Publicado por José Geraldo Magalhães em Educação | 01/07/2014 às 12:03:33


Alunos do Colégio Metodista União participam de atividade de conscientização


 
O Colégio Metodista União em Uruguaiana/RS e a Universidade do Adulto Maior (UAM) desenvolveram ações com alunos do 5º e 6º ano e com um grupo de 33 idosos como Projeto de Extensão da Rede Metodista de Educação do Sul. A iniciativa foi relembrar o “Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa”. 
 
Como atividade desencadeadora, as professoras Rosane Vieira de Sá e Mari Margo Kruger realizaram, juntos com os alunos, o estudo do texto “O menino das meias vermelhas” de Carlos Heitor Cony.
 
“Agradecemos a Deus, como professores, pela possibilidade de orientarmos nossos alunos a praticarem ações de solidariedade e vivenciarem ações de valorização e respeito à pessoa humana”, disse a professora Mari Margo.
 
Os alunos que participaram da ação conscientizadora puderam refletir em profundidade sobre a importância e cuidado para com as pessoas da terceira idade. “O idoso é uma das meias vermelhas só querendo ser achada por alguém”, declarou Victória Senna do 6º Ano.
 
Para a aluna do 5º ano, Lavinya Carrazoni, à ação cumpriu o objetivo. “Não faça com os idosos hoje o que você não gostaria que fizessem com você amanhã”, disse.
 
A conscientização sobre a data comemorada em 15 de junho foi mais uma reflexão dos educadores sobre essa importante questão social que envolve uma parcela significativa de idosos na sociedade. Vitor Santana levará o aprendizado por toda a vida. “Devemos respeitar os idosos porque eles têm muito a nos ensinar”.
 
Como parte pedagógica da atividade, os estudantes foram orientados a escrever uma mensagem de apoio ao movimento e construírem, com material alternativo, a forma planificada de uma meia vermelha, simbologia empregada no texto-base da ação desencadeadora. O material foi utilizado para compor um painel coletivo exposto no saguão da escola.
 
Como culminância do projeto os alunos das duas turmas foram até a praça central da cidade e participaram de uma atividade integradora de dança e exercícios de relaxamento, juntamente com os grupos de idosos da UAM e do SESC local. Para finalizar a ação, distribuíram panfletos alusivos à data aos pedestres e motoristas que trafegavam nas ruas centrais. 
 
O envolvimento dos adolescentes nas atividades com o grupo de idosos, segundo o aluno do 6º ano Luiz Henrique Pavin, ampliou o amor pela 3ª idade. “Eles podem ser fracos, lentos e esquecidos, mas eles têm coração cheio de amor”. O evento aconteceu no dia 10 de junho em Uruguaina/RS.
 
Comemoração - O dia 15 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.
 
O objetivo da data é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa, e, simultaneamente, disseminar a idéia de não aceitá-la como normal.
 
Colaborou:
Ana Flávia Morais
Agente de Pastoral do Colégio Metodista União
 
 
Confira abaixo na íntegra a Nota Pública divulgada pelo Conselho Nacional dos Direitos do Idoso
 
PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
 
SECRETARIA ESPECIAL DOS DIREITOS HUMANOS
 
15 de junho: Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa
 
O Conselho Nacional dos Direitos do Idoso, órgão superior de natureza e de liberação colegiada, permanente, paritário e deliberativo, integrante da estrutura regimental da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, vem publicamente externar à sociedade brasileira, às instituições governamentais e não governamentais, às lideranças municipais e estaduais, aos grupos e demais instâncias onde se reúnem pessoas idosas nos municípios que compõem nossas unidades federativas a importância de se viabilizar, no âmbito de suas respectivas competências e esferas de atuação, ações relativas à conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.
 
A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa declararam o dia 15 de junho como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, tendo sido celebrado pela primeira vez em 2006, com realização de campanhas por todo o mundo. A violência contra a pessoa idosa é e deve ser entendida como uma grave violação aos Direitos Humanos.
 
O principal objetivo do dia 15 de junho é criar uma consciência mundial, social e política, da existência da violência contra a pessoa idosa, além de, ao mesmo tempo, disseminar a idéia de não aceitá-la como normal. Na esteira deste movimento mundial deve-se incentivar a apresentação, o debate e o fortalecimento das mais diversas formas da prevenção.
 
Neste sentido, é mister registrar a satisfação deste Colegiado Nacional em tomar conhecimento das ações que já vem sendo desenvolvidas em diversos municípios brasileiros, bem como recomendar a todos os conselhos estaduais dos direitos do idoso que envidem esforços para a mobilização dos conselhos municipais, organizações da sociedade civil e mesmo os órgãos governamentais no âmbito da sua esfera de atuação para que haja manifestações, atos públicos e atividades que tragam o tema da violência contra a pessoa idosa como um tema de visibilidade pública.
 
Por fim, convém recomendar que, sempre que possível, todos os eventos e atividades desenvolvidas para a conscientização da violência procurem abordar a necessidade de articulação em rede para o enfrentamento do fenômeno. Sabe-se que a construção efetiva de uma rede somente pode se dar em torno de situações concretas, como é o caso da violência.
 
Brasília, junho de 2009.
 
José Luiz Telles
 
Presidente do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso
 
Secretaria Especial dos Direitos Humanos / Presidência da República

 

 
Fonte: ANADEP
Estado: DF

Tags: educação