Publicado por Sara de Paula em Colégio Episcopal - 16/02/2022

Solidariedade por Petrópolis – ore e doe

Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade. - Salmos 46.1

Manifestamos nossa solidariedade aos moradores e moradoras da cidade de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, que enfrenta hoje, dia 16 de fevereiro, estado de calamidade pública devido às fortes chuvas registradas na região. Em menos de um dia já foram contabilizadas mais de 70 mortes e pelo menos 189 deslizamentos, segundo a Secretaria de Defesa Civil. Estamos com o coração entristecido diante das informações e das muitas imagens de devastação, e em oração pelas muitas famílias que choram não apenas a perda de bens, mas de muitas pessoas próximas e queridas.

As Igrejas Metodistas da 7ª Região Eclesiástica já estão mobilizadas para apoiar as vítimas da tragédia, e você pode se envolver nas ações sociais promovidas por metodistas doando valores financeiros via transferência bancária, ou itens como cobertores, colchonetes, água potável e outros de primeira necessidade, para socorrer as pessoas atingidas nesse momento de urgente necessidade. Incentivamos todas as Regiões e Igrejas Locais de todo o Brasil a se mobilizar de forma individual e através de suas secretarias de ação social, para fortalecer os irmãos e irmãs na 7ª RE nesse momento de desafio. Veja em nosso site a mobilização “SOS Petrópolis”, promovida pela Igreja Metodista Central de Petrópolis e pela sede regional.

A tragédia que impacta as mais de 300 pessoas que moram hoje em área de risco na cidade de Petrópolis e tiveram que deixar suas casas, é de responsabilidade coletiva, e não apenas individual. Como igreja, intercedemos e clamamos por políticas públicas que priorizem moradia digna e segura para todas as pessoas, assim como clamamos por uma urgente mudança de comportamento diante das mudanças climáticas. É cada vez mais frequente e impactante o clamor na natureza pela manifestação dos filhos e filhas de Deus, e por isso conclamamos a Igreja a se lembrar que Discípulas e Discípulos nos caminhos da missão cuidam do meio ambiente, como anunciamos em 2019 através da nossa carta pastoral.

Hoje choramos com quem chora, mas também nos unimos a quem age por justiça social e climática.

Cremos no Deus que é refúgio e fortaleza diante dos desastres que desabrigam, e auxílio sempre presente na adversidade, através de seus filhos e filhas.

 

Colégio Episcopal da Igreja Metodista.

São Paulo, 16 de fevereiro de 2022.


Veja também: 

Igreja Metodista Central de Petrópolis arrecada doações para vítimas dos desastres naturais 



Posts relacionados