Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 13/09/2013

Testemunho

Graça e paz!

Quero deixar com vocês, meu testemunho de que a vida de meu pai, Odilon Cerqueira Leite, foi um verdadeiro TESTEMUNHAR DA GRAÇA.


Sr. Odilon, à direita, com o Bispo João Carlos Lopes e família

Acho importante poder relatar o testemunho de pessoas sobre um modelo de vida, principalmente sendo este modelo cristão e, no caso dele, pertencente à Igreja Metodista. Tenho dito que papai foi um testemunho de vida! Em qualquer situação ele fazia com que o versículo de Neemias 2.18 que diz: "e lhes declarei como a boa mão do Senhor estivera comigo", fosse real em sua vida constantemente. O conforto que temos e sentimos no coração é que Deus foi fiel a este fiel servo. Deus atendeu seus dois principais pedidos particulares, que quero dar testemunho:
O primeiro é estar falando da palavra de Deus ao morrer. Nos últimos quinze dias estava difícil para ele sair de casa devido à bronquite, então estava triste por não ter para quem falar do evangelho.
Disse-me ao telefone, "sinto que está perto de ir para o meu lar lá no céu, mas queria estar falando da Palavra de Deus e isto não está acontecendo. Será que ainda não é chegada a hora?" (Dá pra notar que ele não tinha dúvida que ia ser desta forma.).
Sempre pedia a Deus que lhe desse a honra e o privilégio de estar levando o evangelho a toda a criatura até o último momento de sua vida.
Deus assim o fez: na véspera da partida de papai, um casal de missionários de Santos esteve em Cornélio Procópio e foi visitá-lo. (Pelo que entendi não o conheciam, mas eram amigos de uma tia minha que mora lá).
Neste dia papai estava com a voz fraquinha e dificuldade para respirar. Mas, quando as pessoas chegaram, ele ficou falando da palavra de Deus durante mais de 01 hora com voz bem audível (testemunho do nosso querido e amado Dião, Pai do bispo João Carlos que lá estava também neste momento. E, meu testemunho, pois telefonei para lá nesta hora e pude escutar a voz dele conversando com as pessoas).
O segundo pedido pessoal é não ficar sofrendo para morrer. Foi para o hospital sentido falta de ar já à "noitinha" e, por volta das 11h da manhã do dia seguinte, (06 de março), já havia falecido. É maravilhoso demais verificar o quanto Deus é fiel quando somos fiéis a Ele.
Agradeço a Deus por Ele ter permitido que eu fosse filha do Sr. Odilon Cerqueira Leite. Ao ler o No Cenáculo do dia 06 de março de 2009, sinto como se fosse meu pai escrevendo esse texto baseado em Deuteronômio 8.3 que diz: "Não só de pão viverá o homem, mas de tudo o que procede da boca do Senhor" .

Quem conviveu com ele sabe disto! Amém!

Sua filha, Dorzelis

Abaixo, a homenagem que foi feita recentemente a papai ( ainda vivo), no Jornal principal da cidade de Cornélio Procópio, Paraná:


Posts relacionados

Geral, por Sara de Paula

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães