta e buscar transformar o que não esta correto. O povo brasileiro tem sofrido com seus direitos sendo quebrados e não é só parte da população que sofre mais é a população como um todo que tem seus direitos total ou parcialmente violado.

Mas, por outro lado precisamos estar atentos para que políticos e/ou partidos políticos inescrupulosos não utilizes estes movimentos, lícitos e legítimos, para suas campanhas, numa tentativa de se elegerem ou se reelegerem.

Os motivos que o povo esta clamando são justos, mais também precisaram tomar cuidado para não sermos surpreendidos por outras manobras eleitoreiras em que troquem uma coisa boa por outra não tão boa assim. Por exemplo: rever o aumento da tarifa do ônibus e metrô pelo aumento do IPTU. O transporte tem sido subsidiado e para retirar o aumento este dinheiro terá que sair de algum lugar, como por exemplo, aumentar o IPTU. Portanto o que pode parecer um benefício pode ser uma armadilha. O povo pode perder muito mais do que os R$ 0,20 do aumento da tarifa do ônibus e metrô.

Direito é direito e deve ser defendido por todos, inclusive nós metodistas precisamos participar da defesa deles, mais também como nos diz a Bíblia precisamos “ser prudentes como as serpentes e símplices como as pombas”, e não nos deixarmos envolver por ciladas político-eleitoreira e nos tornarmos massa de mabra na mão de políticos corruptos.

Pra. Gladys Barbosa Gama

 


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães