Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 20/09/2013

Reunião Confederação de Homens 03/07

1º e 2 de março de 2008

A Confederação Metodista de Homens reuniu-se na Sede Nacional da Igreja Metodista, em São Paulo, em março. Esteve presente toda a diretoria, que inclui a Mesa e os presidentes das federações regionais, além de outros membros das diretorias regionais.

Também participaram: Bispo Adolfo Evaristo de Souza, bispo assistente; Bispo Emérito Stanley da Silva Moraes; secretário do Colégio Episcopal; Revda. Joana D?Arc Meirelles, secretária nacional para as áreas de ação da Igreja Metodista; e Ver. Washington Zucolotto, coordenador do Projeto Evangelístico Minha Esperança Brasil.

Tratou-se sobre os seguintes assuntos:

1) Projeto Evangelístico Minha Esperança Brasil: como parte da campanha nacional de evangelização, a Igreja Metodista participará desse projeto, juntamente com outras denominações evangélicas. A metodologia consiste em os metodistas convidarem não-crentes para assistirem, em suas casas, a três programas de televisão, em novembro próximo. Após, as pessoas deverão ser convidadas a irem ao culto em sua igreja local e receberem apelo evangelístico e acompanhamento discipulador. Os homens metodistas terão muito a colaborar nessa campanha que tem tudo para ser bem sucedida.

2) Papel das Federações na Igreja Metodista: Bispo Emérito Stanley Moraes destacou que os grupos societários têm seu papel garantido na Igreja de dons e ministérios que somos. Disse que "são uma ferramenta a ser usada na caminhada da Igreja; que bom que hoje está se dando conta do valor dos grupos societários, que estão sendo retomados". A missão das confederações e federações é o de congraçar e estimular o movimento do laicato. "Não existem para fazer as coisas, mas para respaldar as ações locais", disse.O objetivo dos cargos não é o poder e o mandar, mas cumprir o ministério assumido.

3) Relatórios: Abdenêgo Eugênio, presidente da Confederação Metodista de Homens, relatou que tem procurado chamar à participação e à convergência das ações. Destacou que esteve presente em todos os congressos regionais desde sua eleição, além de ter participado do Congresso de Homens no Chile, em janeiro último. Os presidentes das federações fizeram uma análise da situação dos homens em suas regiões. Pelos relatos, nota-se uma similaridade entre os pontos positivos e as dificuldades encontradas. As 1ª, 3ª e 5ª Regiões têm um trabalho consolidado; a 2ª, 4ª e 6ª estão em processo de revitalização das sociedades, com boas perspectivas para este biênio.

4) Classe da Escola Dominical: o Bispo Adolfo de Souza foi o professor da classe de escola dominical na reunião. O bispo fez uma retrospectiva da caminhada da Igreja Metodista no Brasil, desde a autonomia, em 1930, até hoje. Afirmou que a Igreja Metodista viveu um deserto nos últimos 40 anos, tendo pela frente um grande momento pela frente. Disse que a igreja que não opta por ser missionária se fossiliza na burocracia, sintetizada na luta pelo poder. Após vários percalços e contratempos na sua trajetória, a Igreja Metodista está reencontrando o metodismo, que "é um ministério de santidade, não de regras. E santidade é participar do poder da ressurreição".

5) 3º Encontro Latino-Americano de Homens Metodistas: foram detalhados e esclarecidos os detalhes da participação dos homens brasileiros. O encontro será no Chile, de 1º a 4 de maio de 2008.

6) Regiões Missionárias: a Confederação Metodista de Homens irá contatar as sociedades e homens nas igrejas locais da Região Missionária do Nordeste (REMNE) e Região Missionária da Amazônia (REMA). O objetivo dessa primeira comunicação é o divulgar as atividades dos homens metodistas no Brasil e saber se as sociedades existentes desejam se integrar através de uma federação regional.


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães