Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 28/05/2011

Semana Wesleyana registra recorde de público

O auditório da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista ficou cheio durante Semana Wesleyana. Foram cinco dias de atividades e 380 pessoas participaram. Um público maior se comparado com anos anteriores. “Tivemos uma participação intensa de todos. Trabalhamos um tema fascinante que abriu caminho para uma série de reflexões”, declara o Reitor da Fateo, Dr. Paulo Garcia.

Esta foi a 60ª edição da tradicional Semana Wesleyana da Faculdade de Teologia Metodista. Pastores, convidados e seminaristas acompanharam as palestras e oficinas. Rodrigo Moraes, aluno do curso de Teologia, participou de toda a programação e afirma que o evento é de extrema importância. “Olhando para nossa história, percebemos a necessidade de rever alguns conceitos. Este é o ambiente perfeito para repensarmos um novo caminho”, revela.

Este ano, o conferencista Dr. Howard Snyder foi o principal destaque. Ele é professor de estudos wesleyanos no Seminário Tyndale em Toronto, Canadá e abordou temas como: “Wesley e a Bíblia” e “Estrutura da Teologia Wesleyana”.

Snyder ficou surpreso com a dinâmica do evento e disse que reunir tanta gente em torno da tradição, reforça o valor da prática do Evangelho. “Para John Wesley teologia significa reflexão e é isto que estamos fazendo aqui. Não significa que devemos aprender apenas com os debates, temos também que nos abrir para a ação do Espírito que nos direciona em ações no cotidiano”, explica o professor.

Evento - A Semana Wesleyana tem como objetivo estimular estudos e a valorização da tradição metodista. “Sempre temos que lembrar o ponto de partida da nossa herança e este encontro nos faz ajustar o foco para o cumprimento da missão da igreja”, declara o Rev. Rafael Rogério de Oliveira, pastor de Congregação Metodista em Guarulhos.

“Achei os temas muito pertinentes e atuais. A gente precisa se atualizar, aprender mais. Já participei de outras Semanas Wesleyanas e sempre é muito bom. Muito do que aprendemos aqui levamos para as igrejas locais. Esta interação é importante para nosso amadurecimento”, diz Marco Aurélio dos Santos, membro da Igreja Metodista Central de Taubaté.

Os pastores Elias Colpini, de 72 anos e Elias Passeri, 61, participaram da Semana. Eles vieram de Santa Catarina e do Paraná, a fim de aprender mais sobre a tradição wesleyana. Ambos estudaram na Faculdade de Teologia Metodista e participaram nas décadas de 60 e 70 das primeiras edições do evento. “Estar aqui é muito bom. Sempre aprendemos coisas novas”, concordam.

Tecnologia – Esta edição foi marcada também pelo suporte tecnológico. Todas as palestras do evento foram filmadas e disponibilizadas na internet. “Temos tido um retorno muito positivo. É a primeira vez que utilizamos este tipo de recurso. Faz com que alcancemos muita gente, até mesmo em outros países”, declara o Dr. Paulo Garcia, Reitor da Fateo.

Até quem participou pessoalmente do evento gostou da iniciativa. Vagner Gomes, estudante de Teologia da Fateo, diz vai assistir novamente algumas palestras para reforçar o aprendizado. “Nunca tinha participado de um evento como este. Foi uma experiência única. Certamente tenho uma compreensão mais ampla da teologia de John Wesley”, revela.


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães