Publicado por Sara de Paula em Geral | 14/11/2018 às 16:42:07


Dia da Consciência Negra


“A Igreja Metodista reconhece que é sua tarefa docente capacitar os membros de suas congregações para o exercício de uma cidadania plena”. A Igreja Metodista, em sua história recente, vem pautando a temática étnico-racial a partir da Pastoral de Combate ao Racismo, que há 40 anos em diálogo com a sociedade vem produzindo conhecimento, mas também a provocação de como nós, cristãos e cristãs, podemos nos posicionar dentro e fora das Igrejas em relação ao pecado do racismo estrutural.

Nos últimos 40 anos, tivemos avanços significativos da população negra em relação a alguns aspectos, como: acesso, permanência e sucesso na trajetória escolar tanto na educação básica quanto na superior; acesso ao mundo do trabalho, reconfigurando os lugares socialmente estabelecidos para a população negra; avanços significativos na política pública na área da saúde e assistências.

O 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, simboliza e homenageia a resistência de Zumbi dos Palmares e de tantos/as outros/as afrodescendentes que lutaram no passado e ainda lutam no tempo presente por uma sociedade menos desigual.

Juliana Yade
Pessoa de Referência da Pastoral de Combate ao Racismo
Em artigo para o Expositor Cristão de novembro/2018
[LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA] 

 

Confira abaixo alguns dos materiais de apoio disponíveis em nossos sites: 

Artigo Dia da Consciência Negra - Juliana Yade (Pastoral de Combate ao Racismo)

Vinte de novembro - um poema do Bispo Luiz Vergílio

Dia da Consciência Negra - O OLHAR DE QUEM SABE AMAR - Telma Cezar

Dez materiais de apoio para falar sobre Consciência Negra na igreja

Por que existe o Dia da Consciência Negra? | Saberes #02


Tags: sem tags no momento!