Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Santa Catarina

 

Enchentes em Santa Catarina

   Várias famílias metodistas também foram atingidas pelas enchentes no litoral catarinense. A situação pior é no Vale do Itajaí, onde ocorreu a maior parte dos deslizamentos (que ainda continuam acontecendo).

Em Blumenau, algumas famílias da igreja tiveram suas casas alagadas, segundo informou a pastora Rosangela Modos, que abrigou pessoas até em sua casa e está envolvida direta apoiando a defesa civil.

Em Itapoá, as duas famílias que tiveram que deixar as casas que foram invadidas pelas águas, já voltaram para suas residências, como informou o pastor Loimar.

O problema maior parece ser em Balneário Camboriú, onde muitas famílias foram atingidas. A pastora Elizabell Gasparoto informou na noite de quarta-feira: "temos aqui várias famílias que perderam tudo; a situação é bastante grave e preocupante".

O pastor Renato Domingos Benvenutti (48-30252692 ou 48-9108-1736), superintendente do Distrito Litorâneo, informou que em Florianópolis não houve problemas com nenhuma família da igreja, como também em Joinville, Piçarras e Itapema, mas a igreja está envolvida no atendimento à população atingida, apoiando os trabalhos da defesa civil.

O bispo João Carlos Lopes, da Igreja Metodista na Sexta Região, informou que "várias pessoas e grupos da igreja estão se mobilizando e cremos ser necessário que esses esforços sejam bem coordenados para que possamos conseguir maior eficácia", disse.

Através da Sede Regional, juntamente com os SSDD dos distritos que estão em Santa Catarina e Secretaria Executiva de Ação Social, foi estabelecida uma conta bancária para quem quiser ajudar no socorro às famílias vitimadas pelas enchentes, com valores em dinheiro:

Caixa Econômica Federal

 Agência: 0377  Operação: 003  Conta: 3.605 - 1


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

-

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães