Publicado por Sara de Paula em Geral, Liturgia | 03/04/2018 às 13:39:14


Liturgia para o Dia da Pastora e do Pastor metodista



O Dia da Pastora e do Pastor metodista acontece no próximo domingo, dia 8 de abril. O Departamento Nacional de Escola Dominical disponibilia a Liturgia para celebração do momento nas Igrejas Locais de todo país. Confira abaixo os links para os louvores sugeridos e os texto anexos da programação.                                       

Liturgia para o Dia da Pastora e do Pastor metodista

Prelúdio

Acolhida

ADORAÇÃO
“Sois minhas ovelhas, Sou o vosso Deus”

(Leitura Bíblica: Ezequiel 34.11,15; Salmo 23.1; Ezequiel 34.31; Salmo 100.3,5) 

Dirigente: Porque assim diz o Senhor Deus: Eis que eu mesmo procurarei as minhas ovelhas e as buscarei. Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas e as farei repousar, diz o Senhor Deus.

Congregação: O Senhor é o meu Pastor; nada me faltará.

Dirigente: Vós, pois, ó ovelhas minhas, ovelhas do meu pasto; homens sois, mas Eu sou o vosso Deus, diz o Senhor Deus.

Congregação: Sabei que o Senhor é Deus; foi Ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do Seu pastoreio.

Todos(as): Entrai por suas portas com ações de graças e nos seus átrios com hinos de louvor; rendei-lhe graças e bendizei-lhe o nome. Porque o Senhor é bom, a sua misericórdia dura para sempre, e, de geração em geração, a sua fidelidade

  • Orações de adoração
  • Cântico: (sugestões)

- Pastor Divino (Hino 64- Hinário Evangélico

- Ao único que é digno

- Incomparável
 

CONFISSÃO
“Compreendeis o que vos fiz?”

  • Chamado à confissão: João 13.12-14

Convidar a igreja a refletir sobre as vezes que não nos portamos como servos e servas uns dos outros, umas das outras. Cada pessoa tem um ministério específico, desempenha uma função no Reino, mas isso não nos torna melhores ou maiores do que ninguém, Jesus, o Senhor, lavou os pés dos discípulos. Nós devemos, por meio dos nossos dons e ministérios, nos servir mutuamente, tendo no coração amor, fé e humildade.

  • Oração silenciosa
  • Oração de confissão: convidar um irmão ou irmã da comunidade
  • Palavra de Esperança: João 15-17

 

LOUVOR
“Jesus: nosso Bom Pastor”

  • Tempo de celebrar: Aproveite esse momento para homenagear as pastoras e pastores de sua comunidade, bem como as(os) seminaristas e pastoras e pastores aposentados. (veja algumas sugestões no anexo deste programa)
     

Cânticos de louvor com a comunidade (sugestões)

- Amigo de Deus 

- Deus é bom 

- Rei das nações 

- Deus nos ama (CD Evangelho, convite pra paz, faixa n° 18 – DNTC)

- Eis-me convosco (Hino 296 do Hinário Evangélico)

  • Ofertório

EDIFICAÇÃO

  • Reflexão Bíblica

DEDICAÇÃO e ENVIO
“Sempre a Ti eu seguirei”

Dirigente: Leitura Bíblica de Hebreus 13.20-21

Enquanto a comunidade canta o hino “Plena Consagração” (n° 183 do Hinário Evangélico) as pastoras e pastores se colocam no altar para um tempo de intercessão por suas vidas. Convidar alguns irmãos e irmãs da comunidade para acolhe-las e acolhe-los no altar, permanecendo com elas e eles durante o tempo de oração, dando-lhes um abraço ao final.

Benção Apostólica

Poslúdio

                       Liturgia elaborada pelo Departamento Nacional de Escola Dominical

A programação conta com 3 anexos. Confira abaixo: 

1. ORIGEM DO DIA DA PASTORA E DO PASTOR METODISTA

Em abril de 1867, após hiato de 25 anos desde a primeira incursão de missões metodistas no Brasil, estabelece-se o trabalho contínuo do metodismo brasileiro, até nossos dias, por meio da chegada do Pastor L.J.E. Newman. Assim, convencionou-se o segundo domingo de abril como sendo o Dia da Pastora e do Pastor Metodista.

Nestes 150 anos de trabalho ininterrupto da Igreja Metodistas em nosso país, homens e mulheres vocacionados e vocacionadas ao trabalho pastoral têm contribuído para a consolidação do metodismo, por meio de comunidades locais, com suas instituições sociais e educacionais.

A presença de pastoras e pastores nas instituições metodistas de ensino revela a importância que damos a uma formação educacional que considera o ser humano em todas as suas dimensões, notadamente, da sua transcendência e espiritualidade.

São as pastoras e pastores que manifestam, no contexto de cada Instituição e nas Igrejas locais, a convicção de que Deus é fonte de vida plena, e esta dimensão nos é transmitida pelos ensinos e ações de Jesus Cristo.

Portanto, nossos cumprimentos às pastoras e pastores que, no cotidiano dos espaços institucionais, e, mesmo fora deles, exercem esta função pastoral sacerdotal e profética no cuidado, apoio, solidariedade, promoção de esperança e ensino confessional, como um valor necessário e agregado ao ensino formal de qualidade que oferecemos à comunidade escolar e à sociedade.

Bispo Luiz Vergilio Batista da Rosa
Presidente do Colégio Episcopal da Igreja Metodista

Disponível em: http://portal.metodista.br/pastoral/reflexoes-da-pastoral/dia-do-pastor-e-da-pastora-metodista

 

2. SUGESTÃO DE HOMENAGEM

LAVA-PÉS – Reconhecendo o serviço e a comunhão com nossos pastores e pastoras.

Providenciar bacias com água e toalhas. Convidar as pastoras e pastores para realizarem o ato de lavar os pés de algumas pessoas da comunidade (convidar a pessoa mais idosa e a mais nova, representando toda a comunidade)

Texto para ser lido nesse primeiro momento:

“Disse Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: quem recebe aquele (e aquela) que eu enviar, a mim me recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou João 13.20.”

Pastoras e Pastores, servas e servos do Senhor, que atenderam ao chamado de Deus para cuidarem das ovelhas do Bom Pastor:

Nós somos as ovelhas do rebanho do Senhor e reconhecemos o pastoreio de vocês sobre nós. Reconhecemos que foram chamadas e chamados, vocacionadas e vocacionados, constituídos e constituídas, enviadas e enviados para edificar, exortar e consolar a Igreja de Cristo.

Da criança ao às pessoas mais velhas, temos sido abençoadas e abençoadoos pela sua dedicação.

Obrigada Pastoras! Obrigado Pastores!  Obrigado por terem aceito o chamado do Senhor!

Em seguida, convidar pastoras e pastores para se assentarem, e irmãos e irmãs (já avisados com antecedência) para que possam lavar os pés das pastoras e pastores, num gesto de reconhecimento de que precisamos caminhar juntos(as) com nossos(as) líderes.

 

Texto para ser lido nesse segundo momento:

Pastoras, Pastores!

Reconhecemos o chamado do Senhor sobre suas vidas. Mas, reconhecemos também que, como todos e todas nós, vocês são parte do rebanho do Bom Pastor, sujeitos(as) às mesmas fragilidades que nós temos.

Compreendemos que nesse caminho do pastoreio, as vezes, surgem pedras que ferem os pés e fazem a caminhada ficar mais lenta, mais dolorida, é quando o pode surgir o desejo de parar, sentar e ficar à beira do caminho.

Compreendemos que no caminho do pastoreio podem surgir espinhos que ferem as mãos, tornando mais difícil o gesto de estendê-las para quem necessita.

Compreendemos que no caminho do pastoreio pode haver solidão, cansaço e desânimo.

Por isso, Pastoras e Pastores, lavamos os seus pés, num gesto de compreensão de que a caminhada pode cansar, ferir, machucar, empoeirar, mas a Água Viva, pode limpar, renovar, sarar, refrescar.

Neste gesto simbólico expressamos nossa disposição para caminhar junto com vocês, queremos ter parte com vocês!

Pastoras e Pastores!

Aquele que lhes pediu:  “Filho meu (filha minha) dá-me teu coração”,

Aquele que disse: “Entrega-me o teu caminho, confia, pois o mais eu farei”,

Aquele que vos chamou dizendo: “Apascenta as minhas ovelhas”,

É o mesmo que:

“Os reveste de força e aperfeiçoa os seus caminhos”,

“Os instrui e os ensina o caminho que devem seguir”,

“Dirige os seus passos, ajudando-lhes a não tropeçar”

Vocês não estão sós no caminho do pastoreio!

O Grande Pastor das nossas almas caminha com vocês!

E nós, ovelhas do seu pastoreio, seguimos juntos e juntas!

Por isso, saibam que nesse caminho do Pastoreio, vocês também encontrarão:

“a sombra do Onipotente que os permitirá descansar”;

“pastos verdejantes que renovarão suas forças”;

“água tranquilas que saciarão a sede e trarão refrigério para a alma”;

Que a unção da alegria, o consolo a bondade e a misericórdia do Senhor, façam parte desse caminho todos os dias se suas vidas. Deus abençoe nossas pastoras e pastores!

(Obs.: Altere as palavras Pastoras e Pastores no texto conforme a realidade de sua comunidade)

Rosiléia Flausino Dias Araujo/ 2018

3. POESIA:   DIA DO PASTOR E DA PASTORA

Ao redor do mundo,
Seguem abençoados,
Os pés que levam a paz
e anunciam o Evangelho
da graça do Pai.

Homens e mulheres,
Chamados(as) pelo Senhor,
Preparados(as) e moldados(as).
Parceiros(as) no cuidado,
da igreja e do seu povo.

Homens de Deus,
heróis da fé,
Que renunciam os acenos,
E a sedução deste século,
e seguem na visão
do santo ministério.

Mulheres de Deus,
heroínas da fé,
Que lutam contra a esperança,
com os olhos no seu Deus,
Que as chamou desde o ventre,
Para o santo ministério.

Homens e mulheres,
Constrangidos(as) por Jesus,
Que superam as barreiras
e edificam a igreja,
Combatendo o bom combate,
Para ver raiar a luz.

Levam a boa semente,
Em ventos contrários
ou aconchegados,
A tempo e fora de tempo,
Pastores e pastoras,
Que lutam sem cessar.

E enquanto eles(elas) caminham
O Senhor faz brotar,
Com seu amor e poder
A semente do Evangelho
Capaz de transformar
A vida do que crê.

Que o amor de Deus Pai,
A graça de Cristo Jesus
E o consolo do Espírito,
Sobre pastores e pastoras,
Os(as) guardem para sempre,
Até à eternidade,
Nos braços do Senhor.

(Pra. Zenilda Reggiani Cintra, publicado em OJB 10 junho 2012)

Poema Disponível aqui.

 

 CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A PROGRAMAÇÃO EM PDF 

 

Veja também:
Cartaz do Dia da Pastora e Pastor metodista disponível para download. 
Mensagem do Bispo Luiz Vergílio Batista da Rosa para pastoras e pastores metodistas do país.


Tags: sem tags no momento!