Publicado por José Geraldo Magalhães em Missionária, Expansão Missionária, Discipulado, Expositor Cristão | 03/12/2014 às 13:52:42


Conheça o projeto missionário no Vale do Ribeira


Fonte: Pr. Martin Barcala / 
Igreja Metodista em Registro/SP  
 
Meu relógio de pulso marcava 21h37 quando o bispo Adriel iniciou a apresentação do último tópico de nosso encontro de pastoreio de pastores/as com o grupo de aspirantes ao presbiterado e pastorado da 3a Região Eclesiástica. Estávamos reunidos no Espaço 24h desde às 19h daquele dia. Faltava pouco para o ano de 2010 se encerrar e, costumeiramente, as expectativas pelas nomeações pastorais para o ano seguinte aumentavam na medida em que os dias restantes para a virada do calendário diminuíam. Com a seriedade e sutileza que lhes são peculiares, o bispo dirigiu-se a todos/as os/as presentes e discorreu sobre o “Projeto Missionário Metodista no Vale do Ribeira, SP”.
 
A projeção de slides demarcava o território geográfico que compreende os 22 municípios a sudeste do Estado de São Paulo, muitos deles cortados pelo vasto e belo rio Ribeira de Iguape, que empresta seu nome ao vale. A cidade de Registro/SP fora destacada das demais por uma grande estrela, que se multiplicava nas telas seguintes, ilustrando a estratégia a ser adotada na plantação das igrejas metodistas na região selecionada. Enquanto o bispo explicava as características do local, enfatizando que a inserção do metodismo ali se tratava de um antigo e persistente sonho da Região, cultivado desde o episcopado do bispo Nelson, e descrevia com detalhes o procedimento a ser seguido por quem desejasse se dispor àquela nomeação “inusitada”, o Altíssimo falava comigo. E eu sabia que aquele lugar passaria a ser a habitação de minha família por muito tempo.
 
Escrevi ao bispo Adriel, colocando à disposição meu cargo à frente do Programa de Discipulado Pastoral e indicando minha disponibilidade para ser nomeado para o Projeto Missionário no Vale do Ribeira. Seguiram-se importantes considerações e definições sobre o que deveria ser feito nos próximos anos, tendo em vista a consolidação dos objetivos.
Chegamos em Registro em 18 de fevereiro de 2011. Aqui, poucos dias depois, conhecemos duas famílias que se uniram a nós definitivamente desde então. O casal Vandayr e Olinda, moradores de Registro, já tinham sido metodistas há uma década e frequentavam a Igreja Presbiteriana do Brasil desde sua mudança pra cidade. Marcelo, Fabíola e Amanda, habitantes de Eldorado/SP, dispuseram-se imediatamente a participar da plantação da Igreja Metodista em sua cidade. Careço de espaço para narrar as profundas experiências que tivemos juntos. Contudo, é suficiente afirmar que eles/as sempre sinalizaram a presença de Deus conosco desde que viemos pra cá.
 
Decidimos iniciar o trabalho realizando reuniões em nossa residência para lermos a Bíblia e discutirmos nossas experiências de vida à luz do que íamos lendo. Convidamos todos/as que nos cruzavam o caminho, desde o rapaz que veio fazer a conversão do fogão para o gás de botijão até a prefeita da cidade. A estratégia deu certo. Muitos/as vieram algumas vezes, outros/as ainda não. Porém, aprouve ao Senhor conceder-nos a companhia de bastante gente sincera e disposta a viver o Evangelho que vimos pregando.
 
A experiência de despertar num lugar no qual a ausência completa de qualquer estrutura metodista é percebida antes do café da manhã, nos ensinou muita coisa. Das principais, posso enumerar a gratidão a Deus pelo tempo que, vivendo engajados/as nestas estruturas, fomos amadurecidos/as no conhecimento de Jesus Cristo. Por outro lado, tomamos consciência do perigo de nos deixar seduzir pelas mesmas estruturas e transformar, infelizmente, poderosos meios de cumprir a missão em fins missionários equivocados.
 
Aprendemos “na pele” o sentido do testemunho do apóstolo Paulo e nos juntamos a ele na tentativa de “por todos os meios, ganhar alguns”, ao invés de nos exaurir tentando, sempre do mesmo modo, salvar a todos/as. As memórias do tempo feliz que vivemos nestas estruturas nos enchem de convicção de que o Senhor, que as transcende, nos vocacionou para além delas.
 
Hoje, nossas duas comunidades, em Registro e Eldorado, contam com programações regulares e testemunho cada vez mais relevante para a sociedade. Caso esteja viajando pela rodovia Régis Bittencourt, a famosa BR-116, saiba que nossas atividades ocorrem nos seguintes horários: Às terças-feiras, a partir das 19h, temos nossas reuniões de discipulado. Aos domingos, a partir das 10h, celebramos nosso culto de adoração e realizamos a Escola Dominical.
 
Em Registro, estamos localizados na rua José Dias de Araújo, 181, no bairro da Pedreira. 
 

Tags: Expositor Cristão, Missionária