Publicado por José Geraldo Magalhães em Geral | 13/09/2013 às 23:42:52


Conversa com o Pai.


   Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra? Ou, se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem? Mateus 7.7-11

Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dános hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém! Mateus 6.9-13 Cuidado, acolhimento, confiança... são palavras que associamos à paternidade. É como Pai nosso Criador se apresenta a nós em vários textos de suas Sagradas Escrituras. Ele nos ensinou a orar com intimidade e confiança e prometeu nos ouvir com o afeto e cuidado de um pai amoroso.

Ao se apresentar como Pai, nosso Deus também valorizou o amor humano que une pais e filhos, ainda que imperfeitos, pecadores e incompletos. Queridos pais: neste mês em que se realizam homenagens pelo seu dia, queremos que saibam de nossa gratidão pelo amor paterno que, sendo humano, foi usado por Deus como um exemplo do próprio amor. Não somos perfeitos como nosso Pai Celeste, mas somos amados e amadas por Ele. Da mesma maneira, nossos relacionamentos humanos não são perfeitos, mas estão debaixo da graça e do amor de nosso Deus. Desde que uma nova vida é gerada e as mães a carregam no ventre, os pais carregam responsabilidades e preocupações nos ombros. Que nesse Dia dos Pais, esse peso seja substituído pela leveza da graça de Deus!



Conteúdos relacionados

Tags: sem tags no momento!