Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral - 31/03/2011

Violência doméstica continua causar desestruturação das famílias angolanas

A reverenda da Igreja Metodista Unida, Elvira Moisés da Silva, considerou hoje, quinta-feira, em Luanda, que a violência doméstica, o abandono das crianças e a falta de solidariedade nos lares, continuam a causar a desestruturação das famílias angolanas.

Elvira da Silva que apresentou o tema “A religião como fonte de valores morais e cívicos para a formação e consolidação das famílias”, no workshop sobre “O papel da  mulher religiosa como fato de harmonização nas famílias”, promovido pelo Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, lamentou o fato de algumas famílias continuarem a desestruturar-se, muitas vezes por motivos que podem ser resolvidos de forma pacifica.
 
“Os valores morais e cívicos no seio de algumas famílias angolanas estão totalmente destruídos, face a esta situação, estamos a procura de caminhos para a reestruturação das famílias no país”, referiu.
 
Assim, defendeu a necessidade da mulher, sobretudo religiosas no sentido de exercerem cada vez mais o seu papel importante na harmonização das famílias, com a educação cristã do novo homem, para que cresça desde cedo consciencializado com um mundo pacifico e de amor ao próximo.Apontou que o problema do êxodo populacional registado em vários pontos, sobretudo em Luanda, também está na base da desestruturação das famílias angolanas.
 
A igreja, de acordo com, Elvira da Silva, continuará a trabalhar para o processo de evangelização no seio das famílias, incluindo o resgate dos valores morais e cívicos seja um desafio quotidiano para harmonia dos lares. “Os valores morais e cívicos devem ser considerados como apegos ou atitudes vividas como regras da comunidade como regulamento”, sublinhou.
 
Lembrou que o país, a partir da sua civilização ancestral possui um legado de valores como a solidariedade, a hospitalidade, ajuda mútua e as noções amplas da familiaridade.
 
O evento que congrega centenas de mulheres dirigentes de associações religiosas e não só, tem por objectivo a consciencialização desta camada da sociedade sobre o seu papel na harmonia das famílias, assim como a mobilização de parcerias para a divulgação do tema e das acções a realizar.


Posts relacionados

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães

Geral, por José Geraldo Magalhães